conecte-se conosco


Nacional

Polícia Federal deflagra operação por fraude de R$ 20 milhões no seguro-desemprego

Publicado

em

documentos
Divulgação/PF-SP
Documentos apreendidos durante operação da Polícia Federal de São Paulo contra fraudes no seguro-desemprego

Agentes da Polícia Federal de São Paulo estão nas ruas desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (15), para deflagrar uma operação que investiga uma organização criminosa voltada à prática de fraudes no recebimento do seguro-desemprego. Ao todo, são cumpridos 21 mandados de prisão preventiva e outros 12 de busca e apreensão.

A ação desta segunda-feira é a segunda fase da operação apelidada pela PF de Mendacium. De acordo com a coorporação, a operação foi batizada assim, pois essa palavra significa falsidade em latim. Os mandados deflagrados na investigação contra fraudes no seguro-desemprego acontecem nas cidades de Mauá, em São Paulo, no município goiano de Porangatu e em Ibicuí, cidade da Bahia.

No ano passado, em setembro, a PF deflagrou a primeira fase da operação, na capital paulista e no município de Taboão da Serra. Na ocasião, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e duas pessoas foram presas em flagrante.

A Polícia Federal encontrou, com os acusados, mais de 1.600 documentos falsos ou em branco, como espelhos de carteiras de Identidade e de Trabalho, num escritório de contabilidade do bairro da Penha, na capital paulista. Foram apreendidos R$ 472 mil em espécie, além de equipamentos para a falsificação de documentos. A ação contou com o apoio do Ministério do Trabalho e da Caixa Econômica Federal.

O inquérito começou em outubro de 2017, na cidade de Presidente Prudente, interior de São Paulo, a partir da denúncia de um trabalhador que não conseguiu obter seu seguro-desemprego porque alguém já o havia resgatado.

As investigações mostram que mais de 300 empresas fictícias foram criadas, com mais de 9 mil benefícios de seguro desemprego. Em setembro de 2018, estimava-se um prejuízo de mais de R$ 9 milhões. Os presos responderão pelos crimes de estelionato, organização criminosa e corrupção ativa.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Leia mais:  Do hospital, Bolsonaro faz videoconferência com ministro e acompanha Congresso
publicidade

Nacional

CASO NEYMAR: Najila tem documento inédito vazado e reviravolta no caso é apontado

Publicado

em

Dessa vez, quem está movendo processo contra a modelo Najila Trindade é a Escola Panamericana de Arte

Após toda a polêmica envolvendo o nome de Najila Trindade e sua denúncia de estupro contra o jogador Neymar, agora enfrenta outros problemas. Ela está sendo processada por não ter quitado suas e dividas, e agora a rotina de polêmicas está longe de ter um fim. As informações são do TV Foco.

Dessa vez, quem está movendo processo contra a modelo Najila Trindade é a Escola Panamericana de Arte. A instituição de ensino alega que a moça se matriculou no curso de design de interiores, assinou contrato, frequentou as aulas, porém, não efetuou o pagamento.

A escola informa também, que tentou falar com Najila Trindade várias vezes via telefonemas, emails, notificação extrajudicial e até tentativa de acordo, tudo para que os débitos dela fossem saldados. Mas Najila não atendeu nenhum dos chamados do curso, o que fez com que a instituição tomasse a decisão de ir atrás da moça judicialmente.

A Escola Panamericana de Arte, com o processo, quer apenas que Najila Trindade pague os débitos em dinheiro (que já somam R$ 4, 160,77). Mas caso não tenha como pagar, que entregue algum bem de valor móvel ou imóvel. A modelo tem 15 dias para pagar toda a dívida.

Dívida antiga

Não é a primeira vez que Najila Trindade se envolve com problemas de não pagamento de dívidas. Recentemente, saiu a notícia de que a moça estava devendo alguns meses de aluguel e que estava correndo risco de ser despejada de seu apartamento. Com uma dívida de R$ 26,7 mil reais, ela já não está mais em sua antiga residência e, pelo o que disse em uma entrevista para o R7, nem na capital paulista mora mais.

A apartamento de Najila tem um valor estimado de R$ 750 mil e R$ 1 milhão. Ela não pagou o aluguel de agosto de 2018, até fevereiro de 2019. Uma curiosidade sobre o caso, é que ela abriu Boletim de Ocorrência contra Neymar um dia antes de receber o aviso de despejo.

Comentários do Facebook
Leia mais:  “Ministério é do Vélez. Que o enfie no c*”, diz Olavo de Carvalho
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Nacional7 minutos atrás

CASO NEYMAR: Najila tem documento inédito vazado e reviravolta no caso é apontado

Dessa vez, quem está movendo processo contra a modelo Najila Trindade é a Escola Panamericana de Arte Após toda a...

Nacional28 minutos atrás

Pedido de indenização de Dilma é adiado na Comissão de Anistia

Divulgação/PT Dilma Rousseff foi presa e torturada durante a ditadura militar A Comissão de Anistia adiou a análise do pedido...

Nacional28 minutos atrás

‘Corrompido por dinheiro’, diz Mourão de militar preso com droga em avião da FAB

Adnilton Farias/VPR Mourão disse que o militar detido em Sevilha não estava na comitiva oficial do presidente, mas no avião...

Nacional28 minutos atrás

Justiça autoriza senador preso por corrupção a passar férias no Caribe

Pedro França/Agência Senado – 2.2.19 Preso em regime aberto, senador Acir Gurgacz vai passar férias no Caribe A Justiça do...

Economia29 minutos atrás

CPI ouve Joaquim Levy sobre caixa-preta do BNDES nos governos do PT

Antonio Cruz/Agência Brasil CPI ouve Joaquim Levy nesta quarta-feira sobre caixa-preta do BNDES nos governos petistas A Comissão Parlamentar de...

Economia29 minutos atrás

Caixa levanta R$ 7,3 bilhões com venda de ações da Petrobras

Valter Campanato/Agência Brasil – 7.1.19 Decisão de se desfazer de papéis da Petrobras reflete a estratégia da Caixa de reduzir...

Economia29 minutos atrás

Comissão especial busca encerrar debates sobre Previdência hoje; assista ao vivo

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados – 26.06.19 Comissão especial busca encerrar debates sobre a reforma da Previdência ainda hoje; é a...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana