conecte-se conosco



Saúde

Pesquisa revela aumento da ansiedade entre brasileiros na pandemia

Publicado

em

 

Uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) nos meses de maio, junho e julho deste ano revela que 80% da população brasileira tornou-se mais ansiosa na pandemia do novo coronavírus. A pesquisa, que ouviu com 1.996 pessoas maiores de 18 anos de idade, foi divulgada nas redes sociais.

“A principal conclusão da pesquisa foi que, nesse período de pandemia, as pessoas desenvolveram ou aumentaram – quem já tinha – sintomas de estresse, ansiedade ou depressão. Isso foi bem marcante, até porque, quando se comparam os nossos dados com os de outros países, como Itália e China, 80% da população da nossa amostra chegaram a reportar sintomas moderados a graves de ansiedade e 68%, depressão”, disse à Agência Brasil a professora da UFRGS Adriane Ribeiro Rosa, coordenadora da pesquisa.

Em média, nos outros países, o índice é de 30%. Para Adriane, isso tem a ver com questões socioeconômicas e culturais, como renda e escolaridade, que tendem a ser mais baixas no Brasil. “É um fator que agrava sintomas relacionados à saúde mental. A gente sabe que, se os níveis de escolaridade e de renda são bons, funcionam como proteção. Mas, se são ruins, fazem o efeito contrário”, disse a professora.

Farmacêutica de formação e com mestrado e doutorado na área de psiquiatria, Adriane explicou que os transtornos psiquiátricos têm na base o estresse. “E o que se está vivendo nesses meses é uma situação de estresse. Aí, é óbvio, vai haver um grupo que consegue lidar com essa situação, chamado resiliente, e um grupo mais suscetível, que acaba adoecendo, ou apresentando essa sintomatologia”.

Outros transtornos

A pesquisa mostrou também que 65% dos entrevistados têm sentimento de raiva; 63% sintomas somáticos, que podem ser sensação de dor, mal-estar gástrico, qualquer coisa orgânica resultante de um quadro de ansiedade; e 50% tiveram alteração do sono.

Adriane destacou que a equipe multidisciplinar de pesquisadores do Laboratório de Psiquiatria Molecular da UFRGS e do Hospital de Clínicas de Porto Alegre identificou as características do grupo que apresenta mais sintomatologia. “São as mulheres, os mais jovens, os de menor renda e menor escolaridade, e os que já tinham alguma história prévia de doença psiquiátrica”, revelou a professora.

Este foi o primeiro estudo brasileiro com o propósito de rastrear a prevalência de sintomas psiquiátricos na população brasileira em função da pandemia publicado em revista internacional, o Journal of Psychiatric Research (Covid-19 and Mental Health in Brazil: Psychiatric Symptoms in the General Population“).

Segundo Adriane, os dados servem para chamar a atenção para o fato de que a covid-19 não ataca só o pulmão e a respiração, tendo também sequelas emocionais. “Disso, a gente já sabe de estudar pandemias passadas. Tais sintomas podem inclusive persistir. Não é algo que vai acabar quando acabar a pandemia. Uma pessoa que tenha um quadro de ansiedade ou depressão pode continuar com esse quadro por um longo período.”

A coordenadora da pesquisa da UFRGS) ressaltou a necessidade de alertar os órgãos governamentais e os responsáveis pela saúde privada para que essas pessoas sejam atendidas. Para Adriane, o impacto da pandemia na saúde mental deve ser considerado crise de saúde pública. Ela não descartou a possibilidade de nova pesquisa mais à frente, quando a situação estiver mais tranquila e já existir a vacina contra a covid-19, para que se possa fazer um comparativo do quadro durante e após a pandemia.

Edição: Nádia Franco


Fonte: EBC Saúde

Comente Abaixo
Nacional1 hora atrás

Sol e calor nesta sexta em São Paulo

iG São Paulo Previsão do tempo desta sexta (27) é de calor Sol e calor marcam a previsão do tempo desta...

Nacional7 horas atrás

TSE garante que sistema eleitoral está seguro e preparado para o segundo turno

Antonio Augusto/Ascom/TSE Urna eletrônica e leitor biométrico O  Tribunal Superior Eleitoral (TSE ) garantiu nesta quinta-feira (26) que o sistema...

Entretenimento7 horas atrás

Vídeo mostra mãe de Neymar viajando com o ex-namorado Tiago Ramos

Reprodução/Instagram Nadine e Tiago Ramos Nadine Gonçalves foi vista junto com Tiago Ramos em um voo. Vale lembrar que a...

Saúde7 horas atrás

Covid-19: Brasil tem 171 mil mortes e 6,2 milhões de casos acumulados

O número de casos acumulados de covid-19 passou de 6.166.606 para 6.204.220 entre ontem e hoje (26) . Nas últimas...

Saúde7 horas atrás

Covid-19: Saúde anuncia recursos para leitos e programa de imunização

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou hoje (26) que recursos remanescentes para o enfrentamento da pandemia de covid-19 serão...

Saúde7 horas atrás

DF oferecerá teste genético a mulheres com risco de câncer de mama

O governador Ibaneis Rocha sancionou hoje (26) lei que obriga os hospitais públicos do Distrito Federal (DF) a realizarem teste...

Nacional8 horas atrás

Bolsonaro diz que nunca chamou Covid-19 de gripezinha; vídeo prova o contrário

Facebook/Reprodução Bolsonaro mentiu dizendo que nunca chamou Covid-19 de gripezinha O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje (26), durante...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!