conecte-se conosco


Política

Não houve “nenhuma anomalia” com gastos no final do governo Temer, diz Padilha

Publicado

em


Ex-ministro da Casa Civil informou não haver “nenhuma anomalia” na execução orçamentária do governo Temer
Marcos Corrêa/PR – 4.10.18

Ex-ministro da Casa Civil informou não haver “nenhuma anomalia” na execução orçamentária do governo Temer

O ex-ministro da Casa Civil  Eliseu Padilha informou nesta sexta-feira (4) não haver “nenhuma anomalia” na execução orçamentária do último mês do governo do ex-presidente Michel Temer. De acordo com Padilha, os pagamentos realizados em dezembro de 2018 foram aprovados pela Comissão de Orçamento do Congresso Nacional.

“No mês de dezembro de 2018 não houve e não há nenhuma anomalia nas decisões de execução orçamentária, através de empenhos e pagamentos, pois tudo está regularmente autorizado por leis orçamentárias tempestivamente aprovadas pela Comissão de Orçamento do Congresso Nacional”, afirmou o ex-ministro da Casa Civil .

No governo passado, Padilha era o presidente da Junta de Execução Orçamentária (JEO), integrada pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento e pela pasta que ele era responsável.

Na nota, o ex-ministro explicou que “é normal que ao final de exercícios os responsáveis pela execução orçamentária, no caso os ministros da JEO, façam uma avaliação dos ministérios que estejam com a maior execução e daqueles que tenham a menor execução orçamentária e promovam a transferência entre os ministérios”.

Padilha também ressaltou que todas as movimentações orçamentárias foram aprovadas pela Comissão Mista de Orçamento da Câmara dos Deputados.

Após a reunião ministerial comandada na quinta-feira (3) pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro Onyx Lorenzoni anunciou que o governo federal vai revisar as contratações, transferências e demissões de funcionários públicos comissionados, bem como a movimentação financeira dos ministérios nos últimos 30 dias.

“Verificamos que houve uma movimentação incomum de exonerações e de nomeações, nos últimos 30 dias, assim como houve uma movimentação incomum de recursos destinados a ministérios, também nos últimos 30 dias”, afirmou o ministro.

Leia mais:  PSOL anuncia apoio a Fernando Haddad no segundo turno das eleições

De acordo com o ministro, o alto volume de movimentação de recursos causou “estranheza”, em especial nos últimos 15 dias do ano. “O presidente Bolsonaro quer um relatório de cada um dos ministros para ver para onde foi o dinheiro, por que foi feito e se há suporte”, completou. A missão deve ser concluída até a próxima semana por cada pasta.

Leia também: Bolsonaro critica auxílio-reclusão e fala em “fazer justiça” durante seu governo

O novo ministro da Casa Civil disse ainda que o governo vai fazer uma varredura em todos os conselhos vinculados à administração federal e nos imóveis próprios e alugados pela União nos estados.

Comentários do Facebook
publicidade

Política

Bolsonaro adota tom de urgência com ministros: “O País não pode mais esperar”

Publicado

em


Jair Bolsonaro vai comandar hoje a segunda reunião ministerial da sua gestão; espera é de propostas de rápida aplicação
Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro vai comandar hoje a segunda reunião ministerial da sua gestão; espera é de propostas de rápida aplicação

O presidente Jair Bolsonaro comandará, nesta terça-feira (8), a segunda reunião ministerial desde que tomou posse do governo federal, no dia 1º de janeiro. Neste encontro, conforme adiantou pelo Twitter, o presidente pretende ouvir cada ministro sobre os planos, propostas de enxugamento das pastas e medidas de rápida implementação.

Leia também: Bolsonaro diz que caixa-preta do BNDES e de outros órgãos “começou a ser aberta”

De acordo com o presidente, o “País não pode mais esperar” e, por isso, essa já é a segunda reunião ministerial em cinco dias. A primeiro encontro comandado por Jair Bolsonaro ocorreu no último dia 3, também no Palácio do Planalto, quando o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, defendeu a redução de gastos, corte de pessoal e a busca por diálogo com a oposição e o Congresso Nacional.

“Em menos de duas semanas de governo, mais uma reunião para ouvir cada um dos ministros sobre os planos, propostas de enxugamento das pastas e medidas de rápida implementação. Nosso País não pode mais esperar. Logo, novidades na linha que o brasileiro sempre exigiu”, publicou o presidente, na manhã desta terça-feira.

Leia também: Conta de Bolsonaro no Twitter será administrada pela Secom

A chamada reunião do Conselho de Ministros , que engloba a equipe inteira, foi agendada para as 9h de hoje no Palácio do Planalto. A última durou cerca de quatro horas. 

Um dos temas que devem ser tocados neste encontro é a  reforma da Previdência , cujo texto, elaborado pela equipe econômica de Bolsonaro, deve ser enviado o quanto antes ao Congresso Nacional. De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, a primeira reunião foi de alinhamento e definição de tarefas.

Leia mais:  Prefeitos querem novo tributo sobre combustível e reajuste no IPTU

Leia também: Bolsonaro critica imprensa “parcial” e diz que vai democratizar verbas

Ainda no tema econômico, na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu de Jair Bolsonaro a missão de definir os principais pontos do texto que o governo pretende encaminhar aos parlamentares neste semestre. O presidente defende que a reforma seja aprovada ainda no primeiro semestre deste ano. 

* Com informações da Agência Brasil.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Direto de Brasília23 minutos atrás

Moro afirma que não é possível enviar Força Nacional ao Pará agora

Reprodução/ Facebook Governador paraense se reuniu com o ministro Sérgio Moro e reiterou o pedido de ajuda federal O ministro...

Regional53 minutos atrás

Polícia prende chefe do tráfico de drogas de três bairros em Pinheiros

Denúncia de agressão doméstica deu início à operação; acusado já tinha três mandados em aberto PINHEIROS (ES) – O chefe...

Mulher1 hora atrás

Roteiro de drinques de verão super refrescantes

Nesses dias e noites da estação mais quente do ano, nada melhor do que drinques de verão para se refrescar....

Entretenimento1 hora atrás

15 perguntas! Nany People fala sobre carreira, política, namoro e muito mais

Desde o início de sua trajetória em Minas, sua terra natal, até a ida para São Paulo em busca do...

Economia2 horas atrás

Preço da gasolina nas refinarias volta a subir e chega a R$ 1,4990

Divulgação/Prefeitura de Paulínia A alta do petróleo e a desvalorização do real frente ao dólar motivaram o reajuste no preço...

Entretenimento2 horas atrás

Que calor! Cacu Colucci aproveita dia ensolarado com banho de mangueira

A ex-“BBB 10”, Cacau Colucci, fez a temperatura subir nesta quarta-feira (16) com um clique super sensual em seu perfil...

Entretenimento2 horas atrás

Que calor! Cacu Colucci aproveita dia ensolarado com banho de mangueira

A ex-“BBB 10”, Cacau Colucci, fez a temperatura subir nesta quarta-feira (16) com um clique super sensual em seu perfil...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana