conecte-se conosco


Destaque

Ministério da Educação publica portaria com mudanças no Enem

Publicado

em

Edital com as novas regras para o exame deste ano será divulgado na próxima segunda (10); exame seguirá sendo realizado anualmente
BRASÍLIA – O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (4) a portaria que institui as mudanças do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2017. O edital com o detalhamento de todas as regras do Exame, inclusive as mudanças já anunciadas, será publicado na próxima segunda-feira (10).
Segundo a portaria, o objetivo do Enem é aferir se seus participantes demonstram, ao final do ensino médio, individualmente, domínio dos princípios científicos e tecnológicos que presidem a produção moderna, e se detêm conhecimento das formas contemporâneas de linguagem.
A portaria mantém a responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) de planejar e executar o Enem, assim como promover a avaliação contínua do processo.
O exame continuará a ser realizado anualmente. As questões de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência, assim como as políticas de educação nas unidades prisionais também foram mantidas.
A taxa de inscrição não será cobrada aos concluintes do ensino médio, em qualquer modalidade de ensino, matriculados em instituições públicas de ensino declaradas ao censo escolar da educação básica. Aqueles que se declararem membros de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, também estarão isentos.
O participante que se enquadrar nessas duas últimas situações de isenção e que não comparecer para a realização das provas perderá o benefício da gratuidade para a próxima edição do Enem, a não ser que justifique a ausência por meio de atestado médico ou outro documento oficial que comprove a impossibilidade do seu comparecimento.
O Ministério da Educação custeará a diferença entre o valor arrecadado com as taxas de inscrição e o valor despendido.

  • Com informações do Portal Brasil

Comentários do Facebook
Leia mais:  Diretoria da Renova ganha novo habeas corpus
publicidade

Destaque

Menina revela ter sido estuprada pelo pai após se queixar de ‘dor na barriga’

Publicado

em

De acordo com a mãe da vítima, criança relatou que o pai a violentou dentro do banheiro da residência. Caso é investigado pela Delegacia da Mulher de Guarujá.

A Polícia Civil investiga um caso de estupro de uma menina de 10 anos em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo depoimento da mãe aos policiais, a violência sexual contra a filha foi cometida em casa pelo pai da criança, de 30 anos, enquanto ela acompanhava um familiar hospitalizado. O suspeito ainda não foi localizado.

O crime ocorreu na residência em que a vítima vive com os pais e irmãos, localizada no bairro Aldeia, no Distrito de Vicente de Carvalho. Conforme relatado pela mãe da criança no boletim de ocorrência registrado pelos policiais, ela mantinha uma união estável com o homem, com quem tem quatro filhos.

A mãe relatou que, no início da tarde, saiu de casa para ficar como acompanhante de um familiar no hospital, deixando os filhos com o marido. De acordo com ela, por volta das 19h30 retornou à sua residência.

Ao chegar em casa, ela foi alertada pelo filho de 4 anos que o pai teria violentado a irmã. Ao conversar com a filha, a menina relatou que, durante a tarde, o pai, no banheiro da casa, havia tirado as suas roupas e a estuprado. A criança também se queixou de estar com dores na barriga devido a violência sexual.

A mãe afirmou aos policiais que levou a filha às pressas ao Pronto Socorro de Vicente de Carvalho e depois da criança ser atendida foi direto a delegacia, acompanhada de uma conselheira tutelar. Após relatar o caso, a vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito.

O boletim de ocorrência foi registrado como estupro de vulnerável na Delegacia Sede de Guarujá. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso está sob segredo de Justiça e agora é investigado por meio de inquérito policial pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade.


(*G1)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Acidente de trânsito é a principal causa da morte de jovens
Continue lendo
Política42 minutos atrás

Igreja Presbiteriana do Brasil terá homenagem

Os 160 anos da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) serão comemorados em sessão solene da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (13),...

Política42 minutos atrás

Educação ambiental é pauta de comissão

A Comissão de Meio Ambiente debate nesta quarta-feira (13) às 12h10, medidas de educação ambiental no estado, com a presença...

Política42 minutos atrás

Frente discute educação física nas escolas

Mais que momento desportivo e lúdico, a atividade física nas escolas pode ter reflexos no desenvolvimento da saúde física e...

Política42 minutos atrás

Mulheres são mais vulneráveis a crimes cibernéticos

Você já ouviu falar em pornografia de vingança? O termo se refere ao fato de uma pessoa, após o término...

Política42 minutos atrás

Psiquiatra alerta para depressão em crianças e adolescentes

Doença considerada o “mal do século”, a depressão já acomete 1% a 2% das crianças brasileiras entre 5 e 8...

Política42 minutos atrás

Plenário: quatro matérias aguardam parecer oral

Quatro matérias aguardam em plenário, nesta terça-feira (12), parecer oral de comissões permanentes da Assembleia Legislativa. A sessão ordinária começa às...

Policial42 minutos atrás

Policiais civis prendem suspeito de homicídio e tráfico de drogas e apreendem adolescente em Cachoeiro de Itapemirim

Na manhã desta terça-feira (12), a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana