conecte-se conosco



Mulher

Moradora de rua trans que viralizou consegue emprego em salão de beleza

Publicado

em


source

Jessica Piovani conseguiu mudar de vida após ver sua história viralizar nas redes sociais. O Projeto Existimos, que busca dar visibilidade para pessoas transexuais vivendo nas ruas, gravou um vídeo com ela que ganhou grandes proporções na internet . Depois disso, Jessica conseguiu um casa para morar e agora tem um novo emprego. 

Jessica Piovani
Reprodução/Instagram

Jessica Piovani consegue emprego em um salão

A mulher trans é natural de Natal, Rio Grande do Norte, e explica no vídeo que viralizou que veio para São Paulo tentando fugir da transfobia. Jessica trabalhava como cabeleireira, mas perdeu o emprego com a crise do coronavírus, não conseguiu pagar o aluguel e foi morar na rua. Depois de ver a postagem, Marcelo Zill, que também já morou na rua por conta da família não aceitar a homossexualidade dele, acolheu Jessica em sua casa.

A vida dela começou a mudar assim. Por meio de uma vaquinha online, conseguiu um celular, próteses de silicone que exibu orgulhosamente no Instagram e, mais recentemente, acabou conseguindo um emprego. Jessica compartilhou nas redes sociais que está trabalhando desde a última terça-feira (21) no salão Mega Studio e postou diversas fotos no local em comemoração.


A vida de Jessica

Para o vídeo do Projeto Existimos, Jessica disse que veio para são Paulo após uma amiga, que considera como irmã, ser assassinada em Natal. A cabeleireira conta que ela foi morta a pedradas e o caso segue sem resolução. Com medo e abatida pela perda, ela veio para a capital paulista tentando fugir da transfobia. 

“Eu não quero que aconteça com ninguém o que aconteceu com a minha irmã, que ficou impune. Até hoje, 1 ano depois, o laudo não saiu. Sou de Natal e hoje eu tô em São Paulo para ficar viva. Deixei minha mãe sozinha, tudo o que eu mais amava. E tô aqui, morando na rua”, ela contou na publicação.


Fonte: IG Mulher

Comentários do Facebook

Mulher

Foto de entregadora trabalhando enquanto cuida das filhas viraliza

Publicado

em


source
Lada Koroleva
Reprodução/Facebook

Lada Koroleva


Uma foto em que uma entregadora cuidava de dois bebês dentro de um metrô em Moscou, na Rússia, viralizou nas redes sociais. Na legenda, Natie Artistry, que flagrou a cena e a compartilhou no início do mês de agosto nas redes sociais, escreveu: “Mãe coragem”.

Ao site Bored Panda, a russa Lada Koroleva, de apenas 19 anos, contou que precisou levar as filhas com ela para o trabalho porque não tinha com quem deixá-las. “Não tenho apoio da minha família e meu marido passa o dia inteiro jogando videogame. Deixar as crianças com ele não é uma opção. Amo muito minhas filhas e preciso trabalhar para sustentá-las”, revelou. A filha mais velha de Lada, Angelina, tem dois anos e a mais nova, Rimmochka, sete meses.

“Nos comentários, muita gente me condenou, dizendo que sou a culpada pela minha situação por ter duas filhas, mas eu só quero dar uma vida melhor para elas. Atualmente, estou em busca de um trabalho remoto para que seja mais fácil conciliar o serviço com o dia a dia das meninas”, disse.

Fonte: IG Mulher

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!