conecte-se conosco


Nacional

Ministério Público devolve à PF inquérito sobre morte de indígena do Maranhão

Publicado

em

source
homem de camisa azul arrow-options
Sarah Shenker/Survival International

Após morte de Paulo Paulino Guajajara, suspeitou-se que ele tivesse sido vítima de uma emboscada

O Ministério Público Federal (MPF) devolveu à Polícia Federal (PF) o inquérito que investiga a morte do indígena Paulo Paulino Guajajara e do não indígena Márcio Gleik Moreira Pereira, em 1º de novembro de 2019, durante uma troca de tiros na região da Terra Indígena Arariboia, no Maranhão.

Segundo o MPF, a devolução aconteceu na última sexta-feira. O motivo é que o inquérito estava incompleto, mas não foram dados mais detalhes. Em nota, a PF afirmou que ainda não teve conhecimento da devolução .

Leia também: Guajajara foi morto por homens que entraram em terra indígena para caçar, diz PF

A PF descartou a possibilidade de emboscada ou conflito étnico no assassinato. Segundo a PF, as vítimas foram mortas durante uma troca de tiros, mas não esclareceu as circunstâncias do confronto.

Segundo a Polícia Federal, quatro pessoas foram indiciadas pelas mortes — a corporação não informou quem são elas. O inquérito policial concluiu ainda que a causa do conflito foi uma motocicleta de um dos não-indígenas que havia sido depredada.

Leia também: Polícia Federal descarta emboscada em assassinato de indígena no Maranhão

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou nota de repúdio à conclusão do inquérito. Segundo o Cimi, ao descartar a versão do sobrevivente Laércio Sousa Silva, segundo o qual foi uma emboscada, a PF “desconsidera uma história de mais de 40 anos de conflitos com madeireiros nesse território, ao longo dos quais os indígenas vêm sendo assassinados e tendo seu território destruído sem que nenhum assassino seja punido”.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Por causa de fofoca, mulher é morta a facadas em briga
publicidade

Nacional

Advogado de Glenn diz que denúncia ‘é tosca’

Publicado

em

source
Glenn Greenwald arrow-options
Aloisio Mauricio/Fotoarena/Agência O Globo – 27.8.19

O jornalista Glenn Greenwald

A defesa do jornalista Glenn Greenwald chamou de “expediente tosco” a denúncia apresentada nesta terça (21) pelo Ministério Público Federal (MPF). Em nota publicada no Blog do Fausto Macedo, o advogado Rafael Borges afirmou que o MPF quer “desrespeitar a autoridade da medida cautelar”, que foi concedida pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em defesa de Greenwald.

Leia também: Homem mata a esposa, os três filhos e o cachorro e ‘esconde’ corpos por 15 dias

“Recebemos com perplexidade a informação de que há uma denúncia contra o jornalista Glenn Greenwald, cofundador do The Intercept. Trata-se de um expediente tosco que visa desrespeitar a autoridade da medida cautelar concedida na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 601, do Supremo Tribunal Federal, para além de ferir a liberdade de imprensa e servir como instrumento de disputa política”, diz o texto divulgado no Blog.

De acordo com Borges, a medida tem como objetivo “depreciar o trabalho jornalístico de divulgação de mensagens realizado pela equipe do The Intercept Brasil em parceria com outros veículos da mídia nacional e estrangeira”. Greenwald foi denunciado por divulgar mensagens supostamente trocadas entre o então juiz federal e atual ministro da Justiça Sergio Moro e membros do MPF. Em comunicado enviado à Folha de S.Paulo , o jornalista ressaltou que a decisão do Ministério Público “é uma tentativa óbvia de atacar a imprensa livre em retaliação pelas revelações que relatamos sobre o ministro Moro e o governo Bolsonaro”.

Leia também: Jovem morre afogada em cachoeira após tirar selfie com amiga

“Não seremos intimidados por essas tentativas tirânicas de silenciar jornalistas. Estou trabalhando agora com novos relatórios e continuarei a fazer meu trabalho jornalístico.
Muitos brasileiros corajosos sacrificaram sua liberdade e até sua vida pela democracia brasileira, e sinto a obrigação de continuar esse nobre trabalho”, afirmou à publicação.

Leia mais:  Corpo de Bombeiros encontra ônibus com mortos em Brumadinho

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento37 minutos atrás

Inimigos da HP agitarão pré-Carnaval de SP com bloco “Toca Um Samba Aí”

Os foliões que estão ansiosos para o Carnaval 2020 já podem comemorar e começar a se preparar para os dias...

Estadual38 minutos atrás

Marca de produtos esportivos é condenada por enviar mais itens que o encomendado por loja

Em decisão, o juiz entendeu que a cobrança dos produtos não solicitados era indevida. Uma marca de produtos esportivos foi...

Estadual38 minutos atrás

2ª Câmara Cível nega recurso de candidato de concurso que não passou em teste físico

O autor alegou falta de previsão legal sobre a necessidade de realização do teste de aptidão física e psicológica para...

Estadual38 minutos atrás

Município de Vitória é condenado a indenizar vítima de queda em bueiro no Centro

Em decisão, o juiz entendeu que a empresa de água e esgoto não contribuiu para o acidente O município de...

Estadual38 minutos atrás

Mais um participante da campanha Esperando Por Você é adotado

Kauan, de Nova Venécia, já está vivendo com a nova família em Minas Gerais. A campanha foi criada pelo TJES...

Entretenimento50 minutos atrás

Karol Conka, Skank e mais; veja a programação do aniversário de São Paulo 2020

Para comemorar o aniversário de 466 anos da cidade de São Paulo , a Prefeitura oferecerá uma grande programação cultural...

Entretenimento50 minutos atrás

Ozzy Osbourne é diagnosticado com Doença de Parkinson

Ozzy Osbourne foi diagnosticado com uma forma da Doença de Parkinson. O cantor britânico, de 71 anos, revelou que foi...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana