conecte-se conosco


Estadual

Poder Judiciário Estadual envia mais de mil processos para reciclagem

Publicado

em

O material será fragmentado e doado para associações de catadores de materiais recicláveis.

Mais de mil processos dos Juízos de Vitória, Vila Velha, Marataízes, Colatina, Linhares e Cachoeiro de Itapemirim serão descartados e enviados para a reciclagem, em observação aos critérios de responsabilidade social e preservação ambiental do Poder Judiciário do Espírito Santo (PJES). Apenas este ano, mais de 28 toneladas de papel foram doadas para associações de catadores de materiais recicláveis do estado.

O descarte correto do material segue a tabela de temporalidade do PJES e os interessados terão 05 dias, a partir da disponibilização dos Editais, publicados nesta quarta-feira (09), no Diário da Justiça, para requerer os agravos de instrumento que queiram preservar.

O pedido deve ser dirigido à Comissão Permanente de Avaliação de Documentos (CPAD) do TJES através do e-mail: [email protected]. Após o término do prazo, o material será fragmentado e doado para associações de catadores de materiais recicláveis.

Os Agravos de Instrumento foram enviados pelas seguintes unidades judiciárias: 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal, Vara da Fazenda Pública Estadual, de Registro Público e Meio Ambiente de Vila Velha, 1ª Vara de Família, e 4ª e 6ª Varas Cíveis do Juízo de Vila Velha; Vara de Família, Infância e Juventude, Órfãos e Sucessões de Marataízes, Vara da Fazenda Pública Municipal, Juizado Especial Criminal e Juizado Especial da Fazenda Pública de Colatina, Juizado Especial Criminal e da Fazenda Pública de Linhares, 2ª Vara Cível de Cachoeiro de Itapemirim; 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Municipal, Registros Públicos, Meio Ambiente e Saúde, 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual, e 3ª, 5ª, 7ª, 8ª e 11ª Varas Cíveis, do Juízo de Vitória.

Leia mais:  Arquivo Itinerante atende em Itaguaçu neste domingo (29)

Instituições interessadas em receber a doação podem fazer contato com o coordenador de Gestão da Informação Documental do TJES, Fábio Buaiz de Lima, pelo telefone (27) 3334-2099/2098.

Vitória, 09 de outubro de 2019

Informações à imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Elza Silva | [email protected]

Andréa Resende
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected] www.tjes.jus.br

Fonte: Tribunal de Justiça ES
Comentários do Facebook
publicidade

Estadual

Família é presa suspeita de usar carne de cachorro para fazer linguiça no ES

Publicado

em

Pai, mãe e filha foram presos acusados de abater animais e comercializar a carne, que era vendida na feira. Polícia recebeu informações de que também faziam linguiça

Após a prisão de pai, mãe e filha, acusados de matar cachorros e vender a carne, em Guarapari, nesta sexta-feira (18), a polícia investiga se eles também faziam linguiças com as carnes dos animais abatidos. “Temos informações de que além da venda, eles também faziam linguiça . Agora, precisamos saber se eles passavam in natura ou se também fabricavam a linguiça”, detalhou o delegado Marcelo Santiago, titular da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari.

A polícia investiga também a participação de mais um suspeito de envolvimento no crime. “Essa família mantinha os animais em casa, fazia a retirada da carne e vendia para uma terceira pessoa que estaria vendendo a carne na feira da região”, explica o delegado.

Maurício Hott Peixoto, Ângela Débora Seraphin Lopes e Ana Carolina Seraphin Hott Peixoto foram presos na sexta-feira (19), em Balneário de Meaípe, em Guarapari. Na casa da família, a polícia encontrou 52 animais, entre cães e gatos, e diversas ossadas de animais mortos. “Eram diversos sacos de ração que estavam cheios de ossos”, contou a tenente da Polícia Militar, Clicia.

Ao ser detida, a família falou para a polícia que eles eram protetores dos animais e por isso tinham tantos gatos e cachorros na residência. “Não acreditamos nessa versão. De longe já tínhamos provas suficientes para saber que se tratava de crime. Além disso, os animais não tinham ração, nem água. As fezes e urinas estavam espalhados por todo lugar”, relatou o delegado.

(*G1)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Falta de chuvas prejudica abastecimento de água no Estado
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Economia8 minutos atrás

Norte e Nordeste ficam fora do ranking dos 10 estados mais competitivos do País

arrow-options Governo do Estado de São Paulo/Divulgação Norte e Nordeste ficaram de fora do ranking dos 10 estados mais competitivos...

Economia8 minutos atrás

Em promoção, Guanabara vende cerveja suficiente para saciar três Maracanãs

arrow-options Agência O Globo Tumulto na entrada no Guanabara no início da promoção de aniversário da varejista carioca Brigadeiro e...

Mundo9 minutos atrás

Dois tigres lutam em disputa feroz por fêmea; assista ao vídeo

arrow-options Reprodução/Twitter Vídeo registra momento em que dois tigres entram em briga feroz para ver qual deles conseguiria acasalar com...

Mundo9 minutos atrás

Mãe mata filha asfixiada para se vingar do ex e esconde corpo em porta-malas

arrow-options Reprodução/Mirror Corpo da criança foi guardado no porta-malas do mesmo carro em que a mãe tentou suicídio. Com o...

Mulher10 minutos atrás

Saiba quais erros não cometer na primeira conversa em apps de relacionamento

Muitas pessoas optam pelo uso de aplicativos de relacionamento para encontrar um par. Apesar de ser fácil, é preciso ter...

Saúde1 hora atrás

11 sintomas do HIV que você precisa conhecer

E se eu lhe disser que os primeiros sintomas do HIV se parecem mais com um resfriado comum do que qualquer outra...

Entretenimento2 horas atrás

Sem Graciele, Zezé Di Camargo reencontra Zilu Godoy

Zezé Di Camargo e Zilu Godoy colocaram, mais uma vez, as diferenças de lado pela família. Em pé de guerra...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana