conecte-se conosco



Nacional

PM bolsonarista Gabriel Monteiro é acusado de transfobia em gravação; veja

Publicado

em


source
monteiro
Reprodução/Instagram

PM Gabriel Monteiro se envolveu em polêmica após entrevista com assalto falso

O Polícial Militar e youtuber bolsonarista Grabriel Monteiro, que ficou conhecido depois de associar seu coronel, filiado ao PSOL, de estar envolvido com o tráfico no Rio, foi acusado, nesta sexta-feira (31), de forjar um assalto falso durante uma gravação e ser transfóbico com um entrevistado.

O caso foi denunciado pelo perfil @bixadolimbo. Segundo ela, a situação aconteceu no bairro da Lapa. O PM Gabriel Monteiro a teria chamado para fazer uma entrevista e ela não teria o reconhecido, pois ele estava de máscara. O objetivo da entrevista era falar sobre o fim da Polícia Militar, porém, no meio da conversa, o PM teria finjido um assalto com a ajuda de colegas e pediu para que a entrevistada chamá-se a polícia.

“Era um grupo de pessoas pedindo uma entrevista sobre o fim da Polícia Militar, perguntou minha identidade de gênero, falei que era feminina e depois que rolou a “simulação” de assalto ele começou a me chamar de homem e falando que me *** porque fiquei defendendo o fim da polícia”, disse em seu Twitter.

O objetivo era provar que as pessoas que defendem o fim da polícia sempre acabam recorrente à força de segurança quando precisam, demonstrando assim uma incoerência de posicionamento.

Após o assalto fake, a entrevistada se sentiu ofendida e enganada pela situação e pediu para que o PM apagasse o vídeo, mas ele não o fez, e ainda começou a tratar de maneira desrespeitosa a entrevista, que é mulher trans.

“Comecei a gravar e falei que aquilo era crime e ele começou a me chamar de senhor e ser transfóbico”, afirma.

Polêmico

O PM bolsonarista Gabriel Monteiro já se envolveu em outras polêmicas antes. Ele ficou cinhecido por fazer vídeos no YouTube e, principalmente, após gravar escondido uma conversa com seu superior,  o coronel Ibis Pereira, afirmando que, por ter relações com o partido de esquerda PSOL, ele teria ligações com o tráfico de drogas e com membros de organizações criminosas do Rio.

Após o ocorrido, o PM chegou a ser afastado da corporação e sofreu processo disciplinar. Após o ocorrido,  ele chegou a receber apoio de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

Veja, na sequência, as publicações e o vídeo da polêmica com o PM:














Comentários do Facebook

Nacional

Pastor compara gays a câncer e Aids é condenado a pagar R$ 100mil

Publicado

em


source
pastor
Divulgação

A declaração foi feita quando Ezequiel estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o pastor e ex-secretário Ezequiel Cortaz Teixeira pague uma indenização de R$ 100 mil em benefício da população LGBTI+ do Rio. Ele foi condenado por ter afirmado que acreditava na cura gay , comparando a homossexualidade a doenças graves, como Aids e câncer. As informações são do jornal O Dia.

A declaração do pastor foi feita quando ele estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, em 2016. A indenização por danos morais deverá ser revertida para ações do programa Rio Sem Homofobia, do governo do estado.

“O conceito de direitos humanos, como se sabe, perpassa pela garantia fundamental e universal que visa a proteção de todos os indivíduos e extratos sociais, sem descriminação, face a ações ou missões que sequer tendam a abolir direitos ou possam macular a dignidade, honra e imagem dos indivíduos”, diz o juiz responsável pelo caso, Sandro Lucio Barbosa Pitassi.

De acordo com ele, “é notória a violação e os prejuízos maiores no que se refere à imagem da população LGBTI+”, principalmente por ocupar, na época, um “cargo político de grande relevância social”, completa.

A decisão também determina que o ex-secretário faça a divulgação do inteiro teor da sentença em veículo de grande circulação no Estado do Rio, no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária que pode variar de R$ 500 a R$ 100 mil.

Comentários do Facebook
Continue lendo
São Mateus12 minutos atrás

Projeto Tamar seleciona 20 voluntários para atuar em Guriri

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação em Tartarugas Marinhas e Biodiversidade Marinha do Leste – CENTRO TAMAR ICMBio –...

Entretenimento13 minutos atrás

Veja mais fotos do casamento de Gretchen com Esdras de Souza

Gretchen se casou novamente na última quarta-feira (30). O escolhido da vez foi o saxofonista Esdras de Souza, que ela...

Policial13 minutos atrás

PM apreende droga, munição e 12 armas em Pancas e Alto Rio Novo

Policiais militares do 8º Batalhão deflagraram uma operação de repressão ao crime, nesta quinta-feira (01), na qual foram cumpridos diversos...

Nacional13 minutos atrás

Pastor compara gays a câncer e Aids é condenado a pagar R$ 100mil

Divulgação A declaração foi feita quando Ezequiel estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos...

Economia13 minutos atrás

Bolsonaro sanciona projeto de lei que proíbe barragens como a de Brumadinho (MG)

Foto: Isac Nóbrega/PR Bolsonaro sanciona lei que proíbe construção de barragens como a de Brumadinho (MG) Nesta quarta-feira (30), o ...

Esportes13 minutos atrás

Thiago Monteiro vence e se garante na terceira rodada de Roland Garros

Sem ceder sets pelo segundo jogo seguido, o cearense Thiago Monteiro fez mais uma vítima em Roland Garros, em Paris...

Esportes14 minutos atrás

Botafogo demite técnico Paulo Autuori

O Botafogo terá o Cuiabá-MT pela frente nas oitavas de final da Copa do Brasil. Em outro campeonato, o Brasileirão,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!