conecte-se conosco



Nacional

PGR pede soltura de ex-secretário de saúde do Rio, Edmar Santos

Publicado

em


source
Edmar Santos
Reprodução

Edmar Santos é investigado por esquema de fraude em compra de respiradores no Rio

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta segunda-feira (13), a soltura de Edmar Santos, ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro. O pedido da PGR foi enviado ao presidente do STJ, o ministro João Otávio Noronha.

Segundo a PGR, os fatos investigados pelo Ministério Público do Rio na operação Mercadores são iguais à investigação da operação Placebo, que está sendo conduzida pela PGR.

O pedido feito é para que os inquéritos e ações decorrentes da Mercadores do Caos sejam deslocados para o STJ, que seria o órgão competente sobre o caso.

O ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, foi preso na última sexta-feira (10), em uma operação do Ministério Público do Rio de Janeiro. Edmar é apontado como integrante da organização criminosa que fraudou contratos de compra de respiradores pulmonares para atendimento de pacientes com covid-19.

Comentários do Facebook

Nacional

Jovem tem cabeça decapitada e jogada na rua

Publicado

em

Agentes ainda buscam corpo de Guilherme Bravo, de 17 anos, que não tinha antecedentes criminais e usava máscara contra a covid-19; crime ocorreu no subdistrito de Guarus

Polícia Civil de Campos investiga o assassinato de um adolescente de 17 anos no subdistrito de Guarus. Poderia ser mais um crime numa região violenta da cidade, disputada por facções criminosas. Mas detalhes grotescos causam espanto. Moradores presenciaram um homem em uma moto jogar um saco plástico no meio da rua, no Parque Presidente Vargas. Dentro dele, uma cabeça humana, ou parte dela. Os policiais da 146º DP ainda buscam pelo corpo.

Nesta terça, a vítima foi identificada como Guilherme Gomes Bravo. Parentes do rapaz o teriam identificado a partir de imagens de sua cabeça que circularam por redes sociais e aplicativos de mensagem. Na noite de segunda, os parentes e conhecidos de Guilherme chegaram a interditar brevemente a BR-101, próximo à região do crime, para cobrar uma solução para o caso e exigir que o corpo fosse encontrado.

A primeira suspeita poderia ser crime de revanche entre facções, mas família do jovem diz que ele foi morto por engano, pois ele não tinha envolvimento com o tráfico ou outra atividade criminosa. A polícia confirma que Guilherme não tinha antecedentes criminais.

De acordo com os parentes do morto, Guilherme estava na casa da avó, no Parque Aeroporto, e de lá foi visitar uma tia. Ao voltar para a casa da avó, percebeu que havia deixado o celular para trás. De bicicleta, ele retornou para buscar o aparelho, mas nunca chegou lá. Ele estava de camisa, bermuda jeans, um boné azul, e usava uma máscara de estilo camuflado, respeitando a obrigação do uso do equipamento contra o coronavírus.

Guilherme morava com a mãe, o padrasto e oito irmãos no conjunto de casas populares do Parque Santo Amaro, em Guarus, nas proximidades do Boa Vista.


(*O Dia)

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!