Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
conecte-se conosco


Polícia Federal

PF desarticula organização que fraudava o INSS

Publicado

em

Curitiba/PR – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã, 06/12, a operação *Crotalus, com o objetivo de desarticular organização criminosa que fraudava os cofres públicos por meio de fraudes em benefícios do INSS. As fraudes chegam aos R$ 2 milhões até o momento.

Policiais Federais estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Cascavel e Marechal Cândido Rondon no Paraná e em Bombinhas, em Santa Catarina, além de um mandado de prisão em nome de um dos investigados, porém relacionado a outra investigação em crime de moeda falsa.

A investigação teve início em 2017 em razão da suspeita de recebimento indevido de um benefício previdenciário de pensão por morte, em decorrência do suposto óbito da esposa. Investigações mostraram que ambos não existiam: o viúvo e a suposta esposa morta.

Após as diversas diligências realizadas foi possível constatar a existência de um sofisticado sistema de criação de pessoas fictícias, criação de pessoas jurídicas em nome de pessoas fictícias, falsificação de documentos públicos diversos, abertura de contas bancárias, aquisição de financiamentos de veículos em nome de pessoas fictícias, entre diversas outras práticas criminosas.

As diversas pessoas físicas e jurídicas criadas pela organização eram utilizadas para dificultar o rastreamento dos reais autores das fraudes.

Em razão desse fato foram analisados centenas de registros financeiros dessas pessoas que não existem, o que auxiliou a Policia Federal na identificação dos integrantes da organização.

Além da análise das movimentações financeiras, os integrantes também foram acompanhados veladamente durante meses por policiais federais, sendo identificados os locais onde realizavam os saques, além de outros integrantes da organização ainda desconhecidos até aquele momento.

Os quatro benefícios indevidos começaram a ser recebidos por volta de 2008/2009. O total do prejuízo aproximado até agora nesses benefícios já identificados, em valores atuais, é de cerca de 2 milhões de reais. Os benefícios fraudados eram os do limite do INSS, R$ 5.645,00.

Foram identificadas diversas empresas de fachada criadas e mantidas pelos integrantes da organização para movimentar os valores obtidos através das fraudes em face do INSS.

Com a deflagração desta operação, foram suspensos imediatamente os benefícios obtidos mediante fraude, o bloqueio de ativos de 6 pessoas físicas relacionadas direta ou indiretamente às fraudes, restrição de transferência de veículos, bloqueio dos ativos de aproximadamente 20 pessoas físicas fictícias e empresas de fachada, assim como a indisponibilidade de quaisquer outros bens e valores sob guarda, depósito ou administração de instituições financeiras no Brasil.

*Crotalus é um gênero de serpentes. A operação tem esse nome em alusão ao local onde residia um dos principais alvos e local de forte atuação da organização criminosa.

Não haverá coletiva de imprensa. Informações no telefone abaixo.

 

Leia mais:  PF desarticula grupo criminoso que praticava crimes contra dos Correios

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba-PR

Contato: 41-3251-7809
cs.srpr@dpf.gov.br

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal apreende eletrônicos e miras telescópicas

Publicado

em

Foz do Iguaçu/PR – Em ação rotineira de fiscalização e controle em estabelecimento localizado no bairro Vila Portes, nesta cidade, policiais federais apreenderam nesta sexta-feira (14/12)  grande quantidade de mercadorias estrangeiras importadas irregularmente e duas miras telescópicas para arma de fogo.

Os produtos, em sua maioria aparelhos celulares e memórias externas (pen-drives), estavam estocados em uma despensa do estabelecimento. Em razão da capacidade de zoom, ou seja de aproximação e aumento da imagem em nove vezes, as miras telescópicas apreendidas são classificadas como de uso restrito.

O proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Polícia Federal de Foz do Iguaçu/PR, onde se encontra custodiado e à disposição da justiça.

Estima-se que as mercadorias apreendidas totalizem cerca de R$ 175 mil.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu

Contato: (45) 3576-5515

 

Leia mais:  Polícia Federal deflagra operação Take Care 2 contra a pornografia infantil
Continue lendo
Direto de Brasília23 minutos atrás

João de Deus passa a ser considerado foragido pelo Ministério Público de Goiás

Divulgação/Casa Dom Inácio de Loyola MP de Goiás considera João de Deus como foragido João de Deus passou a ser...

Nacional1 hora atrás

Vereador investigado pede federalização do caso Marielle Franco

Reprodução/TV Globo Vereador Marcello Siciliano convocou entrevista coletiva na manhã deste sábado (15) para pedir a federalização das investigações da...

São Mateus2 horas atrás

Carro pega fogo no centro de São Mateus

SÃO MATEUS (ES) – Não é exagero nenhum afirmar que o centro da Cidade estava pegando fogo na manhã deste sábado...

Esportes2 horas atrás

Histórico! Aos 38 anos, Nicholas Santos conquista ouro no Mundial de Hangzhou

Após o ouro no revezamento 4x200m livre , o Brasil foi novamente representado no lugar mais alto do pódio no...

Entretenimento2 horas atrás

Kelly Key dá close no bumbum durante tarde na praia

Kelly Key começou o sábado (15) com uma visita a praia e aproveitou para fazer um registro sensual. Na imagem,...

Política2 horas atrás

Polícia italiana já está em São Paulo aguardando a prisão de Cesare Battisti

José Cruz/Agência Brasil O italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por ter cometido quatro assassinatos na década...

Internacional2 horas atrás

Polícia italiana já está em São Paulo aguardando a prisão de Cesare Battisti

José Cruz/Agência Brasil O italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália por ter cometido quatro assassinatos na década...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana