conecte-se conosco



Sem categoria

Pai sequestra, mata filho e manda recado a mãe e avó: “espero que você sofra muito”

Publicado

em

As mensagens foram encaminhadas para a mãe e a avó pelo homem que confessa ter matado o próprio filho, de 1 ano e 11 meses

Áudios da discussão entre Tatiana da Silva, Paulo Osório e a avó de Bernardo, depois de a criança ter sido sequestrada pelo pai na Asa Sul, reforçam a suspeita de que o crime foi planejado. O funcionário do Metrô-DF, de 45 anos, está preso e confessou ter matado o filho, de 1 ano e 11 meses.

Nos áudios, Paulo faz ameaças nas gravações, enquanto Tatiana implora, junto a avó da criança, para que ele devolva o menino. O motivo da discussão teria sido dinheiro, que seria direcionado a uma poupança feita para Bernardo. Paulo chama as duas de arrogante e não diz onde está o menino. “O negócio é dinheiro? pode ficar com seu dinheiro, eu não preciso dele, não. Eu só quero o meu filho, quero o Bernardo”, diz a mãe do menino, desesperada.

Em meio a ameaças e reclamações de que o acesso ao garoto teria sido negado para ele e o pai, à época internado, Paulo usa um tom agressivo, afirmando que nem a mãe nem a avó de Bernardo iriam vê-lo novamente.

“Você vai morrer sem ver o Bernardo”, afirma ele para Tatiana.“O resto da sua vida, você vai passar sem um neto, assim como meu pai. E espero que você sofra muito, como disse que um dia eu ia sofrer”, disse, referindo-se à avó da criança.

Tatiana responde lembrando da vez que ela e a mãe sentaram com Paulo para fazer um acordo em relação a Bernardo e o homem teria recusado. Ela ressalta que nunca impediu o acesso do pai ao filho. “Você pegava o Bernardo a hora que queria, quando que a gente não deixou o Bernardo ver seu pai, a gente tentou visitar ele no leito de morte e você não deixou. A gente nunca fez nada contra você, você é maluco”, comentou Tatiana, nas gravações.

Confira os áudios na íntegra:

A mãe de Tatiana interfere na briga, mandando um áudio pedindo para que ele devolvesse Bernardo e iria buscar uma solução na Justiça. “Eu não sei porque esse ódio de mim, Paulo, não te fiz nada. Só peço para você deixar eu viver mais um pouco com meu neto, ponha a mão na consciência. Você nunca precisou fazer isso. Eu sei que não vai fazer nada de mal, sei que é um bom pai… mas por favor, deixa a mãe com o filho dela”, pede a avó.

CONFISSÃO:

Ao desembarcar em Brasília escoltado por policiais, o agente de estação do Metrô-DF Paulo Roberto de Caldas Osório, 45 anos, deu detalhes de como matou o próprio filho Bernardo, de apenas 1 ano e 11 meses. Demonstrando raiva e frieza, relatou que deu medicamentos controlados para a criança e jogou o corpo às margens da BR-020, a cerca de 600km de Brasília. “Agora é só um corpo. Passei e não vi ninguém na rua, o joguei no mato e saí”, confessou.

Segundo ele, a intenção era dar um “susto” na mãe da criança, com quem teve um relacionamento, segundo a PCDF, e na ex-sogra. “É uma pessoa que não tem emoção. Se refere ao filho sempre como o ‘menino’. Disse que, após dar o medicamento, o garoto ficou ‘molinho’ e, ao constatar a morte, jogou o corpo em uma região de mato alto próximo a rodovia”, detalhou o delegado-chefe da Divisão de Repressão a Sequestro (DRS), Leandro Ritt, que investiga o caso.

Paulo sumiu com o filho na sexta-feira (29/11/2019) após buscar o garoto na creche na Asa Sul, como sempre fazia. Ele, porém, não devolveu a criança à mãe. Tatiana da Silva, 30, moradora do Lago Sul, registrou ocorrência. O servidor do Metrô diz ter dado três comprimidos que tomava para dormir à criança misturados em suco de uva, já na saída da escolinha.

Depois, levou Bernardo para a casa onde morava, na 712 Sul. Em seguida, segundo confessa, dispensou o corpo do menino na BR-020. Ele foi preso em um hotel de Alagoinhas, na Bahia, e foi trazido de avião para o DF. No trajeto, não deu uma palavra. Mas em depoimento, detalhou o crime que diz ter cometido. Em momento nenhum, fala o nome de Bernardo. O trata como “menino”. O corpo do garotinho ainda não foi encontrado.


(*Metrópoles)

Comentários do Facebook
Leia mais:  It's shovel ready to get done
publicidade

Sem categoria

Militares do Exército se unem a mutirão para limpar Iconha

Publicado

em

Local foi completamente tomado por água e lama, e muitos materiais foram perdidos. Outros pontos da cidade também estão sendo limpos por bombeiros, moradores e voluntários.

Parte dos militares do Exército que chegaram a Iconha, no Sul do Espírito Santo, nesta quinta-feira (23), se uniu a um mutirão para limpar a creche municipal Astéria Siqueira Miranda na manhã desta sexta-feira (24). O local foi completamente tomado pela água e pela lama, e muitos materiais foram perdidos. Vários outros pontos da cidade também estão sendo limpos por bombeiros, moradores e voluntários.

A creche atende 168 alunos, que atualmente estão de férias. Mas segundo a Secretaria Municipal de Educação, o ano letivo em Iconha, que começaria em 4 de fevereiro, ainda não tem previsão para começar porque várias escolas foram prejudicadas pela forte chuva da última sexta-feira (17).

O militares se uniram a funcionários da creche na limpeza. Nas salas onde as crianças estudam e na dos professores quase nada deve ser aproveitado.

Limpeza em creche de Iconha feita com a ajuda dos militares do Exército — Foto: Reprodução/TV GazetaLimpeza em creche de Iconha feita com a ajuda dos militares do Exército — Foto: Reprodução/TV Gazeta

“Fizemos um relatório e a Secretaria de Educação disse que o nosso caso é de perda total, em termos de patrimônio. Não teve um cômodo que não foi atingido, tudo ficou estragado, de livros a computadores. Lama pra todo lado. Já a estrutura da escola vai ser avaliada pela Defesa Civil”, falou a diretora da escola, Arethilsa Vassoler Vieira.

Cerca de 40 militares do 38º Batalhão de Infantaria, em Vila Velha, chegaram a Iconha na manhã desta quinta-feira (23), onde participaram de reuniões e fizeram o reconhecimento das áreas mais prejudicadas. A cidade será uma base para a tropa, que vai atuar também nos outros municípios afetados.

Os militares levaram 11 viaturas, três caminhões-pipa, cinco caminhões de deslocamento de equipe, um caminhão caçamba e um carro de pronto atendimento para primeiros socorros.

O envio das tropas aconteceu após um pedido oficial do prefeito de Iconha e do apelo dos moradores. O Ministério do Desenvolvimento Regional recebeu a solicitação na noite desta quarta (22) e orientou o comando em Vila Velha.

Bombeiros

Já na creche Sinhá Rosa, os bombeiros ajudaram as professoras na limpeza na manhã desta sexta-feira. Algumas salas já estão limpas, mas ainda há muito o que fazer. Do lado de fora, uma “montanha” de equipamentos e materiais escolares viraram lixo.

Pelo menos dois caminhões foram lotados de produtos estragados pela lama.

Materiais escolares, brinquedos e outros produtos foram completamente estragados pela lama em creche em Iconha — Foto: Reprodução/TV GazetaMateriais escolares, brinquedos e outros produtos foram completamente estragados pela lama em creche em Iconha — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Leia mais:  Coach is a highly recognized name in handbags and purses

Além de limpeza, os bombeiros também têm trabalhado em conjunto com a Defesa Civil auxiliando os moradores das cidades afetadas e chegando até comunidades isoladas para levarem suprimentos e ajuda.

Neste sábado (25), mais 200 militares do Corpo de Bombeiros serão enviados para ajudar no mutirão em Iconha.


(*G1)

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia54 minutos atrás

Após crise, governo federal anuncia demissão do presidente do INSS

arrow-options Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil Renato Vieira, presidente do INSS, em imagem de arquivo O secretário especial de Previdência e...

Economia1 hora atrás

Trabalho dos sonhos? Airbnb leva 5 voluntários para as Bahamas; saiba como

arrow-options Airbnb/reprodução Andros, Exuma e Eleuthera fazem parte do arquipélago das Bahamas formado por mais de 700 ilhas O Airbnb...

Economia1 hora atrás

Mega-Sena acumulada vai pagar R$ 47 milhões nesta quarta-feira: como apostar?

arrow-options Reprodução Última vez que um acertador levou o prêmio principal da Mega-Sena foi na Mega da Virada, no último...

Economia1 hora atrás

Economia colaborativa já é uma realidade no Brasil; conheça um pouco o que é

O uso de espaços como coworking ou mesmo o de aplicativos como Airbnb são exemplos dessa nova tendência, uma vez...

Economia1 hora atrás

Estatais federais investem 31,3% a menos em 2019

arrow-options Fernando Frazão/Agência Brasil Petrobras foi a estatal que mais investiu em 2019 As estatais federais investiram R$ 58,3 bilhões...

Economia1 hora atrás

Reforma tributária pode ser votada até junho, diz relator

arrow-options Cleia Viana/Câmara dos Deputados Relator sugeriu um esforço entre as duas Casas do Legislativo para aprovar a reforma até...

Economia1 hora atrás

Confiança da indústria atinge maior valor desde março de 2018

arrow-options Agência Brasil Cresce a confiança da indústria O Índice de Confiança da Indústria teve alta de 1,5 ponto de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana