conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate crime de pornografia infanto-juvenil via web

Publicado

em

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (7/2) a Operação Boogeyman*, que visa combater o compartilhamento de material de pornografia infanto-juvenil através da internet, no estado do Amapá.

Nesta operação, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão, em Macapá/AP. No momento da busca, um indivíduo, de 31 anos, foi preso em flagrante na posse de mais de 40 Gb de arquivos com imagens de abuso sexual, que foram apreendidos.

Durante as investigações foi identificado, por meio da utilização de software específico, o local de onde ocorrem os compartilhamentos e provavelmente onde estão armazenados os arquivos contendo imagens e/ou vídeos pornográficos infantil-juvenil. Essa prática criminosa vem ocorrendo desde o ano de 2017.

O preso foi conduzido à Superintendência de Polícia Federal para prestar depoimento e responderá, pelos crimes de compartilhamento e armazenamento de registro contendo pornografia de criança ou adolescente. Se condenado, as penas podem chegar a 10 anos de reclusão.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

[email protected] | www.pf.gov.br

(96) 3213-7500

 

* O nome Boogeyman (monstro da cultura inglesa) é um fantasma sombrio e amorfo, que se esconde em lugares obscuros para assustar vítimas inocentes. Ele é mais um incômodo do que um perigo, e o seu poder é facilmente neutralizado pelo brilho da luz.

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
Leia mais:  PF e Força Nacional apreendem contrabando e veículo roubado
publicidade

Polícia Federal

PF combate crimes ambientais em São Sebastião

Publicado

em

São Sebastião/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12/7) a Operação Detectoristas Detectados, para apurar denúncia de que alguns integrantes de um grupo estavam realizando escavações ilegais (sem autorização) no subsolo dos Sítios Arqueológicos da Lagoinha, em Ubatuba/SP; São Francisco e Morro do Abrigo, ambos em São Sebastião/SP. O primeiro sítio arqueológico é tombado pelo CONDEPHAAT – CONSELHO DE DEFESA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO, ARTÍSTICO E TURÍSTICO DO ESTADO  DE SÃO PAULO – e os dois últimos estão acautelados ao IPHAN – INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL, cadastrados no cadastro nacional de sítios Arqueológicos.

Policiais federais cumpriram três mandados de busca e apreensão domiciliar na cidade de Caraguatatuba, expedidos pela 1ª Vara Federal de Caraguatatuba. Foram encontrados e apreendidos diversos itens pertencentes a tais sítios arqueológicos, inclusive três equipamentos destinados à prospecção desses vestígios no subsolo (detectores).

Os infratores identificados serão indiciados por incorrerem, em tese, nas sanções do art. 62, inciso I, da Lei nº 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) e ainda estarão sujeitos à aplicação de pesadas multas pelos órgãos encarregados da preservação e guarda de tais sítios arqueológicos.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
Leia mais:  Operação Vostok desarticula esquema de propinas a autoridades estaduais
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana