conecte-se conosco


Carros e Motos

O último VW Fusca do mundo acaba de sair da linha de produção mexicana

Publicado

em

VW Fusca arrow-options
Divulgação
O último VW Fusca do mundo, sem deixar qualquer sucessor. Funcionários mexicanos se despedem na fábrica de Puebla

Após lançar a série Final Edition, a Volkswagen encerrou oficialmente a produção mundial do VW Fusca (agora chamado apenas de Beetle) em sua fábrica em Puebla, no México. A última unidade da segunda vida do cupê — desde o retorno em 1997 — será exibida no museu da montadora, que faz parte do complexo mexicano. As últimas 65 unidades serão vendidas no México apenas pela internet, por US$ 21 mil para o modelo básico. Eles têm ao lado esquerdo uma placa comemorativa seriada do 1 ao 65. As cores são azul metálico, preto, branco e bege.

LEIA MAIS: VW Fusca nacional faz 60 anos. Veja 5 “filhotes” do clássico carismático

Com a vaga aberta na linha de produção, o SUV médio Tarek — que também será vendido no Brasil, abaixo do Tiguan, e também será feito na Argentina em 2021 — ocupará o espaço. Além do VW Fusca , a fábrica mexicana em Puebla prepara mais uma mudança de linha. O VW Golf também deixará de ser produzido por lá, passando a ser montado somente em Wolfsburg (Alemanha). Isso é decorrente principalmente pela baixa na procura pelos hatches médios, que no Brasil acumula apenas 0,48% de participação nas vendas de 2019.

LEIA MAIS: VW Fusca será celebrado pelos seus 60 anos de produção no Brasil

A trajetória dos novos Fusca, e antes dele

Lançado em 1998, era um modelo mais despojado com a plataforma e a mecânica do Golf. Foi montado na Alemanha até 1999, quando passou a ser produzido somente no México, inclusive após mudar de geração em 2011, quando ganhou a 2ª geração do conjunto mecânico TSi e DSG da VW. Embora tenha vendido 1,2 milhão de unidades entre 1998 e 2010, o cupê começou a perder expressividade nos anos seguintes.

Leia mais:  Renault Logan 1.0 inova onde não se vê. Confira as impressões ao volante

LEIA MAIS: VW Fusca com 530 mil km, de única dona, é restaurado de graça

Mas antes do VW Fusca do século 21, 21,5 milhões de unidades foram vendidas no mundo, entre 1938 e 2003. O modelo original, chamado Type 1, foi feito na Alemanha até 1978, após perder espaço para VW Polo e Golf. No Brasil, as 3,3 milhões de unidades comercializadas duraram até 1996, após o retorno no Governo Itamar, com início da produção em São Bernardo (SP) há 60 anos, em 1959. O México foi o último país a vendê-lo, com seu fim apenas em 2003.

Fonte: IG Carros
Comentários do Facebook
publicidade

Carros e Motos

Chevrolet Onix Plus enfrenta o rival Honda City. Qual dos sedãs vence?

Publicado

em

source
Chevrolet Onix Plus branco arrow-options
Divulgação
Chevrolet Onix Plus tem detalhes modernos como as luzes diurnas de LED embutidas nos para-choques

Foi assim com a décima geração do Honda Civic, quando chegou ao Brasil, em 2017. Ou com a Fiat Toro, no ano anterior. E com outros modelos que logo se tornaram referência do segmento. Agora, com chegada do Chevrolet Onix Plus ao País, no terreno dos sedãs compactos, todos têm um novo líder a seguir. Até mesmo o bem sucedido VW Virtus precisa se cuidar.

LEIA MAIS: Veja as primeiras impressões ao volante do novo Chevrolet Onix Plus

Aliás, a reportagem de iG Carros chegou a entrar em contato com a Volkswagen para pedir um Virtus, que seria incluído no comparativo, mas a marca nos disse que não tinha o modelo disponível, nem na versão 1.0 TSI, ou na 1.6 MSI. Então, nos restou continuar a matéria apenas com o Honda City, que está prestes a mudar de geração no Japão e deverá chegar ao Brasil em 2021. 

Logo de cara já dá para dizer que o modelo da GM ficou com a vitória com facilidade. Entre outros quesitos, mesmo sendo a versão topo de linha e com uma longa lista de equipamentos, o Onix Plus Premier (a partir de R$ 73.940) ainda consegue ficar mais em conta que o Honda City EX (R$ 80.300), bem menos equipado e com um conjunto mecânico que já pede novidades há um tempo.

Sim, a diferença de custo-benefício entre os dois é grande. Mas apenas para ficar claro, ambos são exatamente da mesma categoria, com entre-eixos de 2,60 m e apenas um centímetro a mais de comprimento a favor do GM (4,47 m ante 4,46 m do Honda). Só para citar os principais itens do Onix Plus Premier, o carro vem com seis airbags e controle de estabilidade (ESP), monitoramento de pressão dos pneus, partida por botão e a melhor central multimídia atualmente, com tela de 7 polegadas, de alta-resolução e que pode ter acesso à internet a bordo, via 4G, como opcional.

Leia mais:  Toyota SW4 e Hilux 2020 estreiam com novos itens de segurança

No City, a Honda consegue oferecer um pacote bem mais modesto que inclui ar-condicionado digital, câmera de ré,  volante multifuncional revestido de couro, controlador de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”), computador de bordo que informa autonomia e uma central multimídia que pede mudanças o mais breve possível (apenas para se ter uma ideia, existe um botão “dia/noite” para você conseguir visualizar as informações na tela durante o dia).

O único quesito em que o City supera o Onix Plus é no tamanho do porta-malas, de 536 litros ante 469 litros do GM. De resto, o modelo da Chevrolet fica na frente do Honda, que conta com motor 1.5, aspirado, de quatro cilindros, o mesmo que começou a ser usado no Fit, há 11 anos. Rende os mesmos 116 cv de potência que o 1.0 turbo, de três cilindros, da GM, que tem 50% a menos de cilindrada.

 Acelerando o Chevrolet Onix Plus

Chevrolet Onix Plus azul arrow-options
Divulgação
Sedã da GM consegue rodar até 690 quilômetros na estrada com um tanque de gasolina, conforme o Inmetro

Não é à toa que a potência específica do 1.0 da GM é de 116,1 cv e do Honda, 77,5 cv. Na prática, a maior eficiência do motor turbo, de três cilindros, de origem Opel, é a resposta mais ágil ao comando do acelerador. Afinal, são 16,8 kgfm de torque a meros 2.000 rpm, ante 15,3 kgfm a altos 4.800 rpm. Somado ao pacato câmbio CVT, no Honda,  o melhor é aceitar a falta de fôlego e ir devagar com o andor, sem acelerar demais, já que o nível de ruído aumenta bastante, junto com o consumo.

No Onix Plus, a situação é o contrário. Pode acelerar que o bom isolamento acústico vai impedir que o excesso de ruído invada o interior do carro. Além disso, o desempenho é melhor no GM. Conforme os dados das fabricantes, para acelerar de 0 a 100 km/h o Onix precisa de 10,9 segundos, ante 11,3 s do Honda, cuja máxima fica em 175 km/h, contra 185 km/h do Chevrolet.

Leia mais:  Renault Logan 1.0 inova onde não se vê. Confira as impressões ao volante

 LEIA MAIS: Honda City da nova geração terá versão híbrida em 2021

Ambos são carros estáveis nas curvas, mas o GM tem controle eletrônico de estabilidade, item que o Honda não tem nem como opcional. Os dois também vêm com rodas de aro 16, mas no Onix os pneus são um pouco mais largos (195/55R 16, ante 185/55R 16), o que também ajuda a transmitir mais segurança. Porém, é bom lembrar que nem um nem outro tem freios a disco nas quatro rodas, com tambores no eixo traseiro, o que aumenta o risco de fadiga quando mais exigidos, como em descidas de serra. 

O consumo menor do Onix Plus Premier 1.0 turbo é outra vantagem. Conforme o Inmetro, o GM faz até 15,7 km/l de gasolina na estrada, ante 14,5 km/k do Honda. Na cidade, com etanol, ambos de equivalem. Com 8,6 km/l do Onix e 8,5 km/l do Honda, que tem menor autonomia na estrada, com gasolina, de 667 km, contra 690 km do Chevrolet.

Conclusão

 O Chevrolet Onix Plus acaba de chegar às lojas e já superou até as vendas do principal rival, o VW Virtus, na primeira quizena de outubro, conforme balanço da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos). Já se tornou referência no segmento de sedãs compactos.

LEIA MAIS: Onix Plus aparece à frente do VW Virtus nas vendas parciais de outubro

 Quanto ao Honda City, resta apenas esperar pela chegada da nova geração, que vai ser mostrada em 2020 e deverá chegar ao Brasil, no ano seguinte, enfim, com conjunto mais moderno e eficiente que deverá incluir um novo motor 1.0, turbo.

Leia mais:  Veja 5 lançamentos de supercarros para o Salão do Automóvel de SP

Ficha técnica

Chevrolet Onix Plus

Motor: 1.0, três cilindros, turbo, flex

Potência : 116 cv a 5.500 rpm

Torque: 16,8 kgfm (E) / 16,3 (G) a  2.000 rpm

Transmissão:  Automático, seis marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira e traseira) 

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 195/55 R16 

Dimensões: 4,47 m (comprimento) / 1,73 m (largura) / 1,47 m (altura), 2,60 m (entre-eixos)

Tanque : 44 litros

Porta-malas: 469 litros 

 Consumo: 12 km/l (cidade) /15,7 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 10,9 segundos 

Vel. Max: 185 km/h 

Honda City EX

Motor: 1.5, quatro cilindros, flex

Potência : 116 cv (E)/115 cv (G) a 6.000 rpm

Torque: 15,3 kgfm (E) / 15,2 (G) a  4.800 rpm

Transmissão:  Automático, CVT, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira e traseira) 

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 185/55 R16 

Dimensões: 4,46 m (comprimento) / 1,70 m (largura) / 1,49 m (altura), 2,60 m (entre-eixos)

Tanque : 46 litros

Porta-malas: 536 litros 

 Consumo: 12,3 km/l (cidade) /14,5 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 11,3 segundos 

Vel. Max: 175 km/h

Fonte: IG Carros
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Esportes24 minutos atrás

Confirmado! Maracanã vai receber a final da Libertadores de 2020

arrow-options Facebook / Reprodução Maracanã será palco da final da Libertadores de 2020 Informação que já havia sido garantida pelo...

Esportes24 minutos atrás

Clubes de Alemanha e Inglaterra disputam a contratação de Gabigol

arrow-options CONMEBOL/TWITTER Gabigol, atacante do Flamengo Schalke 04 , da Alemanha, e Crystal Palace , da Inglaterra, estão interessados em contratar o...

Esportes24 minutos atrás

Lutador morre no hospital após ser nocauteado em combate

O boxeador americano Patrick Day morreu na madrugada desta quinta-feira (17), aos 27 anos, depois de sofrer uma lesão cerebral...

Esportes24 minutos atrás

Musa do Grêmio posa nua e dispara: “Vamos eliminar o Flamengo”

arrow-options Diamond Brazil Giulia Grevinel, musa do Grêmio Giulia Grevinel, musa do Grêmio que posou recentemente para a Diamond Brazil,...

Esportes24 minutos atrás

Vídeo: torcedores do Vasco levam barradas e são espancados no Rio

Dois torcedores do Vasco foram espancados por um grupo de pelo menos 10 pessoas em um posto de combustível em...

Esportes24 minutos atrás

Felipe Melo dedica gol a Bolsonaro e irrita palmeirenses: “Traste”

Felipe Melo garantiu a vitória do Palmeiras diante da Chapecoense na última quarta-feira (16) com um gol aos 54 minutos....

Esportes24 minutos atrás

Tá com estômago? Confira os momentos mais escatológicos do esporte

Atleta é gente como a gente e não escolhe a hora de ir ao banheiro, passar mal, vomitar ou de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana