conecte-se conosco



Nacional

Moraes amplia multa diária para o Facebook caso não haja os bloqueios de perfis

Publicado

em


source
moraes
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Moraes amplia multa para Facebook

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu aumentar, nesta sexta-feira (31), a multa aplicada ao Facebook pelo descumprimento da ordem de bloquear  perfis bolsonaristas no mundo todo.  Antes, o valor era de R$ 20 mil, mas Moraes o elevou para R$ 100 mil.

A TV Globo obeteve o despacho do ministro, que mostou que a plataforma está a 8 dias sem cumprir a determinação de Alexandre de Moraes. Com isso, a plataforma já acumula multa de R$ 1.92 milhão. A partir desta sexta, porém, o valor para R$ 1.2 milhão ao dia de descumprimento, por conta dos R$ 100 mil para cada uma das 12 contas a serem bloqueadas.

Alexandre de Moraes, que conduz investigação e apuração no inquérito sobre a disseminação de fake news e ameaças a ministros da corte, também ordenou a intimação do presidente do Facebook Brasil, Conrado Leister.

Capítulos

No início da tarde de hoje, o Facebook comunicou que irá recorrer da decisão do ministro e também não especificou se vai cumprir momentaneamente os bloqueios dos perfis.

“Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”, afirmou a plataforma.

Em outro capítulo, o Twitter, que também foi alvo da decisão de Moraes, disse que vai recorrer da decisão assim como o Facebook. Porém, o Twitter está cumprindo a medida e retirou do ar os perfis aqui no Brasil. Isso porque os mesmos podem ser acessados pelo Twitter de outros países.

Comentários do Facebook

Nacional

Pastor compara gays a câncer e Aids é condenado a pagar R$ 100mil

Publicado

em


source
pastor
Divulgação

A declaração foi feita quando Ezequiel estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o pastor e ex-secretário Ezequiel Cortaz Teixeira pague uma indenização de R$ 100 mil em benefício da população LGBTI+ do Rio. Ele foi condenado por ter afirmado que acreditava na cura gay , comparando a homossexualidade a doenças graves, como Aids e câncer. As informações são do jornal O Dia.

A declaração do pastor foi feita quando ele estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, em 2016. A indenização por danos morais deverá ser revertida para ações do programa Rio Sem Homofobia, do governo do estado.

“O conceito de direitos humanos, como se sabe, perpassa pela garantia fundamental e universal que visa a proteção de todos os indivíduos e extratos sociais, sem descriminação, face a ações ou missões que sequer tendam a abolir direitos ou possam macular a dignidade, honra e imagem dos indivíduos”, diz o juiz responsável pelo caso, Sandro Lucio Barbosa Pitassi.

De acordo com ele, “é notória a violação e os prejuízos maiores no que se refere à imagem da população LGBTI+”, principalmente por ocupar, na época, um “cargo político de grande relevância social”, completa.

A decisão também determina que o ex-secretário faça a divulgação do inteiro teor da sentença em veículo de grande circulação no Estado do Rio, no prazo de 30 dias, sob pena de multa diária que pode variar de R$ 500 a R$ 100 mil.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia7 minutos atrás

Ipea revisa queda do PIB de 6% para 5% em 2020

Tomaz Silva/Agência Brasil Intensidade da recuperação, medida no PIB, depende da pandemia de Covid-19, diz o instituto ligado ao Ministério...

Esportes7 minutos atrás

Jogo entre Joaçaba e Pato marca estreia de Santa Catarina na LNF 2020

A partida entre Joaçaba e Pato, nesta quinta-feira (1), às 20h30 (horário de Brasília), será a primeira disputada em Santa...

São Mateus21 minutos atrás

Projeto Tamar seleciona 20 voluntários para atuar em Guriri

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação em Tartarugas Marinhas e Biodiversidade Marinha do Leste – CENTRO TAMAR ICMBio –...

Entretenimento22 minutos atrás

Veja mais fotos do casamento de Gretchen com Esdras de Souza

Gretchen se casou novamente na última quarta-feira (30). O escolhido da vez foi o saxofonista Esdras de Souza, que ela...

Policial22 minutos atrás

PM apreende droga, munição e 12 armas em Pancas e Alto Rio Novo

Policiais militares do 8º Batalhão deflagraram uma operação de repressão ao crime, nesta quinta-feira (01), na qual foram cumpridos diversos...

Nacional22 minutos atrás

Pastor compara gays a câncer e Aids é condenado a pagar R$ 100mil

Divulgação A declaração foi feita quando Ezequiel estava à frente da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos...

Economia22 minutos atrás

Bolsonaro sanciona projeto de lei que proíbe barragens como a de Brumadinho (MG)

Foto: Isac Nóbrega/PR Bolsonaro sanciona lei que proíbe construção de barragens como a de Brumadinho (MG) Nesta quarta-feira (30), o ...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!