conecte-se conosco



Nacional

Não há evidência de imunidade coletiva para Covid-19 no Brasil

Publicado

em


source
Covid-19
Tânia Rego / Arquivo / Agência Brasil

Quantidade de anticorpos contra doença começa a cair três meses após a infecção, diz diretor da Opas

Não há evidência de que o Brasil esteja desenvolvendo imunidade coletiva contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), segundo o braço latino-americano da Organização Mundial da Saúde.

A imunidade coletiva (ou de rebanho, como é tratada no Brasil) ocorre quando cerca de 65% da população é contaminada por um vírus ou imunizada por uma vacina. Com alta porcentagem de pessoas imunes, o alastramento do vírus é afetado diretamente.

Segundo Marcos Espinal, diretor do departamento de doenças infecciosas da Opas (Organização Pan-americana de Saúde), ainda não há evidências de que os anticorpos contra o novo coronavírus possam garantir qualquer proteção. “Os anticorpos começam a desaparecer depois de três meses que a pessoa teve a infecção”, diz ele.

Em uma coluna publicada no site O Globo, a microbióloga Natália Pasternak afirma que anticorpos podem não ser as únicas armas do organismo humano contra o novo coronavírus. De acordo com a pesquisadora, a memória imunológica pode preparar o organismo para o caso de uma segunda infecção.

“Quando somos expostos a um vírus, o mais comum é o sistema imune reagir de duas maneiras: primeiro, com células genéricas, num ataque mais grosseiro, depois, com células feitas sob medida para aquele vírus. Isso traz memória imunológica, que registra o vírus para ataques futuros”, explica a especialista.

Comentários do Facebook

Nacional

Filho agride mãe de 64 anos com golpes de cano e é preso

Publicado

em

Policiais da Deam efetuaram a prisão, autor responderá por lesão corporal, injúria, calúnia e ameaça

Os policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Friburgo prenderam em flagrante um homem de 31 anos, que agrediu a mãe, de 64, com golpes de cano, na tarde desta terça-feira (28/07). A vítima foi atingida na cabeça, nas costas e nas mãos e já havia sofrido ameaças do filho.

A violência aconteceu na residência da vítima, no distrito de Conselheiro Paulino. Segundo a Polícia Civil, o agressor já possui passagem por lesão corporal e ameaça. Inclusive, a vítima já havia denunciado a situação, mas não chegou a registrar as ocorrências, tendo desistido de dar andamento ao procedimento.

Muito abalada, a mulher disse aos agentes que a agressão teria iniciado após ela ter negado dar dinheiro ao filho. Beneficiária do auxílio emergencial, a vítima teria recebido nesta terça-feira, sendo então procurada pelo acusado.

O agressor foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e responderá pelos crimes de lesão corporal, injúria, calúnia e ameaça, todos na forma da Lei Maria da Penha. Já a vítima foi levada ao Hospital Municipal Raul Sertã, onde recebeu tratamento e, em seguida, teve alta.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes14 minutos atrás

Presidente do Rio Branco confirma goleiro Bruno como reforço

. Em menos de 24 horas, o anúncio do Rio Branco da contratação do goleiro Bruno provocou uma série de...

Nacional1 hora atrás

Filho agride mãe de 64 anos com golpes de cano e é preso

Policiais da Deam efetuaram a prisão, autor responderá por lesão corporal, injúria, calúnia e ameaça Os policiais civis da Delegacia...

Estadual1 hora atrás

Mulher é encontrada morta com sinais de violência dentro de casa no ES

O corpo dela estava na sala, com um tapete por cima, e tinha marcas de golpes na cabeça. Nenhum suspeito...

Estadual2 horas atrás

Cliente negativada tem negado pedido de indenização por danos morais

. A autora da ação teria tido o nome inscrito no cadastro de proteção ao crédito devido a outra dívida....

Estadual2 horas atrás

Passageira que caiu de ônibus em alta velocidade deve ser indenizada por danos morais

. A decisão é do juiz da 6ª Vara Cível da Serra. Uma empresa de transporte deve indenizar uma passageira...

Estadual2 horas atrás

Servidores realizam última etapa da digitalização de procedimentos administrativos da Corregedoria

. Procedimentos disciplinares, reclamações, pedidos de providênciase atos normativos passarão a tramitar no PjeCor. Por determinação do corregedor-geral da Justiça,...

Nacional2 horas atrás

Escritora Djamila Ribeiro se posiciona sobre ameaças à filha de 15 anos

Divulgação Djamila Ribeiro A escritora e filósofa Djamila Ribeiro se posicionou, nesta terça-feira (28), sobre as ameaças que ela e...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!