conecte-se conosco



Política

PL que cria alerta de violência tramita em urgência

Publicado

em


Foi aprovado o requerimento de urgência para o Projeto de Lei (PL) 63/2021, de Marcelo Santos (Podemos), que cria o Programa de Cooperação e Código Sinal Vermelho. O pedido foi acatado pelos parlamentares na sessão ordinária híbrida da Assembleia Legislativa (Ales) desta terça-feira (2). Agora, a matéria está apta a fazer parte da pauta da Ordem do Dia, quando deverá receber parecer oral em Plenário das comissões de Justiça, Segurança e Finanças, antes de ser votada pelo conjunto dos parlamentares.

De acordo com a iniciativa, o código “sinal vermelho” é um pedido de ajuda da mulher vítima de violência na qual ela pode sinalizar o pedido de auxílio expondo a mão aberta com um “X” no centro feito com batom vermelho, à caneta ou outro material acessível, preferencialmente, na cor vermelha. A medida está em consonância com a Lei Maria da Penha (Lei Federal 11.340/2006).

Na justificativa da matéria, o parlamentar explica que a campanha do sinal vermelho foi idealizada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para ser mais uma maneira das mulheres denunciarem a violência sofrida. Santos destaca que proposições semelhantes já foram aprovadas no Distrito Federal e Rio de Janeiro.

“Segundo os dados divulgados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020, o panorama de violência cresce contra as mulheres. Além disso, o contexto da pandemia da Covid-19, no qual foram adotadas políticas de isolamento social para desacelerar a contaminação pela doença, apenas agravou esse cenário”, lamenta.

O PL ressalta que o protocolo básico do programa prevê que quem identificar o pedido de ajuda da mulher, seja funcionário de locais privados ou de instituições públicas, deve coletar o nome da vítima, endereço ou telefone e ligar imediatamente para a Polícia Militar (PMES) no número 190 para relatar o caso.

Cooperação

Outro ponto da matéria autoriza o Poder Executivo a promover ações de cooperação para efetivação do programa com o Poder Judiciário; Ministério Público; Defensoria Pública; CNJ; AMB; órgãos de segurança pública; associações nacionais e internacionais; instituições públicas e privadas; e entidades representativas de farmácias, condomínios, hotéis e pousadas, bares e restaurantes, shopping centers e supermercados.

Por fim, o projeto estimula o Executivo a viabilizar, em conjunto com a sociedade civil e entidades de atuação na área, a construção de protocolos específicos de assistência e segurança às mulheres em situação de violência para serem aplicados no momento em que a vítima efetuar o pedido, mesmo que impossibilitada de informar os dados pessoais. Deverão ser feitas campanhas para o conhecimento das mulheres de mais essa ferramenta de enfrentamento à violência.

Caso a proposta seja aprovada e, posteriormente, sancionada ou promulgada, a nova legislação deve entrar em vigor na data de sua publicação em diário oficial.
 

Comente Abaixo
Economia24 minutos atrás

Os melhores bolões para apostar na Dupla de Páscoa

Começou a contagem regressiva: faltam apenas 1 semana para o grande sorteio de R$ 30 milhões da Dupla de Páscoa...

Economia24 minutos atrás

Além das lives: setor de eventos para área empresarial se reinventa na pandemia

Divulgação / MM Eventos Durante 2020, a MM Eventos realizou transmissões semi-presenciais, com a equipe de produção, e totalmente virtuais...

Mulher24 minutos atrás

“Quero que as pessoas trans se mantenham fortes”, diz modelo Alice Felis

Léo Fegherazzi Modelo Alice Felis fala sobre vida após agressões, carreira profissional e confirma participação em reality Resumo 8 meses...

Esportes24 minutos atrás

Flamengo conhece seus adversários na fase de grupos da Libertadores 2021

No início da tarde desta sexta-feira (09), o Flamengo ficou conhecendo seus adversários na fase de grupos da Libertadores 2021,...

Tecnologia29 minutos atrás

Hackers querem roubar dados sobre a sua saúde; saiba por que e se proteja

Unsplash/National Cancer Institute Médicos estão na mira de hackers Resumo Sobretudo com o uso da telemedicina, hackers estão mirando em...

Tecnologia1 hora atrás

Netflix: confira os lançamentos para aproveitar no final de semana

Unsplash/Thibault Penin Veja os lançamentos da semana na Netflix Uma lenda da música country recebeu uma homenagem à altura em...

Carros e Motos1 hora atrás

Veja cinco versões do Volkswagen Up! que nunca tivemos no Brasil

Resumo Lançado em 2014 no Brasil, o Volkswagen Up brasileiro era mais longo que o europeu Linha 2021 tinha espaço...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!