conecte-se conosco



Economia

Partiu sacolão: tomate, batata e cebola puxam inflação para baixo em setembro

Publicado

em

tomate arrow-options
João Godinho – 2.5.2016

Tomate foi o item que mais colaborou para a queda da inflação mensal, de acordo com o IPCA

Fazer compras na feira ou sacolão ficou mais barato em setembro. A queda de preços dos alimentos e bebidas neste mês contribuiram para que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado o oficial do país, registrasse deflação de 0,04% em setembro deste ano.

Leia também: Maioria dos reajustes salariais ficou igual ou abaixo da inflação em 2019

Com redução de 0,43% nos preços dos alimentos e bebidas, o  tomate , que diminuiu 16,17% no custo, foi o item individual que mais impactou a queda da  inflação . A batata-inglesa, que barateou 8,42%; a cebola, 9,89%; e as frutas, 1,79%; também seguiram o ritmo desacelado e ficaram mais acessíveis. No geral, quando se trata de alimentos para serem consumidos em casa, o gasto teve baixa de 0,70% no mês. 

Esse foi o setembro com o menor IPCA em 21 anos, além de também ser a taxa mais baixa que as inflações de 0,11% de agosto passado e de 0,48% de setembro de 2018.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (9), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação oficial do país acumula 2,49% no ano. Na conta considerando os últimos 12 meses, o percentual é de 2,89%.

Leia também: Casa própria mais barata: Caixa corta juros do financiamento imobiliário

Mais caros

Ainda assim, alguns alimentos tiveram alta, como o leite longa vida (1,58%) e as carnes (0,25%).

Outros grupos de despesas com deflação foram a comunicação (-0,01%) e artigos de residência (-0,76%). Estes últimos foram puxados pelo recuo de preços dos eletrodomésticos e equipamentos (-2,26%) e dos itens de TV, som e informática (-0,90%).

Os gastos com saúde e cuidados pessoais tiveram a maior alta de preços em setembro: 0,58%. Nesse grupo, o aumento foi influenciado pelas inflações de 1,65% dos artigos de higiene pessoal, e de 0,57% dos planos de saúde.

Leia também: Aniversariantes do segundo semestre podem receber os R$ 500 do FGTS hoje

Os transportes mantiveram seus preços no mês. Os demais grupos tiveram as seguintes taxas de inflação: habitação (0,02%), vestuário (0,27%), despesas pessoais (0,04%) e educação (0,04%).

Comentários do Facebook

Economia

Caixa explica divergência de números da Dataprev sobre auxílio

Publicado

em


source
Caixa app
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Caixa contabiliza cadastros por CPF e a Dataprev, pelo número de envios de dados; Confira os principais erros que causam ‘dados inconclusivos’

Em coletiva de imprensa neste sábado (30), a vice-presidente do governo da Caixa Econômica Federal, Tatiana Thomé, respondeu ao iG sobre a divergência nos números relativos aos cadastros do auxílio emergencial. Isso porque na quinta-feira (28), a Dataprev – empresa responsável pelas análises – divulgou  dados diferentes dos da Caixa.

A Dataprev afirmou que 112,5 milhões requerimentos sendo que 16,4 milhões ainda aguardavam resultado da análise do pedido do auxílio emergencial, com 59,3 milhões foram aprovados e 36,9 milhões foram considerados inelegíveis.

Já a Caixa  declarou que o total de pedidos foi de 106,5 milhões e que há 10,4 milhões aguardando a análise, com 59,9 milhões considerados elegíveis e 42,2 milhões foram negados.

Segundo Thomé, a explicação é que a a Caixa faz essa conta por CPF, enquanto a Dataprev contalibiza por número de cadastros.

“Esses números não vão mesmo coincidir, ainda mais daqui para frente. Porque a maneira de calcular é diferente: a Dataprev calcula por processamento, por análise. A Caixa calcula por CPF inscrito. E há possibilidade do cidadão fazer um novo cadastro corrigindo informações, quando tem, por exemplo, a questão da divergência entre cadastros ou da falta de informação, além da possibilidade de constestação”, afirmou a vice-presidente.

Os cidadãos que tiverem o auxílio negado podem fazer uma  contestação à negativa ou refazer o cadastramento no aplicativo ou site Caixa Auxílio Emergencial.

Leia ainda:  Auxílio virou empréstimo? Saiba quem precisará devolver em 2021

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde34 minutos atrás

Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes

. O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 28.834. O resultado...

Esportes44 minutos atrás

Pandemia: Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026

. Os organizadores do Pan-Pacífico de natação anunciaram o adiamento das competições, que seriam disputadas no Canadá, inicialmente marcadas para...

Saúde1 hora atrás

Registros de óbitos por covid-19 em São Paulo ultrapassam 7,5 mil

. O número de óbitos, causados por covid-19, registrados no estado de São Paulo, chegou hoje (30) a 7.532. Nas últimas 24...

Saúde1 hora atrás

Rio de Janeiro tem 5.277 mortes por covid-19

. O estado do Rio de Janeiro chegou a 5.277 mortes por covid-19, segundo dados divulgados hoje (30) pela Secretaria...

Internacional2 horas atrás

Sucesso de lançamento é histórico para o planeta, diz Marcos Pontes

. O sucesso no lançamento da nave Crew Dragon, que decolou na tarde deste sábado (30) do Centro Espacial Kennedy, na...

Esportes2 horas atrás

COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas

. A federação internacional de skate World Skate anunciou a aprovação da mudança de calendário das competições esportivas pelo Conselho Executivo...

Entretenimento2 horas atrás

Xuxa se arrepende de ter criticado a Globo: “Fui mimadinha”

Em uma live compartilhada com a estilista Martha Medeiros no Instagram nesta sexta-feira (29), Xuxa Meneghel comentou sobre sua entrevista...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!