conecte-se conosco


Economia

Passou do limite? Marca lança moletons furados a bala sobre tiroteios em escolas

Publicado

em

moletons com furos de bala arrow-options
Reprodução/Instagram @bstroy.us
Modelos de moletons apresentam diversos furos para lembrar os tiroteios em escolas nos Estados Unidos

Se a ideia era colocar o dedo na ferida, a marca de streatwear norte-americana Bstroy acertou. Em seu desfile, ocorrido no último fim de semana em Nova York, modelos vestiam moletons com furos de balas e estampavam o nome das escolas onde os maiores ataques de atiradores aconteceram nos Estados Unidos.

Empresa se recusa a fazer convite de casamento gay e vence causa na Justiça

Os moletons citam, por exemplo, Columbine High School , onde 13 pessoas foram mortas em 1999, Virgínia Tech, onde 32 pessoas foram mortas em 2007, Sandy Elementary School, onde 26 pessoas morreram em 2012, e Marjory Stoneman Douglas High School, em que 17 foram mortos em 2018. As informações são do jornal americano Washington Post.

No domingo um dos donos da marca Brick Owens , postou fotos das roupas no Instagram com grande repercussão. Na terça-feira à tarde a publicação já estava bombardeada com críticas de sobreviventes de violência armada e familiares das vítimas.

Cervejaria se manifesta contra LGBT e “não teme perder clientes por isso”

“Em que cenário alguém poderia pensar que era uma boa idéia?”, Twittou Fred Guttenberg, cuja filha morreu no tiroteio de Stoneman Douglas . “Isso me deixa tão chateado”, acrescentou na rede social.



A tia de outro aluno que morreu em Parkland, na Flórida, disse à empresa: “Você deveria ter vergonha de aproveitar a morte dela para ganhar dinheiro”, afirmou.

Leia mais:  Procon-SP vai investigar Gol por promoção de passagens a R$ 3,90



Resposta

A Bstroy não respondeu imediatamente ãs mensagens de terça-feira, mas no Instagram, a empresa sugeriu que a linha de roupas , chamada Samsara, era para ser irônica.  “Às vezes a vida pode ser dolorosamente irônica”, se lê na publicação. 

“Como a ironia de morrer violentamente em um lugar que você considera um ambiente seguro e controlado, como a escola. Somos lembrados o tempo todo da fragilidade, falta e imprevisibilidade da vida, mas também somos lembrados de seu potencial infinito”, diz a postagem de Owens, em tradução livre.

Ver essa foto no Instagram

SAMSARA

Uma publicação compartilhada por (?). (@brickowens) em 15 de Set, 2019 às 11:35 PDT


O estilista também respondeu as críticas em um e-amil enviado ao programa “Today” da rede de televisão NBC. “Queríamos falar sobre a violência com armas por ser um tipo de violência que precisa de atenção preventiva”, escreveu o designer.

modelo com moleton arrow-options
Reprodução Instagram @brickowens
Coleção foi criticada nas redes sociais por familiares de vítimas dos tiroteios

Ele também sugeriu que críticas à coleção estavam enraizadas no preconceito, já que ele e seu sócio Dieter Grams são jovens homens negros. “Também está embutido o fato de que nossa imagem de jovens negros não é tradicionalmente creditada pela introdução de idéias de vanguarda”, escreveu. 

“Muitas pessoas supuseram que nossa mensagem era preguiçosa apenas por causa do que elas aprenderam sobre homens negros . Esses moletons foram feitos com todas essas intenções em mente e para explorar todas essas questões sociais”, acrescentou.

Leia mais:  Bolsas asiáticas e europeias despencam após Trump aumentar tarifas contra China

Comercialização

Inicialmente, a empresa declarou que as peças foram criadas como uma obra de arte e não deveriam ser vendidas. Porém, em seguida, a Bstroy afirmou que está considerando colocá-las à venda.

Veja também: Natura lança propaganda com beijo lésbico e internautas pedem boicote

“Os moletons só foram mostrados não vendidos e foram inicialmente destinados apenas ao desfile e não à venda, mas podemos mudar agora”, disse a empresa ao site the Cut.

Os críticos sugeriram que ganhar dinheiro  com a coleção seria um insulto aos sobreviventes. “Tão ofensivo !!”, twittou Christine Pelosi , uma autoridade do Comitê Nacional Democrata e filha da presidente da Câmara, Nancy Pelosi (D-Calif.), Em resposta ao post de Guttenberg. “Revolto ao ver bstroy monetizar sua dor.”


Os sócios fundaram a Bstroy em 2012.  A marca já realizou um desfile de moda em uma funerária, dizendo que suas roupas foram projetadas para um mundo pós-apocalíptico. 

Comentários do Facebook
publicidade

Economia

Bancos passam a alimentar cadastro de bom pagador; entenda porquê

Publicado

em

source

Agência Brasil

consumidor comprando arrow-options
EBC

Quem tem conta em banco deve ser incluído no cadastro de bom pagador nesta semana

A partir da segunda-feira (11), os bancos e as demais instituições financeiras começaram a enviar automaticamente informações de seus clientes para o cadastro positivo: uma lista de consumidores que são considerados bons pagadores pelo mercado.

Copom reduz juros básicos para 5%, o valor mais  baixo dos últimos 30 anos

Com isso, as gestoras de bancos de dados financeiros que vão operar o cadastro positivo devem receber, até a próxima semana, o dados de todos os brasileiros que ainda não optaram por estar fora da lista.

Há um mês, o Banco Central (BC) autorizou quatro gestoras de bancos de dados a operar o cadastro positivo. São  elas: Serasa, Gestora de Inteligência de Crédito (Quod), Boa Vista Serviços e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL – SPC Brasil).

Até 30 dias depois da inclusão dos dados, a gestora responsável deverá informar ao cliente de que seus dados estão no cadastro positivo. A notificação pode ser enviada por correio, por e-mail ou por SMS. O procedimento é semelhante ao usado para notificar clientes na lista de maus pagadores.

Na primeira etapa, os bancos e as casas de crédito vão abastecer o cadastro positivo. Nos próximos meses, prestadoras de serviço com conta fixa, como companhias de água, luz, gás e telefone, passarão a enviar as informações. O cadastro será estendido posteriormente às redes de varejo, que compartilharão o histórico de pagamento dos clientes ao banco de dados.

Inversão

Uma lista de bons pagadores que podem ter acesso a crédito mais barato, o Cadastro Positivo começou a funcionar em 2013, mas com uma lógica invertida em relação à atual.

Leia mais:  Número de vagas de estágio aumentou 13% no primeiro semestre, aponta CIEE

Inflação de outubro é a menor para o mês desde 1998, revela IBGE

O cliente que quisesse ser incluído no cadastro tinha que comunicar ao banco. A nova legislação tornou automática a inclusão e o processamento dos dados dos clientes.

Quem não quiser entrar no Cadastro Positivo é que deve avisar a instituição financeira. Os bancos identificarão os bons pagadores com base num sistema de pontuação, sem terem acesso direto à movimentação financeira do cliente.

Cada cliente receberá uma nota de 0 a 1.000. Quanto mais alta a nota, melhor a qualidade do pagador e menores as taxas de juros a que eles terão direito.

Aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em julho, a regulamentação das gestoras iguala o tratamento das empresas administradoras de banco de dados ao das instituições financeiras.  Os controladores e diretores deverão ter reputação ilibada (sem suspeitas) e terem o currículo avaliado pelo Banco Central.

Em relação à proteção das informações, o decreto estabeleceu padrões de segurança, como diretorias separadas para a gestão dos cadastros e para a segurança da informação e patrimônio líquido mínimo de R$ 100 milhões para cada empresa poder operar.

Procon aponta “reserva” com o cadastro

O Procon-SP divulgou na segunda-feira (11) uma nota em que afirma ver “com reserva esse banco de dados, principalmente em relação a inclusão automática do consumidor no ranking”, diz a nota.

“A inclusão neste cadastro deve ser um ato voluntário e não automático, uma vez que viola a garantia da proteção à intimidade e à vida privada das pessoas, expondo a condição econômico-financeira e a vida pessoal de cada um”, explica Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Cafezinho salgado? Bebida passa de R$ 2,39 para R$ 3,40 em cinco anos

“As instituições de crédito vão ter acesso a todos os dados do consumidor que vai ter sua vida financeira vasculhada para garantir que é um bom pagador e, não existe certeza nenhuma de que os juros vão realmente cair”, conclui.

Leia mais:  Procon-SP vai investigar Gol por promoção de passagens a R$ 3,90

O órgão de defesa do consumidor lembra que de acordo com as regras deste Cadastro, os consumidores devem ser avisados por meio de e-mail, SMS ou correspondência física, no prazo de 30 dias, sobre a inclusão de suas informações no Cadastro Positivo.

“Mas se não quiser que suas informações sejam compartilhadas poderá pedir a qualquer momento a exclusão de seu nome do banco de dados”, salienta o Procon-SP. 


Comentários do Facebook
Continue lendo
Carros e Motos22 minutos atrás

Qual versão do Toyota Corolla mais perdeu valor ao longo dos anos?

arrow-options Divulgação Na quinta geração nacional, o Toyota Corolla ganhou a inédita motorização híbrida flex – a que mais perderá...

Tecnologia22 minutos atrás

Agora dá para personalizar a barra de notificações do Facebook; veja como

arrow-options shutterstock Facebook permite personalizar barra de notificações Não tem como ignorar as notificações do Facebook . Todas as vezes...

Entretenimento34 minutos atrás

Em reportagem da Globo, estagiárias passam por apuros no Rio

Na última segunda-feira (11) duas estagiárias viralizaram na internet enquanto tentavam chegar ao trabalho, no Tribunal de Justiça do Rio...

Entretenimento34 minutos atrás

Eminem alega que Rihanna passou DST para Chris Brown

Eminem está prestes a retornar às paradas musicais, todavia, recentemente, um vazamento mostrou que seu próximo projeto tem pacífico não...

Entretenimento34 minutos atrás

Com apoio de Belo, PH e Michel visam alavancar a carreira em 2020

Conhecidos por Disk Recaída , PH e Michel estão focados em conquistar o Brasil no próximo ano. A aposta da...

Entretenimento34 minutos atrás

De lingerie branca, Kelly Key acorda com rebolado incontrolável

Recentemente Kelly Key ressurgiu das cinzas ao lançar um novo projeto musical. Celebrando a nova fase, em seu perfil do...

Entretenimento34 minutos atrás

“Gritei e pulei no pescoço”: diz mulher surpreendida por Caio Castro

Já pensou em receber uma encomenda e receber de ninguém mais ninguém menos que Caio Castro? Foi exatamente isso o...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana