conecte-se conosco



Internacional

Mulher desiste de doar R$ 30 mil para menina com câncer: ‘Descobri que é filha de lésbicas’

Publicado

em

As mães de uma menina de quase 2 anos, dignosticada com câncer há cinco meses, denunciaram, no início de abril, um episódio de homofobia que revoltou sua família. Tiffany e Albree Shaffer, moradoras de Ohio, nos Estados Unidos, receberam uma mensagem de uma pessoa que disse ter se sensibilizado com a história da criança, mas que deixaria de doar um valor equivalente a R$ 30 mil para o tratamento porque ela é filha de duas lésbicas.

Em dezembro de 2018, foi descoberto que a pequena Callie estava com neuroblastoma avançado, um tipo de câncer que ataca glândulas acima dos rins. Na semana seguinte, saiu o prognóstico: a doença estava no estágio quatro e a paciente precisaria de 18 meses de quimioterapia e radiação. Mas o custo para tal seria alto. Um parente dela teve a ideia de criar uma campanha de financiamento coletivo com o objetivo de ajudar nas despesas médicas.

Tiffany e Albree relataram em um post no Facebook terem ficado “chocadas e enojadas” a mensagem enviada por uma mulher identificada como Bren Marie. O desabafo alcançou, até o momento, 12 mil compartilhamentos.

“Minhas orações estão com a Callie. Eu ia doar US$ 7,6 mil (cerca de R$ 30 mil) para ela, mas descobri que ela é filha de lésbicas. Eu escolhi fazer uma doação para St. Jude (hospital infantil) devido a esse fato”, afirmou a usuária da rede social. “Desculpe, ainda vou rezar por ela, mas talvez seja a maneira de Deus de chamar sua atenção que ela precisa de uma mamãe e um papai, não duas mamães”.

Segundo a emissora americana “NBC News”, o perfil dela foi excluído ou teve seu nome alterado após o caso repercutir na web.

Menina precisa passar por quimioterapia e radiação Foto: Facebook / Reprodução

“Tentamos não ficar chateadas, mas foi difícil”, disse Albree, de 26 anos. “Eu não podia acreditar que ela nos procurou para nos dizer isso diretamente. Ela poderia simplesmente não ter doado e ignorado a página”.

Apesar disso, ela contou que acabou recebendo doações de estranhos após a mensagem de Bren Marie ter viralizado e enxergou nessa gentileza algo positivo em meio a tudo que aconteceu. A vaquinha online já arrecadou cerca de US $ 80 mil (aproximadamente R$ 315 mil).

Enquanto Albree largou seus três empregos para ficar de olho em Callie no Hospital Infantil de Cincinnati, em Ohio, Tiffany trabalha e ainda cuida de seu outro filho, Tyler, de 7 anos, que tem transtorno do espectro autista.

De acordo com a família de Callie, além da quimioterapia e radioterapia, ela precisará de um transplante de medula óssea e de uma cirurgia para remover o tumor assim que ele encolher.


(*Extra)

Comentários do Facebook

Internacional

ONU: Trump exige ação contra China por coronavírus; Xi pede cooperação

Publicado

em


.

O presidente norte-americano Donald Trump usou a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira (22), para atacar a maneira como a China lidou com a pandemia de coronavírus, dizendo que a entidade deveria “responsabilizar a China” pelas relações relacionadas ao surto.

Em contraste, o presidente da China, Xi Jinping, adotou um tom conciliador em seu discurso virtual gravado com antecedência para a assembleia-geral, pedindo uma cooperação melhor em relação à pandemia e sublinhando que a China não tem intenção de lutar “nem uma Guerra Fria, nem uma quente” com qualquer outro país.

Os líderes das duas maiores economias do mundo expuseram suas visões conflitantes, com as relações em seu pior momento em décadas em meio à pandemia, e com o coronavírus agravando tensões sobre comércio e tecnologia.

Trump, prestes a encarar uma tentativa de reeleição com os EUA lidando com a maior contagem oficial de mortes pelo coronavírus do mundo, focou seu discurso em atacar a China.

Trump acusou Pequim de permitir que as pessoas saíssem da China nos primeiros estágios do surto para infectar o mundo, ao mesmo tempo em que proibiu as viagens domésticas.

“Precisamos responsabilizar a nação que soltou esta praga no mundo, a China”, disse, em comentários gravados na segunda-feira, na Casa Branca, e entregues remotamente à Assembleia Geral, por causa da pandemia.

“O governo chinês e a Organização Mundial de Saúde –que é virtualmente controlada pela China– falsamente declararam que não havia evidência de transmissão entre humanos”, disse.

“Depois, eles falsamente disseram que pessoas sem sintomas não disseminariam a doença… a Organização das Nações Unidas precisa responsabilizar a China pelas suas ações.”

O presidente prometeu distribuir uma vacina e disse: “Vamos derrotar este vírus e vamos encerrar esta pandemia”.

Ao introduzir os comentários de Xi, o embaixador chinês na ONU, Zhang Jun, afirmou que a China “rejeita resolutamente as acusações infundadas” contra o país.

“O mundo está em uma encruzilhada. Neste momento, o mundo precisa de mais solidariedade e cooperação, e não confronto”, disse.

Em seu discurso, que pareceu ser uma resposta implícita a Trump, Xi pediu uma resposta global ao coronavírus, dando à Organização Mundial de Saúde um papel de liderança. Trump anunciou planos para retirar os EUA da OMS.

“Enfrentando o vírus, devemos reforçar a solidariedade e passar por isso juntos”, disse. “Devemos seguir as orientações da ciência, dar plenitude ao papel de liderança da Organização Mundial de Saúde e lançar uma resposta conjunta internacional para vencer a pandemia. Qualquer tentativa de politizar o assunto, ou estigmatizá-lo, precisa ser rejeitada.”

A OMS rejeitou as declarações de Trump.

“Nenhum governo nos controla”, disse a diretora de comunicações da OMS, Gabby Stern, em um tuíte, acrescentando: “Em 14 de janeiro, nosso líder técnico para #COVID19 disse à mídia sobre o potencial de transmissão entre humanos. Desde fevereiro, nossos especialistas discutiram publicamente a transmissão por pessoas sem sintomas ou antes dos sintomas.”

A contagem de mortes pelo coronavírus nos Estados Unidos passou de 200 mil na segunda-feira, de longe o maior total oficial em qualquer país.

Trump também atacou o histórico da China em relação ao meio ambiente, mas não direcionou críticas a Pequim em relação a direitos humanos.

O presidente, crítico frequente da Organização das Nações Unidas, afirmou que, para ela ser eficiente, precisa se concentrar nos “verdadeiros problemas do mundo”, como “terrorismo, opressão das mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas, seres humanos e sexual, perseguição religiosa e limpezas étnicas de minorias religiosas”.

Mais cedo, o secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou que o mundo estava se movendo “em uma direção muito perigosa” com as tensões entre China e EUA.

“Precisamos fazer de tudo para evitar uma nova Guerra Fria”, disse, à Assembleia. “Nosso mundo não aguenta um futuro em que as duas maiores economias dividem o globo em uma Grande Fratura –cada um com suas próprias regras financeiras e comerciais, internet e capacidade de inteligência artificial.”

“Uma divisão tecnológica e econômica é inevitavelmente um risco de se tornar uma divisão geo-estratégica e militar. Precisamos evitar isso a todo custo”, afirmou.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes4 minutos atrás

Flamengo supera Barcelona e desfalques pela covid-19 na Libertadores

. O Flamengo se recuperou da goleada por 5 a 0 sofrida na última quinta-feira (17) para o Independiente Del...

Esportes34 minutos atrás

CBF marca reunião para tratar de retorno de público a estádios

. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou na noite desta terça (22) que se reunirá com os clubes da...

Política34 minutos atrás

“Se a mídia está criticando, é porque discurso na ONU foi bom”, diz Bolsonaro

Marcos Corrêa/Agência Brasil Bolsonaro na ONU O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a apoiadores, nesta terça-feira (22), no Palácio...

Saúde1 hora atrás

Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas

. O Brasil teve 836 mortes e 33.536 novos casos do novo coronavírus registrados nas últimas 24 horas. Os dados...

Saúde1 hora atrás

Saúde do Rio libera acesso do sistema de regulação a MP e Defensoria

. A fila do sistema de regulação da Secretaria de Estado de Saúde (SES) passou a ter acesso liberado à...

Esportes2 horas atrás

Pia destaca vontade de novatas e vê seleção mais veloz após treinos

. A seleção feminina de futebol se despediu da Granja Comary, em Teresópolis (RJ), nesta terça-feira (22). Sem poder realizar...

Entretenimento2 horas atrás

Em dia em que completa 73 anos, Vanusa tem piora e é intubada na UTI

Reprodução/Instagram Vanusa com o filho Vanusa teve uma piora no estado de saúde e precisou ser intubada e levada para...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!