conecte-se conosco


Política

Plenário: quatro matérias aguardam parecer oral

Publicado

em

Quatro matérias aguardam em plenário, nesta terça-feira (12), parecer oral de comissões permanentes da Assembleia Legislativa. A sessão ordinária começa às 15 horas e, entre as urgências, está o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 87/2019, de Enivaldo dos Anjos (PSD), que susta os efeitos do Provimento 35/2019, da Corregedoria Geral da Justiça do Tribunal de Justiça (TJES). A matéria visa derrubar decisão do TJES que desativa serventias extrajudiciais deficitárias e anexação dos seus acervos à serventia afim. Na sessão de segunda-feira (12), o deputado Gandini (Cidadania) pediu prazo para relatar a matéria na Comissão de Justiça. 

Também estão em prazo em comissões para emissão de parecer dois projetos da deputada Iriny Lopes (PT). No colegiado de Finanças, o deputado Euclério Sampaio (sem partido) analisa o Projeto de Lei (PL) 618/2019, que institui a política de pagamento da meia-entrada aos estudantes nas corridas de ruas e circuitos no Estado. Na sessão de segunda, a matéria recbeu parecer favorável das comissões de Justiça e Turismo e Desporto. 

O PL teve duas emendas acolhidas provenientes da Procuradoria da Casa: uma que determina multa de aproximadamente R$ 3,5 mil para quem descumprir os disposto na iniciativa e outra que estabelece que, caso a proposta seja aprovada, a nova lei passe a valer 45 dias após a publicação em diário oficial.

Já o PL 686/2019, que versa sobre a proibição de utilização de substâncias nocivas em cultivos agrícolas em áreas próximas às áreas de apicultura e meliponicultura, aguarda o posicionamento da Comissão de Agricultura, cujo relator é o deputado Marcos Garcia (PV). A matéria conta com parecer pela aprovação das comissões de Justiça e Meio Ambiente.

Na sessão de segunda-feira, foi acatada uma emenda substitutiva da Procuradoria e agora a matéria passa a acrescentar itens à Lei 5.760/1998, que trata das questões envolvendo agrotóxicos no Estado. Foram mantidos do projeto original a proibição do uso de substâncias nocivas às abelhas nos cultivos agrícolas próximos de colmeias e a distância de mil metros de diâmetro para o uso de agrotóxicos e afins em áreas de apicultura e meliponicultura. Além disso, estabelece o prazo de 45 dias depois de publicação em diário oficial para a nova legislação entrar em vigor. 

Leia mais:  Fake news se combate com educação e cidadania

Ainda em prazo para emissão de parecer está o Projeto de Lei Complementar (PLC) 56/2019, do Executivo, que dispõe sobre a atuação da Procuradoria-Geral do Estado na representação judicial e extrajudicial e na consultoria jurídica do Departamento de Edificações e de Rodovias do Estado do Espírito Santo (DER-ES). A matéria está em análise na Comissão de Justiça, sob a relatoria de Gandini (Cidadania).
 

Comentários do Facebook
publicidade

Política

Bolsonaro diz que vetará aumento de pena para injúria na internet

Publicado

em

source

Agência Brasil

Bolsonaro arrow-options
Jornal de Brasília

Bolsonaro afirmou que busca a liberdade de imprensa e, por isso, não concorda com a criminalização


Leia também: “Churrasco não, a carne tá cara”, brinca Bolsonaro em conversa com jornalistas

O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (15) que vai vetar o artigo que triplica a pena para crimes de injúria cometidos pela internet. A medida está prevista no projeto de lei anticrime, aprovado na semana passada pelo Congresso Nacional.

“Vou vetar aquele artigo que fala em triplicar a pena para crimes na internet, de injúria, calúnia, difamação. Internet é território livre. Eu quero a liberdade de imprensa. Ninguém mais do que eu sou atacado na internet, não é por isso que vou querer achar que tem que criminalizar”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã deste domingo.

Segundo o presidente, outros possíveis vetos serão discutidos com os ministros do governo.

Leia também: Bolsonaro nega mudanças em ministérios e elogia trabalho de Weintraub

Bolsonaro passa o fim de semana em Brasília, sem compromissos oficiais previstos para hoje. No final da manhã, ele deixou a residência oficial para participar de um almoço no Clube do Exército, em Brasília.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Associação de Juízes critica Toffoli por concordar com ‘pacto dos três Poderes’
Continue lendo
Entretenimento4 horas atrás

Juiz federal quer processar Netflix por especial de Natal com ‘Jesus gay’

arrow-options Divulgação Especial de Natal do Porta dos Fundos traz Gregório Duvivier como Jesus Cristo e Fábio Porchat como seu...

Entretenimento4 horas atrás

Taty Zatto posa sensualíssima em ensaio fotográfico de lingerie

arrow-options Gutho Oliveira Taty Zatto, por Gutho Oliveira Taty Zatto posou para um ensaio fotográfico com sugestões de lingeries brancas...

Esportes4 horas atrás

Seleção feminina aumenta série invicta e encerra 2019 com vitória

A seleção brasileira de futebol feminino se despediu com vitória da temporada 2019. Neste domingo (15), na Arena da Fonte...

Estadual5 horas atrás

Motorista sofre sequestro relâmpago e suspeito tem traumatismo craniano depois de veículo capotar

Esse é o quarto caso de sequestro a motorista de aplicativo em duas semanas. As primeiras informações dão conta de...

Entretenimento5 horas atrás

Geisy Arruda aparece sem sutiã e empina bumbum gigante de calcinha fio dental

Na tarde deste domingo (15), Geisy Arruda levou os seguidores à loucura ao publicar uma foto pra lá de sensual em seu...

Entretenimento5 horas atrás

Juiz federal quer processar Netflix por especial de Natal com ‘Jesus gay’

Divulgação Especial de Natal do Porta dos Fundos traz Gregório Duvivier como Jesus Cristo e Fábio Porchat como seu namorado...

Entretenimento5 horas atrás

Vidente faz previsões chocantes sobre as cantoras Anitta e Ludmilla em 2020

O vidente Robério de Ogum concedeu recentemente uma entrevista especial para o programa Super Pop e revelou como será o futuro de alguns famosos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana