conecte-se conosco



Nacional

MP pede mais investigações sobre incêndios em Alter do Chão

Publicado

em

source

Agência Brasil

Queimada em Alter do Chão arrow-options
Exército / Divulgação

Região de Alter do Chão sofre com incêndios que destroem mata nativa

O Ministério Público do Pará (MP-PA) pediu à Justiça estadual que determine à Polícia Civil o aprofundamento das investigações sobre as causas e os eventuais responsáveis pelos incêndios que destruíram parte de uma área de proteção ambiental em Alter do Chão , perto de Santarém, em meados de setembro do ano passado.

Leia também: Chuvas no Espírito Santo já deixaram mais de 2 mil pessoas desalojadas

Ao devolver ao juiz titular da 1ª Vara Criminal de Santarém, Alexandre Rizzi, os autos do inquérito policial relacionados ao incêndio , os cinco promotores de Justiça que atuam no caso apontaram a necessidade de o delegado responsável pelo processo apresentar mais detalhes sobre as investigações, como laudos periciais. Os promotores também querem que as testemunhas anteriormente indicadas pela defesa sejam ouvidas.

Em nota, o MP lembra que o inquérito policial foi concluído em dezembro de 2019 e que, antes mesmo de apresentar as conclusões à Promotoria de Justiça de Santarém, a Polícia Civil indiciou cinco brigadistas apontados como causadores do incêndio.

Em 20 de dezembro, Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Marcelo Aron Cwerner, Gustavo de Almeida Fernandes e Ronnis Repolho Blair foram indiciados por associação criminosa e danos à Área de Proteção Ambiental (APA) Alter do Chão. O MP diz que só recebeu os autos em janeiro.

Leia também: Responsável por matar produtor no trânsito segue solto 3 meses após o crime

Na ocasião, os advogados dos brigadistas consideraram tendenciosa a investigação da Polícia Civil. “O indiciamento é fruto de ilegalidades e, infelizmente, indica direcionamento da investigação. Encerraram-se as investigações de maneira atropelada, sem a realização de perícia técnica, atualmente em curso na Polícia Federal, para apurar em que circunstâncias efetivamente ocorreu o incêndio”, disseram os advogados, reclamando que o delegado responsável ignorou o pedido para que as testemunhas de defesa por eles indicadas fossem ouvidas. “Esta precipitação atenta contra a apuração correta dos fatos. O indiciamento foi baseado em ilações extraídas de depoimentos meramente especulativos, sem nenhuma prova.”

O indiciamento também foi anunciado antes de a Justiça estadual se manifestar sobre o pedido do Ministério Público Federal no Pará , que solicitou a transferência do processo para a esfera federal por entender que, como a APA Alter do Chão é uma área da União, a investigação e o julgamento têm que ocorrer em nível federal. Outro inquérito, a cargo da Polícia Federal, não encontrou indícios de que os brigadistas são culpados pelos incêndios na unidade florestal. Segundo o Ministério Público Federal, além disso, a investigação federal indicou que o incêndio pode ter sido provocado por grileiros, e não por brigadistas voluntários.

Leia também: Witzel diz que situação da água da Cedae deve ser resolvida em uma semana

Em nota divulgada hoje (22), os advogados Augusto de Arruda Botelho e Fernando da Nóbrega Cunha afirmam que o pedido de mais investigações feito pelo MP-PA “reabre caminho para o esclarecimento da verdade dos fatos em relação ao alegado envolvimento dos brigadistas voluntários nos incêndios em Alter do Chão “.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil ainda não se manifestou sobre o assunto.

Comentários do Facebook

Nacional

Brasil tem 941 mortes e 17.857 casos confirmados de Covid-19

Publicado

em

source
Homem tendo a pressão aferida arrow-options
GlobalStock/GettyImages/CreativeCommons

Maioria das mortes no Brasil são de idosos

O Brasil registrou mais 141 mortes causadas pelo novo  coronavírus  (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, fazendo o total subir para 17.857, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Saúde. A alta corresponde a um crescimento de 17,6%.

De acordo com a pasta, os novos casos confirmados de Covid-19 são 1.930, totalizando 17.857. O aumento foi de 12,1%. Já a taxa de letalidade passou de 5% para 5,3%.

No levantamento do Ministério da Saúde de quarta, o número de óbitos era 800, enquanto o de pessoas com a doença era de 15.927.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 496 das 941 ocorrências. A letalidade é de 6,6% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 122 mortes e letalidade de 5,5%.

Leia também: São Paulo tem 65% dos leitos para pacientes com Covid-19 ocupados

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 7.480 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 2.216 vítimas de contaminação, sendo seguido por Ceará (1.425), Amazonas (899) e Minas Gerais (655).

Comentários do Facebook
Continue lendo
Polícia Federal15 minutos atrás

PF, em ação conjunta, apreende produto de contrabando

. Foz do Iguaçu/PR – Na quarta-feira (8/4), policiais federais e da FNSP, em patrulhamento no Rio Paraná, no âmbito...

Polícia Federal15 minutos atrás

Policiais apreendem veículo com produtos alimentícios irregulares no Rio Paraná

. Foz do Iguaçu/PR – Por volta das 23h, no dia 08/04, policiais federais e da Força Nacional, durante patrulhamento...

Polícia Federal15 minutos atrás

PF, em conjunto com advogados, distribui cestas básicas

. Campo Grande/MS – Policiais Federais realizaram uma ação diferente, nesta quinta-feira (9/4), no bairro Cidade de Deus, em Campo...

Saúde15 minutos atrás

Onyx defende volta gradual da atividade econômica após a Páscoa

. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, defendeu uma volta gradual da atividade econômica no Brasil após o próximo domingo...

Nacional28 minutos atrás

Brasil tem 941 mortes e 17.857 casos confirmados de Covid-19

arrow-options GlobalStock/GettyImages/CreativeCommons Maioria das mortes no Brasil são de idosos O Brasil registrou mais 141 mortes causadas pelo novo  coronavírus  (Sars-CoV-2)...

Nacional28 minutos atrás

Witzel provoca prefeitos: “Têm que botar fita e barreira”

arrow-options Eliane Carvalho Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), defendeu...

Polícia Federal28 minutos atrás

PF deflagra operação contra tráfico de pessoas em São Paulo

. São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou hoje (9/4) operação para combater o crime de tráfico de pessoas, em...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana