conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação MD II combate tráfico de drogas via Correios

Publicado

em

São Luís/MA – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (15/5), na ilha de São Luís, a 2ª Fase da Operação “MD”, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas utilizando-se dos Correios.

Policiais federais cumpriram 5 mandados de prisão temporária e 4 mandados de busca e apreensão, em São Luis/MA. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual do Maranhão, com o objetivo de colher provas da materialidade do crime e subsidiar as investigações.

A partir dos interrogatórios da 1ª Fase e da análise de algumas mídias, a PF identificou mais integrantes do grupo criminoso especializado na distribuição de drogas conhecidas como ecstasy e LSD, além de cocaína, skunk e maconha, em festas na capital maranhense, especialmente em eventos de música eletrônica, onde há grande concentração de jovens.

A equipe de investigação interceptou várias encomendas, contendo as substâncias entorpecentes que chegavam até os investigados, via postal, oriundas dos Estados Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

Os envolvidos foram conduzidos à Superintendência de Polícia Federal no Maranhão, onde serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, crimes previstos nos arts. 33 e 35 da Lei nº 11.343/06. Caso sejam condenados, responderão por penas que chegam até 15 anos de reclusão.

 

***A presente fase da Operação “MD” trata-se de continuação da anteriormente deflagrada em 16/04/2019. Vale destacar que “MD” são as letras iniciais da substância (metileno-dióxido) que compõe o ecstasy, uma das principais drogas traficadas pelo grupo criminoso.

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
Leia mais:  Operação Panville 3 combate pornografia infantil na internet
publicidade

Polícia Federal

Frentista é preso suspeito de abusar sexualmente da filha e de uma criança de 2 anos

Publicado

em

O suspeito, de 33 anos, que não teve a identidade revelada, reagiu à prisão e tentou destruir computadores que haviam sido apreendidos e seriam analisados pela PF

Um frentista foi preso em flagrante nesta sexta-feira (17), no interior de São Paulo, em uma operação da Polícia Federal (PF) para identificar suspeitos de produzir e distribuir arquivos com conteúdo de abuso sexual de crianças e adolescentes na internet.

O suspeito, de 33 anos, que não teve a identidade revelada, reagiu à prisão e tentou destruir computadores que haviam sido apreendidos e seriam analisados pela PF.

Segundo o delegado regional de investigação e combate ao crime organizado da Polícia Federal Marcelo Ivo de Carvalho, o frentista abusou sexualmente da filha, de 7 anos, e de um menino de dois anos, filho da companheira dele. “Foram verificadas as redes sociais utilizadas por esse indivíduo e coletou-se que ele demonstrava desejo por praticar abusos contra crianças e em relação à sua filha”, contou.

De acordo com o delegado, foi descoberta a participação de mulheres no esquema de produção de material pornográfico envolvendo crianças, prática considerada incomum. “Ele [o preso] mantinha contato com mulheres e as convencia a participar dos vídeos. As mulheres participavam de atos libidinosos, tocavam as crianças e praticavam sexo com elas”, declarou o delegado da PF Marcelo Ivo de Carvalho.

O frentista foi indiciado por estupro de vulnerável, além do registro, manutenção e difusão de fotos e imagens de crianças na internet — peritos também encontraram material em sites da deep web.

Investigação

A investigação teve início em março deste ano, após a prisão de um casal que abusava de crianças da própria família em um país do leste europeu, com o apoio da Interpol. Os suspeitos registravam e compartilhavam vídeos das práticas na internet.

A partir do material apreendido, os policiais federais observaram que havia conteúdo produzido por brasileiros. O material foi enviado para o serviço de repressão a crimes cibernéticos, em Brasília, para identificar e localizar os suspeitos, em conjunto com a Superintendência da PF em São Paulo.


(*R7)

Comentários do Facebook
Leia mais:  PF apura desvios de mais de R$ 70 mi em licitações no Pará
Continue lendo
Esportes2 horas atrás

Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

Divulgação Novo autódromo do Rio de Janeiro será construído em Deodoro O Rio Motorsports foi o vencedor do edital de...

Nacional1 hora atrás

Tremor de terra é sentido em cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo

Reprodução De acordo com a UnB, o tremor começou às 16h46 e pode ser sentido em um raio de 100...

Regional52 minutos atrás

Trabalhador é assassinado com tiro no rosto durante forró no Norte do ES

Iago Oliveira dos Santos, de 26 anos, é da cidade de Canavieiras, na Bahia, e estava na região para a...

Mundo35 minutos atrás

Cantora de 74 anos vira ‘virgem de novo’ antes de se casar, mas acaba abandonada

A cantora peruana Juana Judith Bustos, de 74 anos, estava se preparando para se casar com o namorado, Elmer Molocho, de...

Entretenimento30 minutos atrás

Após polêmica com Loreto, Marina Ruy Barbosa é “ameaçada” por Juliana Paes

Nesta segunda-feira (20) Juliana Paes brincou com Marina Ruy Barbosa por meio de um comentário postado em seu perfil nas redes...

Esportes29 minutos atrás

Torcida do Flamengo se mobiliza e marca protesto no Ninho do Urubu

Alexandre Vidal / Flamengo Torcida do Flamengo marcou protestos contra Abel Braga para o Ninho do urubu Na noite desta...

Nacional29 minutos atrás

Heleno diz que derrubar MP dos ministérios seria “criminoso contra o país”

Antonio Cruz/Agência Brasil – 6.11.18 General Augusto Heleno admitiu nesta segunda-feira que o governo corre o risco de ver caducar...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana