conecte-se conosco



Agricultura

Plano Estratégico para erradicação da febre aftosa completa dois anos com evoluções em vários estados

Publicado

em

.

Criado para manter as condições sustentáveis que visam garantir o status sanitário de país livre de febre aftosa e ampliar as zonas livres sem vacinação, o Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PE-PNEFA) alcança pouco mais de dois anos de execução com evoluções nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e nos estados que compõem o Bloco I (Acre, Rondônia e parte do Amazonas e do Mato Grosso).

Nesses estados, as ações necessárias para evolução com segurança para a condição de zona de livre de febre aftosa sem vacinação apresentam bom nível de execução. Diante deste cenário, no Paraná, a última vacinação ocorreu em maio de 2019 e no Rio Grande do Sul, a última vacinação deve acontecer nos meses de março e abril deste ano.

No Bloco I, após reunião ocorrida recentemente em Manaus (AM), de forma consensual, o Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) e os integrantes do Bloco acordaram com a suspensão da vacinação, com a última etapa ocorrendo em novembro de 2019. Da mesma forma como procedido para o Estado do Paraná, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicará em abril atos normativos proibindo, no Rio Grande do Sul e no Bloco I, o uso e a comercialização da vacina contra a febre aftosa e o ingresso de animais vacinados contra a doença.

A expectativa é o reconhecimento pela OIE desses estados como zonas livres de febre aftosa sem vacinação em maio de 2021. Para isso, deverão ser conduzidas atividades que visam demonstrar a implantação na região de medidas de vigilância compatíveis com o status de livre sem vacinação.

No Bloco I, em particular, nova avaliação do Mapa ocorrerá em agosto, com objetivo de decidir se o pleito de reconhecimento a ser encaminhado à OIE abarcará o Bloco em sua totalidade ou em parte. O Ministério está trabalhando com os estados envolvidos para que o Bloco siga de forma conjunta, desde que atendidos os requisitos pactuados no PE-PNEFA.

“Mesmo diante das expectativas de avanço, a execução do PE-PNEFA de forma geral ainda depende da conclusão das ações pactuadas em parte expressiva dos estados envolvidos”, observa o diretor do DSA, Geraldo Moraes. Segundo o diretor, independentemente de qualquer previsão de calendário, o que determina a evolução de cada bloco ou UF é a implantação das ações acordadas no Plano Estratégico.

De acordo com o diretor, especificamente neste ano, agregam-se à execução do Plano as incertezas decorrentes da pandemia do coronavírus, tanto no ambiente interno como no ambiente internacional, sobretudo quanto às condições de manutenção, por parte da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), do calendário de avaliação dos pleitos dos países para reconhecimento internacional da condição sanitária.

“Estavam previstas reuniões em março e abril deste ano, com as equipes gestoras estaduais dos blocos, para avaliação da condição atual de execução do PE-PNEFA, mas tiveram que ser suspensas em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19)”, observa Moraes. 

Informações à Imprensa
[email protected]

Comentários do Facebook

Agricultura

Governo antecipa liberação de recursos do Funcafé

Publicado

em


.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está antecipando, de forma inédita, a liberação dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), como forma de apoio ao setor neste momento de crise provocada pela pandemia do novo Coronavírus. Normalmente, a liberação ocorreria na segunda quinzena de julho.

“O ministério buscou a liberação antecipada dos recursos em virtude da premente necessidade dos produtores para atender o custo de mão de obra e preparo do café no momento da colheita, sobretudo nesse ano que aumentou as exigências de proteção aos trabalhadores por conta da Covid-19”, diz o diretor de Comercialização e Abastecimento do Mapa, Sílvio Farnese,  

Farnese explica que a medida também permitirá o acesso à linha de crédito de comercialização, reduzindo a necessidade dos produtores de venderem a sua produção no momento da colheita, quando normalmente ocorre queda nos preços.

O primeiro contrato com os agentes financeiros para aplicação dos recursos do fundo em crédito aos produtores, cooperativas, industriais e exportadores deve ser assinado hoje. Na próxima semana, o recurso já estará disponível nos bancos aos interessados. 

Estão habilitados 31 bancos comerciais e bancos cooperativos para aplicação de R$ 5,7 bilhões distribuídos em: R$ 1,6 bilhão para custeio, R$ 3,45 bilhões para comercialização e R$ 650 milhões para capital de giro das indústrias. O volume de recurso para essa safra é 11,7% maior que o da safra passada.

Informações à imprensa
Inez De Podestà
[email protected]

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política1 minuto atrás

Parlamentares ambientalistas pedirão impeachment de Ricardo Salles

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL Grupo da oposição já havia pedido impeachment de Salles. Um grupo de parlamentares da Frente Parlamentar Ambientalista...

Saúde5 minutos atrás

Brasil pode ter prioridade no uso da vacina de Oxford contra covid-19

. O Brasil poderá ter prioridade no uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a covid-19. A informação...

Saúde5 minutos atrás

Rio tem 90% de UTIs para covid-19 ocupadas na rede pública

. Os leitos de unidades de terapia intensiva reservados para pacientes com covid-19 na cidade do Rio de Janeiro tinham...

Nacional10 minutos atrás

Mãe de Miguel diz que não sabia que tinha emprego na prefeitura

Arquivo familiar Mirtes com filho Miguel, de cinco anos Mirtes Renata Santana de Souza, mãe do menino Miguel , disse...

Nacional10 minutos atrás

Governo nomeia novo secretário de Vigilância em Saúde, indicado pelo centrão

Reprodução YouTube Arnaldo Correia de Medeiros é nomeado após acordo com o centrão O governo federal nomeou Arnaldo Correia de...

Nacional15 minutos atrás

No Piauí, mulher de 101 anos vence a Covid-19

Divulgação/Hospital Regional Justino Luz Francisca Carvalho Silva venceu a Covid-19 e emocionou funcionários A Covid-19 representa um desafio ainda maior...

Regional15 minutos atrás

Mais uma carga de cerveja é apreendida pela PRF em Linhares

  . A Polícia Rodoviária Federal apreendeu um caminhão que transportava engradados de cervejas e refrigerantes sem nota fiscal. O flagrante...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!