conecte-se conosco



Polícia Federal

PF deflagra 2ª fase da Operação Download em Alagoas

Publicado

em

Maceió/AL – A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (31/5) a segunda fase da Operação Download II, com o objetivo de investigar crimes cibernéticos relacionados a conteúdo pornográfico infantojuvenil.

As investigações tiveram início em outubro de 2017, com a instauração de inquérito policial destinado a investigar o armazenamento e compartilhamento pela internet de arquivos contendo pornografia infantojuvenil por usuários localizados no Brasil, incluindo o estado de Alagoas.

Nessa segunda fase da operação, a PF deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão, sendo um realizado em uma residência utilizada pelo investigado, no município de Coqueiro Seco, e outro, em Maceió, no Centro de Monitoramento Eletrônico de Presos de Alagoas-CMEP.

Em ambos os locais, foram apreendidos um computador, um notebook, além de smartphones, mídias CDs e DVDs, todos com suspeita de armazenarem arquivos contendo material de pornografia infantojuvenil. Os materiais apreendidos foram encaminhados para perícia técnica e serão juntados ao inquérito policial que apura o crime.

A Polícia Federal esclarece que contou com todo o apoio da direção do CMEP para o sucesso da investigação e para identificação e apreensão dos equipamentos. O suspeito não é servidor do Centro de Monitoramento Eletrônico de Presos de Alagoas-CMEP, apenas presta serviços de manutenção em equipamentos do órgão. O mesmo foi ouvido pela autoridade policial.

Breve histórico

Em 2017, a Operação Download cumpriu um mandado de busca e apreensão, sendo apreendidas mídias digitais contendo o material ilícito. Um dos investigados não foi identificado à época. A investigação continuou até que, em 2019, foi comprovado que o mesmo voltou à atividade ilícita, sendo finalmente identificado.

 

 

Contato: (82) 3216-6723/6729 ou (82) 9327-7671
[email protected] ou [email protected]

Comentários do Facebook

Polícia Federal

PF efetua prisão de suspeito de praticar crime sexual

Publicado

em


.

Dionísio Cerqueira/SC – Nesta sexta-feira, 5/6, a Polícia Federal deu cumprimento a mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo Federal de Chapecó/SC, em desfavor de um homem residente em São Miguel do Oeste/SC, tendo em vista indícios da prática de crime sexual contra pessoa vulnerável.

O suspeito foi preso recentemente pela Polícia Civil de São Miguel do Oeste/SC pela posse de material contendo pornografia infantil, ocasião em que foram apreendidos equipamentos de informática em seu poder, que posteriormente foram encaminhados à Polícia Federal para continuidade da investigação. 

Na perícia desses equipamentos, foram encontrados indícios de que o suspeito teria praticado atos libidinosos com menor de idade. 

Na data de hoje, além da prisão do suspeito, foram apreendidos equipamentos de informática e um telefone celular, os quais podem conter outras provas do ilícito investigado, razão pela qual serão submetidos a exames periciais. 

O crime de estupro de vulnerável é previsto no art. 217-A do Código Penal, com pena prevista de 8 a 15 anos de reclusão.  

As ações contaram com o apoio da Polícia Civil de São Miguel do Oeste/SC.

 

Delegacia de Polícia Federal em Dionísio Cerqueira

[email protected]| www.pf.gov.br

Contato: (49) 3644-6300

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!