conecte-se conosco



Economia

“Paulo Guedes continua no governo”, garante Bolsonaro após debandada na Economia

Publicado

em


source
Ministro da Economia Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Ministro da Economia Paulo Guedes e o presidente Jair Bolsonaro

Depois da  saída de secretários do ministério da Economia no começo da noite desta quinta (21), o presidente Jair Bolsonaro afirmou, em entrevista à CNN, que o ministro Paulo Guedes continua no governo e a prioridade agora é dar continuidade à agenda de reformas no Congresso.

“Defendemos as reformas que estão andando no Congresso Nacional, esse é o objetivo”, afirmou Bolsonaro à emissora.

O presidente confirmou à CNN a criação de um “socorro” aos caminhoneiros, o ‘auxílio diesel’ , anunciado nesta manhã em evento no Nordeste. Segundo ele, o benefício, de cerca de R$ 400, seria importante em um momento de crise, atribuida por ele à pandemia da Covid-19.

Leia Também

Diante das inseguranças no mercado e no Congresso sobre furar o teto de gastos com o novo Bolsa Família, o Auxílio Brasil, no valor de R$ 400, o presidente voltou a falar que “nada está sendo feito fora do teto de gastos”, e reiterou que todos os passos são dados com responsabilidade.

Leia Também

As demissões no Ministério da Economia, não coincidentemente, se dão após Guedes garantir ‘licença para gastar’ com o Auxílio Brasil , permitindo romper o teto de gastos públicos.

Os secretários não gostaram da ideia e, vendo o país seguir um rumo entendido como inadequado para a situação fiscal, abandonaram o barco. Da equipe original de Guedes, resta agora apenas Carlos da Costa , secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, que está na corda bamba e também pode deixar o governo.

Pediram demissão nesta quinta o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, além da secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo. Todos alegaram razões pessoais, e o Ministério da Economia não cita em nenhum momento a questão das negociações sobre furar o teto de gastos para pagar o Auxílio Brasil.

Comente Abaixo
Nacional18 minutos atrás

Dentista é presa em flagrante após balear marido no interior de SP

Reprodução Tentativa de homicídio na Praia Grande (SP) Uma mulher de 41 anos foi presa em flagrante por balear o...

Internacional18 minutos atrás

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

David Lienemann / Official White House / Divulgação Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia A Casa Branca...

Saúde18 minutos atrás

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele

A campanha deste ano do Dezembro Laranja, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), quer aliar os cuidados com a...

Política18 minutos atrás

Moro e Leite se reúnem uma semana após tucano ser derrotado por Doria em prévias

Reprodução/redes sociais Sergio moro e Eduardo Leite O  pré-candidato à presidência Sergio Moro (Podemos) e o governador do Rio Grande...

Entretenimento18 minutos atrás

‘A Fazenda 13’: Val diz que vai devolver roupas de Day para produção

Reprodução/Record ‘A Fazenda 13’: Val diz que vai devolver roupas de Day para produção Após receber ameaças de morte, Valentina...

Internacional48 minutos atrás

Covid-19: milhares fazem protesto na Austrália contra restrições

Milhares de pessoas manifestaram-se pacificamente hoje (4) em frente ao Parlamento, na cidade australiana de Melbourne, para exigir a retirada...

Estadual48 minutos atrás

Estado Presente: Serra recebe primeiro Centro de Referência das Juventudes (CRJ) em Feu Rosa

O município da Serra recebeu, neste sábado (04), o primeiro Centro de Referência das Juventudes (CRJ), o CRJ Feu Rosa....

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!