conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Comboio investiga organização criminosa especializada em contrabando de cigarros paraguaios

Publicado

em

Chapecó/SC – A Polícia Federal, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal, desencadeou hoje (14/3) a Operação Comboio, para desarticular organização criminosa especializada no contrabando de cigarros paraguaios. O grupo atuava no Rio Grande do Sul e no Paraná.

A investigação teve início com a apreensão de um caminhão bitrem carregado de cigarros em Bom Jesus/SC, no dia 10/01/2018. Na ocasião, foram presas em flagrante 08 pessoas e a carga de cigarros foi avaliada pela Receita Federal em R$ 2,1 milhões.

Participam da operação 60 policiais federais e policiais rodoviários federais. Eles dão cumprimento a 14 mandados de busca e apreensão e a 9 mandados de prisão preventiva, nas cidades de Arroio Trinta/SC, Altônia/PR, Caxias do Sul/RS, Canoas/RS e Taquara/RS.

Nos autos do inquérito policial que apura os fatos, foram identificados os principais integrantes de uma organização criminosa radicada no Rio Grande do Sul que, utilizando-se de entrepostos no Estado do Paraná, transportava regularmente cargas de cigarro contrabandeado ocultas em caminhões com grande capacidade de carga.

Constatou-se que o grupo agia transportando as cargas do Paraguai até entreposto (depósito) localizado no Estado do Paraná. A partir do depósito, as cargas eram carregadas em outros caminhões, adquiridos pelo grupo especialmente para o transporte, para distribuição no Rio Grande do Sul e litoral de Santa Catarina.

O grupo criminoso, em diversas ocasiões, fez uso de caminhão baú contendo pintura e emblema do serviço SEDEX da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, como forma de burlar a fiscalização – o caminhão baú com inscrição SEDEX foi apreendido em 26/10/2018, no Município de Bituruna/PR, quando transportava 277.000 maços de cigarro contrabandeado.

Desde o início da operação, foram presas em flagrante 18 pessoas envolvidas com a organização, além de apreendidos 7 caminhões, os quais transportavam quase 2 milhões de maços de cigarros contrabandeados, mercadoria avaliada pela Receita Federal em aproximadamente R$ 10 milhões – somente em impostos sobre a importação e IPI teriam sido sonegados cerca de R$ 6,4 milhões de reais.

Leia mais:  PF combate disseminação de pornografia infantil pela internet

Os envolvidos estão sujeitos a indiciamento pelos crimes de contrabando (art. 334-A do Código Penal) e organização criminosa (art. 2o da Lei 12.850/2013), cujas penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
publicidade

Polícia Federal

Operação Sicário investiga grupo que mantinha esquema de empréstimos a juros exorbitantes

Publicado

em

Cabedelo/PB – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (15/3) a Operação Sicário, com objetivo de desarticular organização criminosa dedicada à prática, no Brasil, e mais especificamente na Paraíba, do chamado “cobro” ou “cobrito”, uma vertente colombiana de crime financeiro consistente na organização de uma instituição financeira clandestina para controlar um organizado sistema de empréstimo de dinheiro a juros extorsivos.

A operação contou com a participação de 30 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de 7 mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados, bem como 5 mandados de prisão preventiva, nos Estados da Paraíba e Amapá.

ENTENDA O CASO

O cobro é materializado através do oferecimento de empréstimos em panfletos a lojistas (geralmente pequenos empresários), em que é exposta uma cobrança de juros diária, normalmente sobre pequenas quantias que disfarçam a abusividade das cobranças Os recursos captados a partir de empréstimos extorsivos, destinam-se a um fundo cuidadosamente organizado e administrado pela organização criminosa através de aplicativos eletrônicos, sendo posteriormente reinvestidos na expansão das atividades ilícitas mediante a estruturação de novos cobros em outras cidades, engendrando-se verdadeira arquitetura financeira clandestina, a qual ofende as bases do sistema financeiro oficial.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão pelos crimes de formação de organização criminosa, operação de instituição financeira clandestina e lavagem de dinheiro, previstos, respectivamente, nos Artigos 2º da lei 12.850/2013, 16 da Lei 7.492/86 e 1º da lei 9.613/98, cuja penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.

Será concedida entrevista coletiva, às 10 hs, na Superintendência da Polícia Federal, localizada em Ponta de Campina, Cabedelo/PB.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários do Facebook
Leia mais:  PF combate pornografia infantil em Goiás
Continue lendo
Variedades3 horas atrás

Casados há mais de 7 décadas na BA, idoso de 104 e mulher de 94 anos

Casal mora em povoado de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, têm 5 filhos, 18 netos e 24...

Nacional3 horas atrás

Google e WhatsApp devem remover imagens da boneca ‘Momo’

Imagens da boneca têm sido utilizadas por criminosos da internet para convencer crianças e jovens a cometerem atos ilícitos e...

Estadual4 horas atrás

Detenta foge de hospital em Vitória e deixa filho de dois meses internado

Aline Barreto Alcântara cumpria pena no Centro Prisional Feminino de Cariacica por furto qualificado. Presa fugiu por uma báscula após...

Mulher4 horas atrás

Aline Riscado posa de biquíni na praia e ganha elogios: ‘Parece uma escultura’

Beldade divulgou foto nas redes sociais RIO DE JANEIRO (RJ) – Aline Riscado aproveitou o finalzinho da tarde de domingo...

Nacional4 horas atrás

Menina se mata com a arma do pai em São Paulo

Ele estava tomando banho quando ouviu o barulho do tiro SÃO CAETANO (SP) – Uma menina de 10 anos se...

Nacional6 horas atrás

Homem pega no pênis de menino de 13 anos e diz: “quero sentir endurecer”

CUIABÁ (MT) – Um homem, identificado como E.L.R., 47 anos, foi preso em flagrante por abusar sexualmente de um garoto...

Agricultura7 horas atrás

Em Washington, ministra ressalta importância da reaproximação com os EUA

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que acompanha viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, comentou nesta...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana