conecte-se conosco



Polícia Federal

Polícia Federal busca joias de mulher de Cabral em endereços no Rio

Publicado

em

RIO DE JANEIRO (RJ) – A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão deste  sexta-feira em dois endereços no Rio de Janeiro de pessoas próximas à ex-primeira-dama do Estado Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, em busca de joias que teriam sido compradas pelo casal com recursos ilegais.
Os agentes estiveram na casa da irmã de Adriana Ancelmo, no bairro de Ipanema, na zona sul da cidade, e também na residência da governanta da família no bairro do Jardim Botânico, outra área nobre da cidade, em busca de joias supostamente escondidas, de acordo com uma fonte da PF.
Cabral, que está preso desde o ano passado, e a mulher, que cumpre prisão domiciliar, são suspeitos de lavar dinheiro arrecadado em um grande esquema de propina e corrupção montado pelo ex-governador na época em que comandou o Estado do Rio de Janeiro comprando bens como jóias e obras de arte.
Nesta semana, o ex-governador virou réu em um processo em que é investigado por comprar joias em uma famosa joalheira usando dinheiro de propina. O MPF estima que somente em uma joalheira a família Cabral lavou ao menos 4,5 milhões de reais. De acordo com o MPF, só uma das joias teria custado 1,8 milhão de reais, e os valores investigados poderiam chegar a 11 milhões de reais.
O MPF estima que 189 joias podem ter sido compradas com recursos oriundos de propina, mas até agora apenas 40 joias foram apreendidas pelas autoridades.
Cabral já foi condenado em Curitiba pelo juiz Sérgio Moro a 14 anos e 2 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por desvios em contratos do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Além da condenação, o ex-governador é réu em diversos processos na Justiça.

Comentários do Facebook

Polícia Federal

Operação Chicago investiga irregularidades em torneio de tiro em clube

Publicado

em


.

Vila Velha/ES – A Polícia Federal prestou apoio em ação de fiscalização do Exército Brasileiro, neste domingo (31/5), na localidade de Córrego do Café, município de Águia Branca. No local, seria realizado torneio de tiro em clube e estande de tiro não autorizado pelo Exército.

A operação contou com a participação de oito policiais federais e onze militares do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do 38º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro.

                      

ENTENDA O CASO

O Exército Brasileiro é responsável por autorizar e fiscalizar clubes e estandes de tiro, bem como lojas de venda de armas de fogo e de munições. Esse controle tem o objetivo principal de garantir que as normas de segurança do local sejam cumpridas, além da verificação de idoneidade dos seus proprietários.

No local, foram confirmadas as irregularidades da realização do torneio, bem como a venda de munições. Verificou-se que o dono do local é um lojista autorizado de Vila Velha que não possui autorização para funcionar em Águia Branca. Este indivíduo foi preso em flagrante juntamente com o organizador do torneio, por comércio ilegal de munições, crime previsto no artigo 17 da Lei 10826, com pena máxima de reclusão de seis anos. Também responderão administrativamente junto ao Exército.

A legislação exige autorização concedida pelo Exército para cada segmento ligado à atividade de armamento e tiro. A autorização deste empresário se limitava ao comércio de armas e de munições na sua loja de Vila Velha. Ele não possuía qualquer autorização de funcionamento de clube ou estande de tiro, tampouco de comércio de munições em Águia Branca.

Também foram presos em flagrante dois indivíduos portando ilegalmente arma de fogo, crime previsto no artigo 14 da Lei 10.826, com pena máxima de reclusão de quatro anos.

Ainda foi verificada a presença de Instrutor de Armamento e Tiro no local, cuja atuação será investigada em procedimento próprio.

Pela Polícia Federal, foram apreendidos uma pistola calibre .380, um revólver calibre .357 e outro revólver calibre .38, e mais de cinco mil munições de diversos calibres (.22, .38, .380, .40 e 12).

O Exército Brasileiro autuou administrativamente sete atiradores e apreendeu onze  armas de fogo, o que poderá ensejar no perdimento do armamento e cassação de seu Certificado de Registro por estar praticando tiro em clube ilegal, vez que um atirador deve estar filiado a clube ou estande de tiro autorizado, sendo sua obrigação verificar a regularidade do local.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029, (27) 9.9245-5616

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento4 minutos atrás

Thiago Salvático, suposto namorado de Gugu, desiste de briga pela herança

Mais um capítulo da briga pela herança de Gugu Liberato se encerra. O chefe de cozinha e empresário Thiago Salvático...

Nacional19 minutos atrás

Lockdown em Niterói-RJ evitou cerca de 1500 mortes por Covid-19, diz estudo

Berg Silva/ Prefeitura de Niterói Mais de 1.500 mortes foram evitadas pelo lockdown. diz estudo O lockdown na cidade de...

Tecnologia19 minutos atrás

Caso George Floyd: evento do PlayStation 5 desta semana é cancelado

Reprodução/LetsGoDigital Renderização do PlayStation 5, que ainda não teve seu design revelado A PlayStation decidiu adiar um  evento do PS5...

Agricultura34 minutos atrás

TRIGO/CEPEA: Semeio no Sul do País é favorecido pelas chuvas em importantes regiões produtoras

. Cepea, 2/06/2020 – O cultivo da nova safra de trigo segue avançando no Sul do País, devido ao clima...

Agricultura34 minutos atrás

ETANOL/CEPEA: Demanda se aquece em maio e impulsiona preço

. Cepea, 2/06/2020 – De acordo com pesquisas do Cepea, em maio, os preços dos etanóis subiram no estado de...

Agricultura34 minutos atrás

AÇÚCAR/CEPEA: Cotações do cristal aumentam no final de maio

. Cepea, 2/06/2020 – Os preços do açúcar cristal praticados no mercado spot do estado de São Paulo subiram na...

Nacional44 minutos atrás

Vídeos registram ação policial contra protesto antirracista em Curitiba; veja

reprodução / Twitter Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostrou o momento em que a polícia atirou contra...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!