conecte-se conosco


Agricultura

OVOS/CEPEA: Preços iniciam 2019 em queda

Publicado

em

Cepea, 11/01/2019 – Os preços dos ovos iniciaram 2019 em queda, devido à maior oferta do produto, típica de início de ano e também decorrente do crescimento da produção, e à menor demanda nesta época, por causa das férias escolares. Segundo colaboradores do Cepea, com o maior volume disponível, produtores estão concedendo descontos para a efetivação dos negócios. Assim, os preços praticados na parcial de janeiro estão aquém dos observados em dezembro/18 e em janeiro/18. Neste mês (até o dia 10), o ovo branco, tipo extra, foi negociado, em média, a R$ 46,65 por caixa de 30 dúzias a retirar em Bastos (SP), desvalorização de expressivos 28% frente a dezembro/18 e de 26% em relação ao mesmo período do ano passado, em termos nominais. Na mesma região, para o produto vermelho, tipo extra, o recuo foi um pouco menos intenso, mas também significativo, com queda de 22% frente a dezembro/18 e negócios a R$ 57,15/cx.  Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Comentários do Facebook
Leia mais:  Verão sob a influência moderada do El Nino
publicidade

Agricultura

Governo reajusta em 11,96% o preço mínimo da uva

Publicado

em

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento reajustou em 11,96% o preço mínimo da uva industrial para safra 2018/2019. O valor saiu de R$ 0,92/kg para R$ 1,03/kg. A medida (Portaria 158)  foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (18)  ) e vigora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, até 31 de dezembro deste ano.

Os estudos realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para subsidiar a definição do novo preço consideraram como principal parâmetro o custo variável de produção em relação ao custo verificado na safra anterior. O aumento foi impulsionado, principalmente, pela alta no preço dos defensivos agrícolas e da mão de obra.

A produção nacional safra 2017/2018 alcançou 1,4 milhão de toneladas, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A região Sul é a principal fornecedora de uva e derivados do país, com participação superior a 64% na produção brasileira. O Rio Grande do Sul é o estado com maior produção, em torno de 663,2 mil toneladas, sendo destinadas à produção de vinhos e derivados (50%) e sucos e derivados (50%).

Mais informações à ImprensaCoordenação Geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
imprensa@agricultura.gov.br

Comentários do Facebook
Leia mais:  Blairo Maggi participa do Global Agribusiness em SP
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana