conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate crimes contra a Previdência

Publicado

em

Curitiba/PR – A Polícia Federal, em ação conjunta com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deflagrou nesta terça-feira (14/5) a Operação Octopus, nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa (Orcrim) especializada em fraudar aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e pensões por morte. 

Cerca de 70 policiais federais cumprem 17 mandados de busca e apreensão e 2 de prisão temporária, expedidos pela 23ª Vara Federal de Curitiba, com o apoio de 10 servidores da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. As medidas judiciais estão sendo cumpridas nas cidades paranaenses de Curitiba, Araucária e Pontal do Paraná, além de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, Erechim e Marcelino Ramos, no Rio Grande do Sul. Foi determinado, ainda, o arresto de bens e bloqueio de contas bancárias dos envolvidos, bem como o afastamento dos servidores do INSS, de cargos de chefias e das atividades de concessão de benefícios previdenciários. 

As investigações iniciaram em 2017 a partir de notícias recebidas pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (COINP) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, sendo identificado que a organização criminosa atuava pelo menos desde 2013.

Para o cometimento dos crimes, foram criados cerca de 800 vínculos empregatícios fictícios para mais de 500 trabalhadores. Os vínculos fraudulentos inseridos nos sistemas do INSS cobrem uma faixa de tempo de serviço de 1 a 15 anos.

As investigações revelaram que a organização estava sendo chefiada por um agenciador de aposentadorias, reincidente em crimes contra a Previdência. Há fortes indícios de que o esquema criminoso conte com a participação de dois servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), três contadores, dois advogados e outros intermediários de benefícios previdenciários.

Leia mais:  PF reprime crimes praticados contra os Correios

Impetuosos, os criminosos criaram vínculos falsos para seus próprios familiares, de primeiro e segundo graus. Os que obtiveram benefícios irregularmente terão suas aposentadorias revisadas pela autarquia previdenciária.

A COINP estima o prejuízo em cerca de R$ 3,7 milhões com o pagamento de 52 benefícios obtidos de forma fraudulenta. Contudo, com a deflagração desta operação e o consequente desmantelamento da ORCRIM, o valor do prejuízo evitado à nação é de aproximadamente R$ 25,6 milhões, levando-se em consideração a expectativa de sobrevida da população brasileira.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato majorado e inserção de dados falsos em sistemas corporativos do Governo Federal, com penas previstas de até 20 anos de prisão se somadas. 

O nome Octopus foi escolhido em alusão aos tentáculos do polvo, assemelhando-se ao modus operandi utilizado pela ORCRIM para alcançar seus objetivos.

Os presos e o material apreendido foram encaminhados à Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná, onde permanecerão à disposição da justiça.

Não haverá coletiva de imprensa.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
publicidade

Polícia Federal

PF combate concussão e lavagem de dinheiro em Vila Velha/ES

Publicado

em

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (19/7) a Operação Endosso, com o objetivo de desarticular suposto esquema criminoso voltado à prática de Rachid, perpetrado por um vereador do município de Vila Velha. A operação foi realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Espírito Santo, e em decorrência das ações realizadas no Fórum de Combate à Corrupção no Espírito Santo – FOCCO/ES.

Aproximadamente 20 policiais federais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão, nas cidades de Vila Velha/ES e Viana/ES, nas residências dos envolvidos.

As investigações apontaram que alguns assessores devolviam parte da remuneração que recebiam da Câmara Municipal de Vila Velha para o vereador que os indicou. Os repasses eram realizados através de saques de contas bancárias dos assessores acompanhados de imediatos depósitos em contas de terceiros, além da conta de uma empresa do vereador.

Os investigados poderão responder pelos crimes de concussão (art. 316 do CPB) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei 9.613/98), cujas penas somadas poderão alcançar 4 a 14 anos de reclusão.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
Leia mais:  Operação Vitare Periculum investiga ameaça em Instituto Federal na Paraíba
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Nacional25 minutos atrás

São Paulo tem dia ensolarado e campanha de vacinação contra gripe na estação Sé

arrow-options shutterstock Metrô tem campanha de vacinação gratuita nesta semana A previsão do tempo para São Paulo indica máxima de...

Nacional1 hora atrás

Temperaturas voltam a aumentar e São Paulo tem máxima de 27ºC nesta terça

arrow-options Larissa Pereira/ iG São Paulo Pôr do sol na estação Tamanduateí, em São Paulo Após uma semana com baixas...

Tecnologia2 horas atrás

WhatsApp chega para celulares KaiOs: básicos e com preços acessíveis

arrow-options shutterstock whatsapp Nesta segunda-feira (22), o sistema operacional  KaiOS anunciou  via Twitter uma parceria com o Facebook para disponibilizar...

Tecnologia2 horas atrás

Uber começa a testar serviço mensal de assinatura para todos seus aplicativos

arrow-options shutterstock Uber testa serviço de assinaturas O próximo passo para a Uber fidelizar seus clientes será em forma de...

Esportes4 horas atrás

São Paulo goleia Chape e reencontra caminho das vitórias no Brasileirão

Depois de mais de dois meses, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Tricolor...

Entretenimento5 horas atrás

Ex-Dominó bonitão, Klaus Hee pode integrar elenco de “A Fazenda 11”

Andam dizendo por aí que Klaus Hee é um dos favoritos para compor o elenco da décima primeira edição de...

Nacional8 horas atrás

Bolsonaro será “muitíssimo bem recebido” na Bahia, opina porta-voz

arrow-options Alan Santos/PR Porta-voz da Presidência acredita que Bolsonaro será bem recebido na Bahia Após polêmica envolvendo governadores do Nordeste,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana