conecte-se conosco



Política

Ministro diz que base na Antártica é obra de Bolsonaro, mas começou com Dilma

Publicado

em

source
Dilma arrow-options
Divulgação/PT

Dilma Rousseff

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou nesta segunda-feira (13), que a reconstrução da estação brasileira Comandante Ferraz, na Antártica, é obra do governo Bolsonaro. No entanto, a obra foi licitada em 2015, durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). 

Leia também: Ministério Público denuncia ex-governador da Paraíba por organização criminosa

“Inauguração Nova Estação Antártica Comandante Ferraz. Um grande projeto do Governo Jair Bolsonaro, através da parceria entre a Marinha do Brasil, responsável pela estrutura e operações, e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, responsável pelas pesquisa”, escreveu o ministro em sua conta do Twitter. 



A estação Comandante Ferraz foi destruída por um incêndio em fevereiro de 2012. De acordo com o Ministério da Defesa, em outubro daquele ano, o governo determinou o procedimento de instalação de módulos emergenciais e o desmonte da estação. Em 2013, ainda sob a gestão de Dilma, foi aberta a licitação para reconstrução do local. 

Em 2015, a empresa chinesa CEIEC manifestou interesse em participar da obra e assinou contrato com o governo brasileiro. A reconstrução começou no início de 2016, quando a petista ainda ocupava o Planalto. A segunda etapa da obra foi concluída em 2017, sob gestão de Michel Temer (MDB). Bolsonaro ficou responsável apenas pela segunda parte da última etapa, concluída em abril 2019. 

A estação seria reinaugurada na Antártica nesta terça, com presença do ministro Marcos Pontes e do vice-presidente Hamilton Mourão. No entanto, o evento foi  adiado para amanhã (15) devido ao mau tempo. 

Comentários do Facebook

Política

Moraes autoriza defesa de Aécio Neves a ver delações de inquérito contra ele

Publicado

em


source
aécio
Divulgação/PSDB na Câmara

Deputado federal Aécio Neves (MG) tem pedido acatado por ministro Alexandre de Moraes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, autorizou que a defesa do deputado Aécio Neves tenha acesso a delações no  inquérito que investiga supostas ilegalidades nas obras da Cidade Administrativa em Minas Gerais.

O local foi construído com o objetivo de abrigar a sede do governo do estado. A obra foi concluída em 2010, quando Aécio ainda era governador de Minas. O inquérito apura se houve superfaturamento e corrupção nas obras.

O ministro Alexandre de Moraes acatou o pedido da defesa de Aécio sob a seguinte alegação: “Julgo parcialmente procedente a reclamação para garantir ao advogado portador de procuração nos autos o acesso às declarações prestadas pelos colaboradores que incriminam o reclamante, já documentadas, bem como aos documentos todos e que não se refiram a diligências em andamento, que possam ser prejudicadas”, escreveu o ministro do STF.

Apesar da liberação às delações, Moraes não analisou o pedido que pede a suspenção do inquérito, que a defesa também havia pedido. 

Entenda

O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), é acusado, junto com outras onze pessoas, de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, cartel e fraude na licitação da construção da Cidade Administrativa em Minas Gerais, que é sede do governo estadual. 

Segundo as investigações, o processo de licitação das obras teria sido dirigido para que um grupo de empreiteiras vencesse a disputa. Existe a suspeita também que tenham sido contratados serviços inexistentes para justificar um desvio orçamentário na execução das obras.

Os agentes da PF que investigam o caso apontaram um prejuízo aos cofres públicos que totalizaram quase R$ 747 milhões. Os onze indiciados ao lado de Aécio são representantes das empreiteiras envolvidas no escândalo.

O atual deputado nega todas as acusações.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional33 minutos atrás

Tempo aberto nesta quinta em São Paulo

Reprodução Redes Sociais/msonohara Céu claro nesta quinta-feira. Céu aberto com poucas nuvens durante todo o dia marca a previsão do...

Internacional33 minutos atrás

Nova York reforça fiscalização de quarentena

. A cidade de Nova York colocará postos de controle para covid-19 nos principais pontos de entrada, para garantir que...

Saúde1 hora atrás

Senai ensina indústrias a produzirem EPI contra novo coronavírus

. Com suas rotinas afetadas pela pandemia de covid-19, 600 indústrias nacionais se candidataram e foram selecionadas para aprender a...

Internacional2 horas atrás

Banco Mundial diz que está pronto para ajudar na recuperação do Líbano

. O Banco Mundial anunciou, nessa quarta-feira (5), que está pronto para avaliar os prejuízos e necessidades do Líbano após...

Esportes6 horas atrás

Chapecoense e Brusque se classificam para final do Catarinense

. Chapecoense e Brusque são os finalistas do Campeonato Catarinense, e decidirão o título em duas partidas, com datas e...

Esportes6 horas atrás

Treze avança e garante clássico de Campina Grande na final paraibana

. O Clássico dos Maiorais, como é conhecido o duelo entre os principais clubes de Campina Grande (PB), decidirá o...

Esportes6 horas atrás

Baiano: Alagoinhas segura empate com Bahia no primeiro jogo da final

. O Atlético de Alagoinhas e o Bahia iniciaram nesta quarta (5) a disputa da decisão do Campeonato Baiano. Porém,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!