conecte-se conosco


Economia

Petrobras planeja instalar 13 novas plataformas em áreas de pré-sal até 2022

Publicado

em

RIO DE JANEIRO (ES) – A Petrobras divulgou nesta segunda-feira (03) um relatório, sobre a produção de Pré-sal no Brasil. Passados dez anos desde o início da sua produção, o pré-sal brasileiro chegou à marca de 1,5 milhão de barris de petróleo por dia – mais que o Reino Unido ou Omã, no Oriente Médio, cada qual com produção média de 1 milhão de bpd em 2017 – com 21 plataformas em operação. E a expectativa é que o volume produzido no pré-sal aumente progressivamente até 2022, com a entrada em operação de mais 13 plataformas e investimentos da ordem de R$ 35 bilhões. De cada quatro projetos de produção da Petrobras programados para os próximos anos, três serão instalados nessa camada.

Do primeiro óleo extraído no pré-sal em setembro de 2008 – no campo de Jubarte, na porção capixaba da Bacia de Campos – até o volume de 1,5 milhão de bpd alcançado este ano, a Petrobras experimentou um salto em seus resultados naquela camada. Apenas seis anos depois do primeiro óleo, a companhia chegou ao patamar de 500 mil bpd – e, após oito anos, ao primeiro milhão.

Em uma década, a produção acelerada no pré-sal gerou R$ 40 bilhões em participações governamentais – incluindo participações especiais e royalties. E a previsão do Plano de Negócios e Gestão da companhia para o período de 2018 a 2022 é gerar mais R$ 130 bilhões em participações governamentais a partir da produção nessa província. Se no início do desenvolvimento do pré-sal, havia dúvidas sobre a capacidade da Petrobras de tornar viável sua produção em condições tão extremas, em águas ultraprofundas, a 300 km da costa, hoje os números comprovam não só a sua viabilidade técnica e econômica, mas também o retorno para a sociedade do projeto e elevado potencial de produção futura.

Competência reconhecida

Os 36 poços mais produtivos do país estão localizados no pré-sal. Para se ter ideia, cada poço no pré-sal produz, em média, 27 mil bpd, acima da média da indústria offshore – sendo que no campo de Sapinhoá, por exemplo, apenas um poço atingiu o recorde de 42 mil bpd. A produção acumulada do pré-sal já chegou a de 2 bilhões de barris de óleo equivalente (boe).

São dez anos de sucessivos recordes de produção, de indicadores operacionais em constante evolução e de inovações reconhecidas mundialmente. São resultados obtidos graças à dedicação e ao elevado nível de capital intelectual dos profissionais da Petrobras, e à colaboração dos seus parceiros, indústria fornecedora e universidades. O pré-sal é hoje uma das áreas produtoras mais competitivas da indústria mundial.

A tecnologia teve papel fundamental nesse processo. As condições peculiares do pré-sal impulsionaram os técnicos da companhia e parceiros a conceber inovações de ponta para desenvolver essa camada. Essas inovações foram reconhecidas mundialmente pelo prêmio da Offshore Technology Conference (OTC), considerado o Oscar da indústria, recebido pela Petrobras em 2015.

“Nossos resultados no pré-sal são fruto da evolução do nosso ciclo de aprendizado e da cultura de inovação enraizada na companhia desde a sua criação. E o primeiro marco dessa escalada foi a descoberta do campo de Guaricema, em Sergipe, em águas rasas, há exatamente 50 anos: ali seria o ponto de partida de nossa presença no offshore. A partir dessa descoberta, expandimos nossas operações marítimas até chegarmos à Bacia de Campos, há 40 anos, um autêntico laboratório de inovações a céu aberto, que representou um virada tecnológica sem precedentes para a companhia”, disse a diretora de Exploração e Produção, Solange Guedes.

Avanços na construção de poços

A aceleração da curva de aprendizagem no pré-sal assegurou também uma expressiva redução do tempo de perfuração e construção dos poços, atividade que absorve cerca de 1/3 do volume de investimentos de um projeto de desenvolvimento de produção. A média de tempo utilizado para a construção de um poço marítimo no pré-sal da Bacia de Santos era, em 2010, de aproximadamente 300 dias. Em 2017 esse tempo já havia sido encurtado para cerca de 100 dias, tornando a construção dos poços três vezes mais rápida. Essa economia de tempo, aliada à eficiência nas atividades submarinas, tornou os projetos de investimento mais rentáveis.

Custos reduzidos

Além disso, o foco na otimização dos custos operacionais e na aceleração da produção, com a alta produtividade dos poços, tem se traduzido num custo médio de extração abaixo de US$ 7 por barril de óleo equivalente. Na indústria de petróleo, acelerar a produção dos projetos é sinônimo de antecipar a recuperação do capital empregado, o que é crucial para a geração de caixa e o resgate da saúde financeira da Petrobras. Quanto mais rápido a companhia colocar seus poços para produzir, mais acelerado é o retorno financeiro e menores serão os custos unitários envolvidos com a produção.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Maia reúne parlamentares para discutir a reforma da Previdência neste sábado
publicidade

Economia

IR 2019: cerca de 700 mil declarações caíram na malha fina, diz Receita

Publicado

em

source
calculadora arrow-options
shutterstock

A consulta ao último lote de restituição do IR 2019 foi liberada na segunda-feira (9)

Este ano, 700.221 declarações de Imposto de Renda da Pessoa Física ( IRPF ) caíram na malha fina por inconsistências nas informações prestadas à Receita Federal . De acordo com o órgão, esse volume corresponde a 2,13% do total de 32.931.145 formulários entregues ao Leão para prestação de contas em 2019. A consulta ao último lote de restituição do IR 2019 foi liberada na segunda-feira (9). 

As principais pendências identificadas pela Receita foram: omissões de rendimentos do titular ou de seus dependentes (falha observada em 35,6% das declarações retidas); problemas nos lançamentos de despesas médicas (25,1%); divergências entre o Imposto de Renda Retido na Fonte informado na declaração pelo contribuinte e o informado pela fonte pagadora (23,5%); e irregularidades nas deduções de previdência oficial ou privada e nas informações sobre dependentes, pensão alimentícia e outras questões (12,5%). Há também outras causas não listadas.

Ainda de acordo com o Fisco, do total de declarações retidas, 74,9% têm imposto a restituir. Além disso, 22,4% têm imposto a pagar e 2,7% apresentam saldo zero.

Como confirmar se caiu na malha fina

Para checar se a declaração caiu na malha fina, o contribuinte pode acessar o Extrato de Processamento da DIRPF, no site da Receita Federal. Para acessar o extrato da declaração, é preciso usar o código de acesso gerado na própria página ou um certificado digital emitido por uma autoridade habilitada.

Na seção “Pendências de malha”, o interessado pode identificar se a declaração está retida em malha fiscal ou se há alguma outra pendência que possa ser regularizada por ele mesmo.

Leia mais:  Assenor apresenta projeto para construção de Barragem em São Mateus

Se estiver na malha fiscal, contribuinte encontrará links nesta mesma seção para verificar o motivo da retenção e obter informações sobre os procedimentos a seguir. Constatando o erro, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.

Se não houver erro na declaração, e a pessoa tiver todos os documentos comprobatórios de suas atividades, basta aguardar intimação oficial do Fisco ou agendar pela internet o atendimento numa unidade da Receita Federal, a fim de apresentar esses documentos e antecipar a análise de sua declaração.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Mulher12 minutos atrás

Mãe desabafa sobre a realidade de receber visitas no hospital logo após o parto

“Uma foto realmente vale mais que mil palavras”, diz a norte-americana Katie Bowman. Aos 29 anos e mãe de três,...

Economia12 minutos atrás

Safra de grãos deve bater recorde em 2020 e chegar a 240,9 milhões de toneladas

arrow-options Imagem de Arquivo/Agência Brasil Safras de grãos de 2019 e 2020 baterão recordes de acordo com estimativas do IBGE...

Economia12 minutos atrás

IR 2019: cerca de 700 mil declarações caíram na malha fina, diz Receita

arrow-options shutterstock A consulta ao último lote de restituição do IR 2019 foi liberada na segunda-feira (9) Este ano, 700.221...

Policial25 minutos atrás

Polícia Militar promove Curso de Perícia e Vistoria de Segurança em Estádio de Futebol

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) promove o primeiro Curso de Perícia e Vistoria de Segurança em Estádio de...

Política25 minutos atrás

“Procuradores viciados em holofotes”, diz Lula sobre investigação do filho dele

arrow-options Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo “Recorrem a malabarismos no esforço de me atingir”, diz Lula O ex-presidente Lula afirmou...

Agricultura25 minutos atrás

INSUMO AGRÍCOLA/CEPEA: Maior preço de grãos favorece relação de troca por fertilizante, apesar de dólar elevado

Clique aqui e baixe o release completo em word.    Cepea, 10/12/2019 – O dólar se valorizou com força frente...

Internacional46 minutos atrás

Alberto Fernández toma posse como presidente da Argentina

arrow-options Reprodução/Twitter Alberto Fernández Alberto Fernández e Cristina Kirchner em cerimônia de posse Por volta das 12h desta terça-feira (10),...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana