conecte-se conosco


São Mateus

PetroCity: novos projetos vão impulsionar negócios imobiliários em São Mateus

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – Os novos projetos apresentados pela PetroCity Portos S.A. para o Centro Portuário de São Mateus vão impulsionar não apenas os negócios imobiliários, mas também o comércio de material de construção do município a partir de janeiro de 2020, na avaliação do presidente da empresa, José Roberto Barbosa da Silva.

Enquanto aguarda as licenças provisória e de instalação do porto pelo IEMA – Instituto Estadual de Meio-Ambiente, a companhia mobiliza seus parceiros para o início das obras de construção  civil fora da área operacional do terminal, propriamente dito. José Roberto prevê para janeiro o início da construção da primeira unidade de network de portos do Brasil, inédita no mundo.

Serão duas torres, norte e sul, com 440 salas a serem ocupadas por agentes portuários em Urussuquara, contando com infraestrutura de tecnologia da informação, segurança e uma estrutura de apoio, com área de convivência, três restaurantes com capacidade para 1.500 refeições simultâneas, lanchonetes, cafés, bancos e um centro de convenções para mil pessoas. Entre as torres, o prédio administrativo da PetroCity.

PORTO CIDADE

De acordo com José Roberto, o CPSM terá um conceito totalmente novo em relação ao que se conhece de portos no Brasil. “Será moderno, funcional e limpo. Não trabalharemos com cargas sujas, apenas com cargas secas, geraremos nossa própria energia, trataremos nossa própria água a ser utilizado, bem como os efluentes gerados pela atividade”, disse o executivo.

Outra novidade anunciada esta semana por José Roberto, e trazida também para a audiência pública realizada neste dia 2 de agosto em São Mateus, é o lançamento de moeda própria, lastreada em ações da PetroCity, e que poderão ser utilizadas em transações internas, inclusive para aquisição de unidades comerciais no Porto Cidade.

 “O lançamento da criptomoeda PortoGold já está em contagem regressiva através de nosso site na internet. Diferente de outras unidades, que têm seu valor determinado pelas oscilações de mercado, a PortoGold será lastreada no próprio porto da PetroCity”, salientou José Roberto.

As obras do Porto serão executadas pela Odebrecht Engenharia e implicarão em investimentos de R$ 2,1 bilhões e têm previsão de começar em meados de 2020. Porém, em janeiro de 2020, José Roberto já prevê o início das obras da área comercial e administrativa, “que serão executadas pelo grupo paulista Augusto Coelho”.

A Augusto Coelho Engenharia atual no mercado da construção civil, com escritórios nas cidades de São Paulo e São José do Rio Preto, realizando empreendimentos em todas as regiões do Brasil. Em seu portfólio, salienta ter 35 anos de experiência e mais de 800 obras executadas.

“Os sócios criaram uma empresa com profundo conhecimento técnico, alicerçada no comprometimento do capital humano, com profissionais especializados e parceiros qualificados. A utilização de técnicas modernas de engenharia e gestão, permitem desenvolver soluções completas, atendendo aos interesses de seus clientes e parceiros com a melhor relação entre custo e benefício”, é o que diz o site da empresa..

RESIDENCIAL

Por conta da experiência do parceiro da construção civil, José Roberto tem mais uma carta na manga: a construção de um polo residencial na retroárea do CPSM, em Urussuquara.

“A transformação naquela região será radical, com respeito à natureza, sustentabilidade, energia limpa, sem poluição, mas gerando também oportunidades para a população local. Já posso ver o futuro do Espírito Santo daqui a dez anos com um novo polo de  transformação de nossa economia e elevados índices de desenvolvimento humano nas regiões Norte e Noroeste”, disse o CEO da companhia.

Isso porque, além dos investimentos em torno do porto, a PetroCity articula também a construção da Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo, cuja primeira etapa o executivo prevê para começar a ser construída em 2022, concluindo-se até 2025, margeando a BR 381 de São Mateus a Ipatinga, com três UTACs (Unidades de Transbordo e Armazenagem de Cargas) em Barra de São Francisco, Governador Valadares e Ipatinga. 

A expectativa de José Roberto é de que os primeiros empregos relacionados ao projeto comecem a ser gerados a partir de janeiro de 2020, quando ele prevê o início das primeiras obras de construção civil associadas ao complexo portuário.

Empresário anuncia primeira usina fotovoltaica para 2020

O representante da Badin Energia, Rodrigo Badin, anunciou que no primeiro semestre do próximo ano construirá uma unidade de geração de energia fotovoltaica de 2,5 MW, para começar a abastecer as operações de construção na área, mas posteriormente, para sustentar a Cidade Porto, duas novas usinas, uma termoelétrica e outra fotovoltaica, serão construídas pela empresa na retroárea do porto.

“Produziremos energia suficiente para abastecer 150 cidades como São Mateus”, disse Rodrigo, complementando que, na construção e operação das usinas de energia, serão gerados 1.100 empregos, sendo cerca de 900 na fase de construção e os outros 200 na operacional. 

A expectativa do grupo PetroCity é de gerar mais de 10.000 empregos diretos nos próximos oito anos entre São Mateus e Ipatinga. Na construção do porto, serão 3.000 empregos gerados pela Odebrecht. Depois, na operação, serão 2.500 empregos de mão-de-obra especializada, boa parte dela sendo preparada pela própria empresa em convênios com os municípios e o Serviço Nacional de Emprego (Sine).

Na construção da primeira etapa da ferrovia, e das UTACs, serão gerados 1.500 empregos na construção e outros 2.000 na operação. A Estrada de Ferro terá participação da PetroCity, que, porém, não será acionista majoritária. “Estamos mensalmente em Brasília acompanhando a tramitação do PLS 261/2018, que permitirá a construção de ferrovias pela iniciativa privada pelo regime de autorização, o que tramita muito mais rápido”, disse José Roberto.

Por conta disso, a PetroCity já deu entrada no Ibama com os termos de referência, que espera ter aprovados até o final do ano para poder começar o processo de licenciamento ambiental, que envolverá todos os municípios. Mas já está antecipando a realização de audiências públicas ao longo do trecho a ser impactado pela ferrovia, cujo projeto final prevê a ligação do CPSM a Sete Lagoas, em Minas Gerais.


(*Série de reportagens produzidas pelo jornalista José Caldas da Costa sobre os impactos dos projetos da Petrocity na economia do Norte e Noroeste do Espírito Santo)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Moradores de São Mateus voltam receber água salgada após mar invadir Rio Cricaré
publicidade

São Mateus

Instituto Perfil aposta na evolução do mercado de pesquisa

Publicado

em

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apresentou dados na tarde desta quinta-feira (17) no Rio de Janeiro, diante da pesquisa, Demografia das Empresas e Empreendedorismo.

No estudo feito pelo órgão federal, desde 2008, consta que menos da metade das empresas (47,8%), sobrevivem mais que cinco anos abertas. Exultante pela permanência no cenário nacional, encontra-se a empresa mateense de Pesquisas de Opinião, o Instituto de Pesquisas Perfil, no mercado desde julho de 2008.

“De fato não é fácil ter longevidade empresarial no Brasil, as adversidades são várias, indo desde altos impostos a pagar, até a enormidade na burocracia que o nosso setor nos impõe dia a dia”, relata o diretor Erasmo Lima.

Ainda segundo ele: “Temos ano a ano, buscado em nosso diferencial, o aprimoramento, a qualificação, a dedicação aos estudos que o tema político/eleitoral (99% de nossas contratações vem deste setor) nos demanda. Estou sempre participando de cursos, Workshops, palestras, imersões, em São Paulo, Rio, Belo Horizonte e Vitória. Estes presenciais, fora os on-lines que também fazemos. Enfim, como a concorrência é grande, precisamos ter algo diferente a apresentar para nossos clientes. Não apenas entregamos os números, procuramos entende-los e explana-los para nosso clientes”, finaliza o diretor.

Segundo a técnica da Coordenação de Cadastro e Classificações do IBGE, Denise Guichard Freire, a taxa de sobrevivência das empresas abertas por mais de um ano, é de 84,8%.

Mais informações acesse: https://www.institutodepesquisasperfil.com.br/

Comentários do Facebook
Leia mais:  Dr Facheti, juiz de São Mateus é homenageado ao se aposentar
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Estadual19 minutos atrás

Agenda das comissões traz prestação de contas de secretário da Saúde

A próxima semana (21 a 25 de outubro) da Assembleia Legislativa (Ales) contará com o secretário de Estado da Saúde, Nésio...

Estadual19 minutos atrás

Ales terá semana de atividades para servidores

Cultura, beleza, saúde e também gestão financeira. Na próxima semana os servidores da Assembleia Legislativa (Ales) serão homenageados com uma...

Estadual19 minutos atrás

Autismo: ausência de políticas públicas pauta sessão especial

Na primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Qualidade de Vida da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA),...

Estadual1 hora atrás

LOA e PPA: Defensoria reapresenta demandas

O cumprimento da Emenda Constitucional 80/2014, que determina quantidade de defensores públicos proporcional à demanda da população em cada Estado,...

Estadual1 hora atrás

TV Assembleia entrevista Coronel Quintino

O programa Com a Palavra desta segunda-feira (21) exibe a entrevista com o deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL). Em seu...

Policial1 hora atrás

Operação conjunta apreende grande quantidade de drogas e prende três suspeitos em Marataízes

A equipe da 9ª Delegacia Regional (DR) de Itapemirim, em parceria com a Polícia Militar (PMES) e a Guarda Municipal...

Policial1 hora atrás

Policiais civis prendem associação criminosa que realizava roubos na Serra

A equipe do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) prendeu três suspeitos e apreendeu um adolescente, todos envolvidos em um...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana