conecte-se conosco


Internacional

Pai é condenado por estuprar filha homossexual

Publicado

em

Um homem, de 54 anos, foi condenado a 21 anos de prisão após estuprar a filha três vezes. Segundo a jovem, o homem a obrigava a fazer sexo com ele para mostrar que “transar com homens era bem melhor”. A menina, que na época tinha 16 anos, é homossexual. As informações são do The Sun.

As duas filhas do condenado foram assediadas por ele durante duas décadas, mas só tiveram coragem de denunciar à polícia 21 anos depois dos crimes acontecerem. O caso foi julgado em Warkwick, Reino Unido.

O homem se declara inocente, mas foi condenado culpado por três acusações de estupro, nove de abuso e uma de indecência envolvendo crianças nas décadas de 1980 e 1990, segundo o “The Sun”.

A publicação diz ainda que a filha mais velha dele foi assediada desde os 11 anos de idade e estuprada aos 16, quando foi se consultar com o pai sobre sexualidade, pois “estava confusa quanto a sua identidade”.

O juiz Andrew Lockhart disse ao acusado na audiência que a atitude da filha foi absolutamente normal e a reação do pai inaceitável.

“Quando ela se assumiu gay e te contou, você reagiu mostrando uma raiva real e incontrolável e decidiu estuprá-la para mostrar que ela faria sexo melhor com um homem do que com uma mulher. O estupro envolve degradação e humilhação. O ato demonstra sua hostilidade por ela ser homossexual”, disse o juiz ao dar a sentença.

O pai ficará preso por pelo menos 14 anos e passará cinco anos em liberdade condicional. De acordo com a publicação, além dos 21 anos de prisão, o homem será registrado como “abusador sexual”.

Hoje, a Justiça do país pode aplicar pena de prisão perpétua para casos de estupro, mas na ocasião em que os crimes foram cometidos, a pena máxima era de apenas cinco anos

“Esse caso é prova de que todas as sobreviventes de abuso serão ouvidas, independente de quanto tempo faz desde o ocorrido ou de quem foi o agressor. Elas não precisam continuar sofrendo em silêncio”, afirmou a Sociedade Nacional de Prevenção à Crueldade contra Crianças. Os estupros aconteceram no final dos anos 1990.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Eleição presidencial no Uruguai vai para o segundo turno, apontam pesquisas
publicidade

Internacional

Pelo menos 43 pessoas morrem em incêndio numa fábrica de Nova Delhi

Publicado

em

Pelo menos 43 pessoas morreram neste domingo (8) em um incêndio em uma fábrica no centro de Nova Delhi. O incêndio, que começou às 5h30 (hora de Brasília), já foi controlado, em uma operação que, segundo o Corpo de Bombeiros, mobilizou 25 viaturas. A polícia da capital da Índia está investigando as causas do incêndio.

Segundo as autoridades indianas, a fábrica também servia de dormitório para os trabalhadores, e a maioria das pessoas dormia quando o incêndio começou e morreu de asfixia.

“Até agora resgatamos mais de 50 pessoas, e grande parte delas tinha sido afetada pela fumaça”, disse o bombeiro Aul Garg.

De acordo com o último balanço, pelo menos 16 pessoas foram hospitalizadas até ao momento.

Em várias cidades da Índia, as fábricas e pequenas unidades industriais estão localizadas em bairros antigos e apertados, onde o preço dos imóveis é mais baixo.

À noite, esses prédios costumam servir de dormitório para os trabalhadores pobres, a maioria deles migrantes, que economizam dinheiro ao dormir no local de trabalho.

Em mensagem no twitter, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, considerou “horrível”o incêndio. “Os meus pensamentos estão com aqueles que perderam os seus entes queridos. Desejo aos feridos uma rápida recuperação”, disse o premiê.

“As autoridades estão a dar toda a assistência possível no local da tragédia”, acrescentou.

Na Índia, as leis de construção e as normas de segurança são frequentemente desrespeitadas pelos construtores e moradores, razão pela qual os incêndios são comuns.

Em 1997, um incêndio em um cinema em Nova Deli matou 59 pessoas. Já em fevereiro deste ano, 17 pessoas morreram devido a um incêndio em um hotel de seis andares, também na capital indiana. O fogo começou numa cozinha não autorizada na cobertura do edifício.

Leia mais:  Eleição presidencial no Uruguai vai para o segundo turno, apontam pesquisas

 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política11 minutos atrás

PSB e PDT buscam união para derrotar radicalismo de Lula na esquerda

arrow-options Ricardo Stuckert / Instituto Lula Ex-aliados de Lula acham que o ex-presidente saiu mais radical da cadeia. O PSB...

Política11 minutos atrás

Com quase um ano de governo, Bolsonaro dá mostras de que continua em campanha

arrow-options Marcos Corrêa/PR Com quase um ano de governo, Bolsonaro dá mostras de que continua em campanha O fundamentalismo radical...

Política11 minutos atrás

Dias após Paraisópolis, Eduardo Bolsonaro replica mensagem ironizando baile funk

arrow-options Renato Costa/FramePhoto/Agência O Globo Eduardo Bolsonaro Uma semana após a morte de nove jovens durante ação policial em baile...

Política11 minutos atrás

Lula solto impacta mais ainda eleições, afirma Doria

arrow-options Ricardo Stuckert Para o Lula é uma questão de honra lançar uma chapa competitiva em São Paulo. Foi lá...

Entretenimento11 minutos atrás

Repórter de TV leva tapa no bumbum em transmissão ao vivo; assista

arrow-options Grrrldzila / Twitter Assédio foi transmitido ao vivo Enquanto participava ao vivo de uma transmissão, a repórter norte-americana Alex...

Entretenimento11 minutos atrás

Mulher que acusa príncipe Andrew de estupro processa o falecido Jeffrey Epstein

arrow-options Reprodução/Twitter Virginia Giuffre acusa o príncipe Andrew de estupro Virginia Giuffre , mulher que acusa  príncipe Andrew de estupro...

Entretenimento12 minutos atrás

“Bolsonaro não governa, ela se vinga”, diz Fábio Porchat, que é atacado na web

O Bolsonaro não governa, ele se vinga. — Fabio Porchat (@FabioPorchat) December 7, 2019 O humorista Fábio Porchat foi atacado...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana