conecte-se conosco


Nacional

Operação militar contra incêndio na Amazônia pode ser prorrogada por um mês

Publicado

em

source
Bombeiros tentam apagar queimadas na Amazônia arrow-options
Fotos Públicas
Forças Armadas estão na Amazônia desde o dia 24 de agosto deste ano

A Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) das Forças Armadas para combater focos de incêndio na Amazônia pode ser prorrogada por mais um mês devido à permanência do tempo seco no Norte e no Centro Oeste do Brasil. Ao participar da 16ª Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana, o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, disse que tratará do assunto com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (20), em uma reunião.

“Tenho um despacho com o presidente da República ainda hoje e vamos ver a necessidade e as solicitações de ser prorrogada ou não. O mês de setembro está sendo visualizado pelos especialistas como tão seco ou igual a agosto. Talvez a permanência das Forças Armadas seja conveniente”, disse o ministro, que acredita que a operação na Amazônia vai continuar. “A princípio, sim”, respondeu a um repórter que perguntou se a operação deve permanecer.

Leia também: “Queimada tem todo ano, até por uma questão de tradição”, diz Bolsonaro

Azevedo e Silva apresentou dados de 29 dias da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal, que foi realizada a partir da solicitação dos governos estaduais da região. O decreto presidencial que fundamenta a operação é válido até o dia 24.

Foram combatidos mais de 500 focos de incêndio no período. Cerca de 2,1 mil militares foram capacitados como brigadistas e 51.913,33 metros cúbicos de madeira extraída ilegalmente foi apreendida. Ao todo, a operação resultou em 106 termos de infração que somam R$ 28,3 milhões em multas.

O ministro afirmou que a maior preocupação com os focos de calor está concentrada no norte de Mato Grosso e no sul do Pará. Também preocupam o centro-sul do Mato Grosso e Goiás.

Leia mais:  Área atingida em Brumadinho é 20% da tragédia de Mariana, diz Defesa Civil

“Não temos preocupação na mata nativa”, disse Azevedo e Silva.

Durante sua palestra, o ministro apresentou gráficos que indicavam que a quantidade de focos de calor registrada em agosto de 2019 superou a média histórica, mas ficou abaixo dos piores anos desde 1998.

Leia também: Governo discute maior plano de exploração da Amazônia desde a ditadura, diz site

“Tem muita propaganda negativa em relação a isso que não corresponde com a realidade vivida agora”, afirmou ele, que explicou que os focos de calor não são necessariamente focos de incêndio.

Orçamento

O general também disse que o ministério pode ter um “alento” no orçamento deste ano, com um possível descontingenciamento de recursos que beneficiaria todos os ministérios. Segundo Azevedo e Silva, o Ministério da Defesa foi o mais afetado pelo contingenciamento, com 49% dos recursos bloqueados.

“Estamos em tratativas para melhorar o Projeto de Lei Orçamentária do próximo ano em relação às Forças Armadas. Temos nossos projetos e não podemos atrasar mais o custeio nosso”.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Desempregado usa armadura do ‘Homem de Ferro’ como forma de sustento

Publicado

em

source
Homem de Ferro Jundiaí
Anthony Zago/Arquivo pessoal
Anthony Zago anima crianças com sua fantasia de Homem de Ferro.

Em uma avenida de Jundiaí, no interior de São Paulo , Anthony Zago, de 30 anos, começou a se fantasiar com a armadura do super-herói ‘Homem de Ferro . Ele está desempregado há dois anos e essa foi a forma que encontrou para sustentar suas despesas.

Todo dia ele acorda cedo e pega um ônibus em Cabreúva, cidade onde mora a cerca de 30km de Jundiaí, até o local onde passa o dia inteiro em pé, sustentando a fantasia de Homem de Ferro que pesa 27 quilos.

Quando o sinal fecha, ele caminha entre os carros à procura de alguns trocados e de animar os motoristas. Também conversa e tira fotos com pedestres que passam pela região.

A contribuição monetária é voluntária. Por trás da armadura de Homem de Ferro, o desempregado não cobra pelas fotos, mas agradece quando pessoas o ajudam. Além dele se sustentar com o valor arrecadado, também está guardando dinheiro para se casar.

A armadura do personagem dos quadrinhos e que ganhou gama nas telas dos cinemas nos últimos anos foi idealizada quando ainda estava no emprego anterior. Ela foi feita sob medida com silicone, fibra de vidro e cola sintética. Levaram quatro meses para que ela ficasse pronta e custou mais de R$6.000.

Ele utilizava a fantasia para realizar bicos em festas de crianças. Foi assim que surgiu a ideia de começar a trabalhar como Homem de Ferro pelas ruas quando ficou sem emprego formal.

É um trabalho árduo, principalmente porque, em 2012, Zago sofreu um acidente em que foi necessário colocar pinos e placa na perna e em um dos pés. Além disso e da fantasia que pesa quase 30 quilos, também precisa lidar com a exposição ao clima.

Apesar disso, o Homem de Ferro se diverte durante sua jornada e está esperançoso em conseguir um trabalho formal em breve.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Defesa de Lula recorre ao STF para anular decisões de Hardt no caso do sítio
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Estadual24 minutos atrás

Agenda das comissões traz prestação de contas de secretário da Saúde

A próxima semana (21 a 25 de outubro) da Assembleia Legislativa (Ales) contará com o secretário de Estado da Saúde, Nésio...

Estadual24 minutos atrás

Ales terá semana de atividades para servidores

Cultura, beleza, saúde e também gestão financeira. Na próxima semana os servidores da Assembleia Legislativa (Ales) serão homenageados com uma...

Estadual24 minutos atrás

Autismo: ausência de políticas públicas pauta sessão especial

Na primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Qualidade de Vida da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA),...

Estadual1 hora atrás

LOA e PPA: Defensoria reapresenta demandas

O cumprimento da Emenda Constitucional 80/2014, que determina quantidade de defensores públicos proporcional à demanda da população em cada Estado,...

Estadual1 hora atrás

TV Assembleia entrevista Coronel Quintino

O programa Com a Palavra desta segunda-feira (21) exibe a entrevista com o deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL). Em seu...

Policial1 hora atrás

Operação conjunta apreende grande quantidade de drogas e prende três suspeitos em Marataízes

A equipe da 9ª Delegacia Regional (DR) de Itapemirim, em parceria com a Polícia Militar (PMES) e a Guarda Municipal...

Policial1 hora atrás

Policiais civis prendem associação criminosa que realizava roubos na Serra

A equipe do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) prendeu três suspeitos e apreendeu um adolescente, todos envolvidos em um...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana