conecte-se conosco



Polícia Federal

PF deflagra segunda fase da Operação Frenesi

Publicado

em


Fortaleza/CE- A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (30/11) a Operação Frenesi 2, com o objetivo desmantelar esquema de lavagem de dinheiro decorrente de crimes previdenciários envolvendo servidor público federal e empresário.

Aproximadamente 15 policiais federais estão cumprindo três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 32a Vara da Justiça Federal, em domicílios investigados em Fortaleza/CE e Jaguaribe/CE, além de sequestro de valores equivalentes ao aporte financeiro feito pelo servidor do INSS, com o fim de instruir inquérito policial que apura indícios de atuação criminosa envolvendo lavagem de dinheiro.

As investigações, que contaram com a atuação da Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT), do Ministério do Trabalho e Previdência, tiveram início em 2020 e, a partir dos dados coletados e analisados pela PF, foram levantados indícios de que uma empresa recebeu aportes financeiros de servidor público do INSS, decorrentes de crimes anteriores de fraudes a centenas de benefícios previdenciários identificados na OPERAÇÃO FRENESI 1.

Constatou-se que o servidor do INSS constituiu empresa em sociedade com particular, com vistas à ocultação e dissimulação de valores e percepção de lucros a partir dos recursos desviados dos cofres do INSS, na tentativa de convertê-los em ativos lícitos, bem com incompatibilidade financeira dos rendimentos de servidor público com os investimentos efetuados na empresa.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de lavagem de dinheiro, com penas de 3 a 10 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85) 33924867/9.9972-0194

Comente Abaixo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!