conecte-se conosco


Nacional

Peritos investigam ossadas achadas em ‘Casa do terror’ no Paraguai

Publicado

em

source
Alfredo Stroessner arrow-options
Reprodução
Casa em que morava Alfredo Stroessner no Paraguai tem ossadas enterradas


O governo do Paraguai começou nesta terça-feira a investigação sobre ossadas encontradas, no início do mês, na casa onde morou o ditador paraguaio Alfredo Stroessner , em Ciudad del Este. Os ossos foram achados no banheiro da residência por pessoas que invadiram a casa. Peritos da Equipe Nacional para Investigação, Busca e Identificação de Pessoas Detidas e Desaparecidas (Enabi) recolheram também outros ossos, como partes de fêmures e de um braço.

Leia também: Ossos humanos são encontrados em casa de ex-ditador paraguaio

O chefe da equipe de memória do Ministério da Justiça do Paraguai , Rogelio Goiburú, que coordena a equipe forense de investigação da Enabi, explicou que a análise dos ossos poderá determinar o perfil biológico e a causa da morte, não descartando a possibilidade de terem sido trazidos de outro lugar, já que estavam revirados quando foram encontrados. Ele afirmou que serão realizadas análises do solo, da acidez da terra, para determinar o tempo que os ossos permaneceram no local e se há confirmação de que aquelas pessoas foram mortas na época da ditadura paraguaia.

“Entre as ossadas encontradas estão três crânios de adultos, sendo um de adulto pequeno, dois fêmures, três ossos largos e um osso úmero (osso do braço entre o ombro e o cotovelo). Os ossos foram retirados do local e serão encaminhados para o laboratório forense da Argentina, que tem melhor experiência em extração de perfil genético de ossos, e posteriormente serão comparados com o sangue de familiares de desaparecidos nas ditaduras do Paraguai e da Argentina em uma base de dados genéticos”, explicou Goiburu.

A equipe forense iniciou os trabalhos na mansão nesta terça. Após terminarem a escavação no banheiro, onde as ossadas foram encontradas, continuarão pesquisando no restante do terreno, pelo menos até esta quinta. O local é conhecido como a “  Casa do terror  ” em razão dos relatos de torturas que aconteciam na época em que o ditador governava o Paraguai, entre 1954 e 1989.

Leia mais:  Trump lança oficialmente campanha pela reeleição em 18 de junho

“Pessoas próximas à casa disseram que escutavam gritos. Hoje, quando chegamos, várias pessoas inclusive comentaram novamente isso. Vamos tomar depoimentos que farão parte da investigação”, complementa Goiburú, também filho de um desaparecido da ditadura na Argentina.

O jornalista Aluízio Palmar, presidente do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu, afirmou ao GLOBO já ter publicado denúncias de jovens brasileiros que desapareceram na década de 1970, aliciados para festas promovidas na casa do ditador:

“Na mansão tem uma suíte e mais três quartos, além da cozinha, três banheiros e sala de estar. No terreno há ainda três guaritas, um grande alojamento com cozinha e dois banheiros. Um túnel liga a mansão ao alojamento. Essa casa era usada pelo ditador quando ele vinha para a fronteira”, relembra.

Depois de deposto, Stroessner recebeu asilo político no Brasil. Morreu em Brasília, em 2006, com 96 anos. Ele governou o Paraguai até ser derrubado por outro golpe militar articulado por seu próprio genro e aliado político, Andrés Rodriguez.

“O asilo político no Brasil é um instituto previsto na Constituição Federal que tem por finalidade dar proteção a pessoas que sejam perseguidas por suas opiniões políticas por algum Estado. No contexto latino-americano, a concessão de asilo a ex-governantes decorre da tradição, na forma de norma costumeira, sendo concedido em situações em que um governante tenha sofrido um golpe e procura se refugiar em algum outro país. O governo brasileiro sistematicamente ignorou os pedidos de extradição de Stroessner formulados pelo governo paraguaio”, explicou o professor de Direito Internacional Fábio Aristimunho Vargas.

Durante o regime de Stroessner houve repressão a grupos de oposição e, em 1992, cerca de 700 mil documentos das forças de segurança foram tornados públicos. Conforme documentos da Comissão da Verdade e Justiça do Paraguai, mais de 2 mil pessoas foram assassinadas durante o período da ditadura, mas para o perito, este número deve ser ainda maior:

Leia mais:  Gilmar e Lewandowski pedem liberdade de Lula; Celso de Mello vai decidir

“Não é possível estimar a quantidade de mortos. O Paraguai fez parte da Operação Condor, uma espécie de colaboração entre diferentes ditaduras sul-americanas. Houve também matança dos povos originais do Paraguai, os indígenas, que não tinham documentos. Sem falar no sequestro de meninas que nunca voltaram para casa. Eram pelo menos 50 meninas, entre 8 e 14 anos, por ano, o que torna impossível calcular quantas pessoas foram no total durante os 35 anos de regime ditatorial”, finaliza.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Policiais são flagrados em motel no horário de expediente

Publicado

em

Três PMs, que dormiam no local, foram presos em flagrante

Três policiais militares que deveriam estar fazendo o patrulhamento nas ruas de Belém (PA) foram encontrados dormindo em um motel. Eles estavam com o carro da corporação, estacionado no local, quando foram surpreendidos pelos colegas de farda, na madrugada de quinta-feira.

Segundo a corregedoria da PM, equipes foram ao local para verificar uma denúncia anônima. Lá, encontraram um sargento, um soldado e uma policial feminina descansando em um dos quartos. Os policiais, que trabalhavam no 24º Batalhão, foram presos em flagrante por abandono de posto de trabalho, dormir em serviço e prevaricação — crime funcional praticado por funcionário público que consiste em retardar, deixar de praticar ou praticar indevidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.

Os servidores foram levados para a sede da Corregedoria da Polícia Militar, onde foram lavrados os termos de autuação. Os policiais que efetuaram o flagrante também foram citados para testemunhar o fato. Após procedimentos administrativos, eles foram levados para o Centro de Reclusão Coronel Anastácio das Neves, no complexo penitenciário do município de Santa Izabel. “O procedimento administrativo disciplinar instaurado pela Corregedoria vai investigar a conduta dos policiais e apurar se os servidores militares permanecerão ou não na instituição”, informou a Polícia Militar.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Trump lança oficialmente campanha pela reeleição em 18 de junho
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Economia5 horas atrás

Mega-Sena acumula e previsão de prêmio para quarta-feira é de R$ 44 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2190 da Mega-Sena, realizado neste sábado (21) em São Paulo.  Foram 94 acertadores...

Carros e Motos5 horas atrás

Cinco variações do novo Corolla que não temos no Brasil

Recém-lançada no Brasil, a 12ª geração do Toyota Corolla chegou trazendo como destaque a versão com motorização híbrida flex ....

Esportes5 horas atrás

Setor ofensivo funciona e Corinthians espanta a crise com vitória na Arena

arrow-options Reprodução/Corinthians Love anotou um dos gols do Corinthians O Corinthians precisava dar uma resposta a sua torcida e aliviar...

Esportes5 horas atrás

Kobra pinta mural em homenagem a Senna no autódromo que tirou sua vida

arrow-options Eduardo Kobra/Divulgação Mural para Ayrton Senna fica nas proximidades de sua última curva, em Imola O artista brasileiro de...

Esportes5 horas atrás

Granada surpreende, bate Barcelona e dorme na liderança do Espanhol

arrow-options Reprodução/La Liga Granada vence o embate contra o Barcelona e assume a liderança da La Liga Em noite surpreendente,...

Esportes6 horas atrás

Flamengo vence o Cruzeiro e alcança recorde de vitórias no Brasileiro

arrow-options Reprodução/Flamengo Gabigol continua liderando a artilharia do Campeonato Brasileiro Na abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Flamengo...

Direto de Brasília6 horas atrás

Mulher é degolada na frente do filho de 2 anos no Piauí; suspeito foi preso

arrow-options Reprodução/Facebook Laysse da Silva Carvalho foi morta a facadas na madrugada de sexta-feira (20); o suspeito foi preso pela...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana