conecte-se conosco


Nacional

ONU cobra dívidas internacionais; Brasil precisa pagar R$ 5 bilhões

Publicado

em

source
Homem arrow-options
UN / Flickr / Creative Commons
Carta com pedido para pagamento de dívidas foi assinada pelo Secretário-Geral das Organização das Nações Unidas

Sob a alegação de que está passando pela pior crise orçamentária em mais de uma década, a Organização das Nações Unidas (ONU) enviou uma carta ao Brasil e a outros países que não estão em dia com as contribuições fazendo um apelo para que honrem suas dívidas. 

No texto, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, afirma que a incerteza financeira ameaça a capacidade de o organismo dar continuidade a ações programadas com os Estados membros, como a manutenção de missões de paz, a realização de viagens oficiais, a promoção de eventos e até o pagamento de pessoal.

Segundo técnicos da área econômica, o Brasil deve cerca de R$ 5 bilhões aos organismos internacionais em geral, dos quais R$ 592 milhões são débitos com a ONU . A situação de inadimplência não começou no governo atual, e já vem de anos anteriores.

Leia também: Witzel pede ajuda da ONU para equiparar PCC e CV a Al-Qaeda e Estado Islâmico

Em resposta ao GLOBO, o Ministério da Economia ressaltou que as contribuições ao sistema das Nações Unidas são compromissos internacionais do Estado brasileiro, formalmente internalizados pelo Congresso Nacional e promulgados pelo presidente da República. “Portanto, seguramente esse pagamento será oportunamente efetuado”, informou a pasta.

Ainda de acordo com o ministério, os recursos para pagamentos de organismos internacionais têm origem no Orçamento Geral da União. Assim, sua liberação depende do montante da arrecadação tributária ao longo do ano.

Na carta, à qual O GLOBO teve acesso, Guterres enfatiza que a ONU recebeu, em janeiro deste ano, quase US$ 2 bilhões dos associados, mas destacou que as necessidades reais de liquidez em 2019 são bem maiores. Segundo ele, só no terceiro trimestre, o valor das contribuições que entraram no caixa das Nações Unidas sofreu uma queda de 70% — o que resultaria em um déficit adicional superior a US$ 230 milhões.

Leia mais:  Villas Bôas fala em oportunismo na divulgação de mensagens e defende Moro

Leia também: Quase 200 organizações lançam manifesto contra reeleição do Brasil na ONU

Guterres informou que o organismo tomou uma série de medidas significativas para alinhar despesas com entradas de caixa projetadas. Porém, apesar desses esforços, a crise é perpetuada com um ingresso menor de recursos. Ele acrescentou que, se nada for feito, o déficit atingirá a cifra de US$ 600 milhões em outubro.

“Isso está exacerbando uma situação já difícil. Os mecanismos de liquidez estão falhando conosco. Se não tivéssemos contido despesas globalmente desde o início deste ano — ajustando as contratações e adiando as despesas não posteriores para se adaptar à liquidez fluxo — não teríamos liquidez para apoiar a abertura da Assembleia Geral”, disse ele, referindo-se à reunião anual da ONU em Nova York, no mês passado, da qual participou, com o discurso de abertura, o presidente Jair Bolsonaro .

Na carta de três páginas, o secretário-geral relatou que, em julho deste ano, a ONU recorreu a empréstimos do Fundo de Capital de Giro, passando ao mês seguinte a tirar dinheiro emprestado da Conta Especial . No fim de setembro, foi preciso contrair novas dívidas para manter as missões de paz — dinheiro que deverá faltar em outubro. O quadro se agravará em novembro, quando não deverá haver dinheiro suficiente para cobrir as folhas de pagamento.

Leia também: OEA demora seis anos para se manifestar sobre denúncias de direitos humanos

“Estou entrando em contato com os Estados-membros com um pedido urgente de pagar [as dívidas], a fim de minimizar interrupções em nossas operações e garantir que possamos cumprir nossas obrigações contratuais com funcionários e fornecedores”, salientou Guterres.

Leia mais:  Câmara dos EUA aprova medida que favorece dois milhões de imigrantes no país

Ele relatou ter limitado as viagens oficiais que forem de fato essenciais, adiado a compra de bens e serviços e implementado economia de energia. A partir da semana que vem, serão suspensos eventos que já haviam sido reservados para o período.

“Instruí os gerentes a explorar caminhos para limitar ainda mais as despesas durante o último trimestre, incluindo o adiamento de conferências e reuniões ou a busca de maneiras de reduzir despesas relacionadas ajustando os serviços. Continuaremos analisando nossas atividades para buscar melhores opções para administrar a crise de liquidez e manter todas essas medidas sob revisão periódica”, conclui o secretário-geral da ONU.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Petrobras é condenada por caso de assédio sexual e vai pagar R$ 112 mil de multa

Publicado

em

source
petrobras arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Fachada da sede da Petrobras, no Rio de Janeiro

A   Petrobras  foi condenada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a pagar indenização de R$ 112 mil  a uma técnica de edificações  vítima de assédio sexual.

A decisão foi da Segunda Turma do TST, que considerou a indenização de R$ 30 mil fixada anteriormente como insuficiente para coibir novos casos. A funcionária prestava serviços à empresa, em Belém (PA), e foi assediada pelo fiscal do contrato, empregado da estatal.

Leia mais: Reforma de prédio que desabou ainda não tinha começado, diz engenheiro

A decisão do TST reformou a sentença do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (PA) que reduziu para R$ 30 mil o valor de R$ 112 mil arbitrado pelo juízo de primeiro grau.

De acordo com o processo, o fiscal havia presenteado a empregada com roupas íntimas durante um “amigo oculto” e a convidou a passar um fim de semana em sua casa de praia. O convite não foi aceito, o que o teria levado a persegui-la. A partir daí, ele passou a reclamar do desempenho do trabalho da subordinada e a desqualificá-la profissionalmente.

Inibir novos casos

Na avaliação da relatora do recurso, ministra Maria Helena Mallmann, o valor que havia sido fixado pelo TRT não atende ao   critério pedagógico, não considera o porte econômico da empresa nem inibe a ocorrência de outras situações similares.

Leia também: Militar da FAB detido com cocaína em aeroporto espanhol é condenado a 8 anos

A ministra ressaltou que as investidas não eram veladas, mas perante diversos colegas, e lembrou que, na hipótese, a vulnerabilidade é ainda maior por se tratar de  empregada terceirizada vítima de assédio sexual  por parte de superior hierárquico e empregado de empresa pública.

Leia mais:  Villas Bôas fala em oportunismo na divulgação de mensagens e defende Moro

“São notórias as dificuldades enfrentadas pelas mulheres no mercado de trabalho, e o assédio sexual fragiliza ainda mais a sua manutenção no emprego e a ocupação de melhores cargos”, afirmou. “Por essa razão, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) aprovou a Convenção 190, ratificada pelo Brasil em junho de 2019, que é contra a violência e assédio no mundo do trabalho”.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Direto de Brasília52 minutos atrás

Confira benefícios que os doadores de sangue têm e não sabem

arrow-options Agência Brasil Doadores de sangue possuem benefícios que são pouco conhecidos. Segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da...

Economia6 horas atrás

Saldo de empregos formais no Brasil foi de 157 mil novas vagas em setembro

arrow-options Jana Pêssoa/Setas Setembro de 2019 teve o melhor resultado em abertura de vagas com carteira assinada para o mês...

Economia6 horas atrás

De 10 empresas que abriram em 2012, pelo menos 6 já fecharam as portas

arrow-options Reprodução Saldo de empresas abertas e fechadas continua negativo em 2017, diz IBGE Cerca de 40% das 597,2 mil...

Estadual7 horas atrás

Pleno declara inconstitucional lei que obriga a anexar foto de medidor em conta de luz

“Houve violação direta na competência privativa da união para legislar sobre energia elétrica”, concluiu o magistrado relator. O Pleno do...

Tecnologia7 horas atrás

Qualquer um pode ser um YouTuber: como começar a produzir vídeos hoje

O crescimento das redes sociais fez com que diversas pessoas se arriscassem a apostar na carreira de blogueiros em vídeo...

Entretenimento9 horas atrás

Record cancela ‘Dancing’ especial dos campeões após polêmica com Maytê Piragibe

A Record TV, que até então estava com uma edição do ‘Dancing Brasil’ especial com campeões do reality engatilhada para...

Entretenimento9 horas atrás

Bailarinas do Faustão curtem dia de sol e colocam o bronzeado em dia. Fotos!

Neste fim de semana, algumas integrantes do balé do Domingão do Faustão e a ex-bailarina do programa Tainá Grando tiraram...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana