conecte-se conosco


São Mateus

Pitbull, sem dinheiro e planejamento, corre risco de não disputar o Capixabão 2020

Publicado

em

 

Com uma série de problemas, inclusive trabalhistas, a Associação Atlética São Mateus está confirmada para estrear na competição dia 25 de janeiro na abertura contra o Vitória

O apaixonado torcedor do Pitbull vive a expectativa de assistir mais uma vez o time ficar fora do Capixabão da Série A ou até mesmo participar da competição, mas cair para a 2ª Divisão. Com uma série de problemas, inclusive trabalhistas, a Associação Atlética São Mateus está confirmada para estrear na competição dia 25 de janeiro na abertura contra o Vitória, atual campeão, no Estádio Salvador Venâncio da Costa, na Capital.

Nem o mais ilustre matemático Oswald de Souza conseguiria encontrar uma solução para “arrumar dinheiro” para dar condições de contratar jogadores e montar uma estrutura digna de um representante da cidade de São Mateus. Mas, como quem não tem cão caça com gato, como diz o velho ditado popular, sem o ilustre matemático, o Pitbull vai da prata da casa, o treinador Vevé.

É ele que, nestas alturas, a pouco mais de um mês para a estreia tenta arrumar forças para uma participação digna do nome do Pitbull. Na sua versão, seriam necessários pelo menos R$ 300 mil para formar um time competitivo, dinheiro este que poderia ser disponibilizado pela administração municipal, mas, apesar dos esforços da Secretaria de Esportes, está longe de ser confirmado. “Temos que planejar tudo, desde a contratação e manutenção dos jogadores, até viagens, despesas com alimentação e medicamentos, sem contar a Comissão Técnica”, lembra o treinador que até agora já contatou 22 jogadores, mas não tem a garantia que todos serão contratados.

Para que isso ocorra, a administração tem que agir rápido para garantir repasse do dinheiro que seria suficiente, a princípio, para arcar com as despesas. “Nossa preocupação é que venha acontecer como no ano passado quando o São Mateus foi notícia na imprensa nacional quando faltava até água para os jogadores”, exemplificou Vevé.

Afora estes problemas para a formação do elenco, a Associação enfrenta outros como liberação do estádio Sernamby pela Justiça do Trabalho e melhoria nas condições físicas.  Para isso, segundo Vevé, tem sido fundamental a ajuda de torcedores e simpatizantes que voluntariamente fornecem materiais como tinta, lajota e cimento, utilizados em pequenos reparos. “Mas contamos com ajuda do prefeito nestas horas”, resumiu confirmando que na sua matemática seriam necessários no mínimo R$ 300 mil para montar uma estrutura digna de um representante de São Mateus no Capixabão 2020.   

Vale lembrar que o Pitbull voltou à elite do futebol capixaba este ano depois de conquistar a Segundinha do ano passado. Por acaso não entrar em campo este ano, pode ficar até dez anos fora de competições oficiais e ainda ter que pagar multa que gira em torno de R$ 100 mil.

O secretário de Esportes Jasson Barcelos informou que foi feito um esforço junto ao empresariado local e o prefeito Daniel Santana que disponibilizou seu próprio salário, para destinar R$ 50 mil em cota única para a Associação. “Dentro de até 15 dias este recurso vai estar à disposição e vamos esperar que a diretoria aceita”, informou. 

Comentários do Facebook
Leia mais:  Conta de energia tem reajuste de 15,87% no Espírito Santo
publicidade

São Mateus

Diretor da PetroCity garante construção de Porto em São Mateus

Publicado

em

Com o apoio de líderes comunitários e empresariais, o presidente do grupo PetroCity, José Roberto Barbosa, garantiu nesta tarde de terça-feira (21) a construção do Complexo Portuário de São Mateus, em Urussuquara, na região sul do litoral do município.

A declaração ocorreu em função da divulgação semana passada informando que o Instituto Estadual de Meio Ambiente (IEMA) teria se manifestado contrário à liberação de licença ambiental para liberação do início das obras. José Roberto concedeu entrevista à imprensa de São Mateus e informou que, devido ao atraso na liberação, já projeta prejuízos de milhões para o grupo PetroCity.

José Roberto Barbosa, presidente do grupo PetroCity

Na entrevista concedida em um hotel na chegada de São Mateus, José Roberto, além de garantir a construção do Complexo Portuário, revelou que existem interesses ocultos em prejudicar a efetivação do investimento em São Mateus e atribuiu ao presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo notícias que inviabilizariam o empreendimento, “o que não corresponde com a verdade”, disse.

Presidente da Câmara de Vereadores de São Mateus, Jorge Recla

APOIO
Acompanharam a entrevista empresários, políticos e lideranças da região de Urussuquara, Nativo e Campo Grande, que serão beneficiadas com a construção do porto, bem como o presidente da Câmara de Vereadores de São Mateus, Jorginho Cabeção, que reiterou total apoio ao empreendimento.

O vereador disse que “existem manobras políticas para tirar o porto de São Mateus, mas que isso não vai acontecer. Iremos até as últimas consequências para evitar que isso ocorra. A construção do porto vai transformar o município o maior polo empresarial do Norte Capixaba”, prevê Jorginho Cabeção.

José Roberto informou que o corpo jurídico da PetroCity está se movimentando no sentido de recorrer ao Instituto Brasileiro de meio Ambiente (Ibama) para que o órgão passe a ser o responsável pela liberação da licença para início das obras, caso o Iema continue protelando a liberação. “A cada dia que passa estaremos perdendo tempo e o projeto fica prejudicado. Além de milhões investidos, estamos também com o projeto trazendo milhares de empregos diretos e indiretos para São Mateus e região”, desabafou o diretor.

Lideranças comunitárias de Urussuquara, Nativo e Campo Grande, que participaram da entrevista coletiva com José Roberto, garantiram que toda a região será beneficiada com a construção do porto, com geração de emprego e valorização imobiliária. “Estamos aqui para garantir que o porto tem todo o nosso apoio”, revelou Adeci de Sena, um dos líderes.

Jacimar Zanelato, da Assenor (Associação Empresarial Litoral do Norte do Espírito Santo), também participou do encontro e manifestou total apoio ao empreendimento, o mesmo acontecendo com o empresário Cássio Caldeira. “O porto para nós é uma imensa necessidade”, disse.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Câmara de São Mateus homenageia personalidades femininas, entre elas a vice Governadora em sessão solene
Continue lendo
Agricultura18 minutos atrás

Novo episódio do Mapacast fala sobre Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Vegetal

O coordenador-geral de Qualidade Vegetal, Hugo Caruso, fala sobre o Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos...

Esportes18 minutos atrás

Palmeiras vence Santos na Copa Santiago

O Palmeiras derrotou o Santos nesta terça (21) por 3 a 0 em jogo válido pelo grupo B da 32ª...

Saúde18 minutos atrás

Arenavírus: pessoas que tiveram contato com paciente são monitoradas

O Ministério da Saúde (MS) tranquilizou a população sobre a transmissão de febre hemorrágica no país. Em entrevista à imprensa...

Saúde19 minutos atrás

Laboratórios recolhem medicamentos para úlcera no estômago

Os laboratórios Medley e Aché decidiram recolher lotes de medicamentos com cloridrato de renitidina por suspeita de uma possível contaminação...

Saúde19 minutos atrás

Análise encomendada pela Backer nega contaminação da água

Resultados divulgados nesta terça-feira (21) pela cervejaria Backer apontam que, ao contrário de parecer do Ministério da Agricultura, Pecuária e...

Entretenimento1 hora atrás

Inimigos da HP agitarão pré-Carnaval de SP com bloco “Toca Um Samba Aí”

Os foliões que estão ansiosos para o Carnaval 2020 já podem comemorar e começar a se preparar para os dias...

Estadual1 hora atrás

Marca de produtos esportivos é condenada por enviar mais itens que o encomendado por loja

Em decisão, o juiz entendeu que a cobrança dos produtos não solicitados era indevida. Uma marca de produtos esportivos foi...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana