conecte-se conosco


Variedades

Minha busca por sorriso perfeito virou pesadelo

Publicado

em

Oito anos atrás, a repórter da BBC Natalia Guerrero decidiu passar por um tratamento dentário em busca de um sorriso perfeito.

O dentista que a atendeu substituiu seus dentes da frente, em bom estado, por próteses dentárias.

Foi o começo de um doloroso pesadelo terminou em Miami, nos Estados Unidos, e custou uma pequena fortuna.

A experiência fez com que ela refletisse sobre as milhões de pessoas que precisam de assistência odontológica urgente, mas não podem pagar por isso.

Não era um tratamento de que eu precisava – nem queria, para ser honesta. Foi um tratamento que me deixou em agonia e que me custou milhares de dólares. Isso sem falar nas incontáveis idas e vindas ao dentista, centenas de noites em claro e várias horas de dor excruciante.

Lembro-me do barulho da broca, do cheiro de carne queimada misturada com sangue, meu sangue. Lembro-me do olhar de solidariedade do assistente segurando o tubo de sucção, enquanto o dentista fazia malabarismos dentro da minha boca anestesiada.

Mas o mais doloroso é a lembrança dos 10 minutos em que me olhei no espelho.

Meu rosto estava inchado e seis dos meus dentes da frente haviam desaparecido. Parecia uma vampira. Fiquei chocada, chocada por ter sido tremendamente estúpida.

Esse foi o último passo de uma série de procedimentos desnecessários que meu dentista me convenceu a fazer como parte de um tratamento para dentes “terrivelmente desgastados”.

Primeiro, ele substituiu seis dos meus dentes da frente por dentes falsos. Então, quando estes começaram a quebrar, sugeriu que eu pusesse coroas, que descreveu como similares, mas mais resistentes.

De uma maneira muito estúpida, não fiz muitas perguntas e não percebi que meus dentes naturais seriam reduzidos às presas do Drácula.

Não só esse procedimento era desnecessário (tudo o que eu precisava era de uma placa dentária para parar de ranger os dentes durante o sono), mas meu dentista não tinha qualificação para realizar esse trabalho.

Durante os últimos oito anos, tive que me submeter a várias cirurgias nas minhas gengivas. Foi preciso consertar minhas coroas duas vezes, três no caso dos dentes incisivos.

Se você nunca passou por isso, nunca conseguirá imaginar como é difícil quebrar um dente de porcelana. É uma briga entre o dentista e a coroa dentro da boca. E você não pode fazer nada. Fica deitada ali. Resignada. Calada. E esperando que termine o mais rápido possível.

Mas o pesadelo não termina depois de deixar o consultório. Tive que suportar a dor persistente dentro dos meus ouvidos, mandíbula, cavidades oculares e pescoço, além de enxaquecas que duraram até dois meses.

Isso sem falar no dinheiro que paguei para consertar essa bagunça.

Você provavelmente acha que eu tive azar, mas, na verdade, tive muita sorte. Pelo menos, pude pagar pelo tratamento para corrigir a lambança feita por meu dentista.

Em muitos países, as pessoas que querem melhorar seus dentes – seja por desconforto ou por autoestima – não têm como pagar por isso.

Quase todo mundo tem um amigo ou conhecido que precisa de tratamento odontológico.

“Você pensa duas vezes antes de rir, porque fica envergonhado”, diz uma das minhas tias na Colômbia. Um tratamento a que ela se submeteu na Espanha fez com que perdesse três dentes de cima e hoje suas próteses são muito visíveis.


(*BBC Brasil)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Saiba quantas horas deve dormir por dia conforme a sua idade
publicidade

Variedades

Homem é hospitalizado após injetar sêmen no braço para controlar dor

Publicado

em

Um homem de 33 anos foi hospitalizado após médicos de um hospital da cidade de Dublin, na Irlanda, constatarem que ele injetava o próprio sêmen no braço há 18 meses. O caso foi relatado no Irish Medical Journal, que classificou o hábito como ‘perigoso’.

De acordo com a Dr. Lisa Dunne, o paciente se submetia a uma dose mensal de esperma usando uma agulha hipodérmica comprada online.

O paciente disse que a prática era um “método inovador” para tratar uma dor nas costas decorrente da prática de levantamento de peso. Porém, ao invés de alívio, uma bolsa de pus formou-se no antebraço, local onde eram aplicadas as injeções.

Os médicos descobriram que a erupção cutânea foi causada por celulite infecciosa (são bactérias que entram na pele e podem se espalhar rapidamente). A bactéria, sem o tratamento adequado e com antibióticos, pode ser fatal.

A médica acrescenta que o paciente falhou em várias tentativas de injetar o fluido corporal. Contudo, a dor nas costas e a infecção do rapaz foram tratadas e ele voltou para casa.

O relatório afirma que há muitos casos de pessoas que injetaram substâncias estranhas no corpo. Mas, talvez esse seja o primeiro episódio com sêmen registrado pela literatura médica.

As informações são do tabloide britânico Daily Mail.

 

 

 

Comentários do Facebook
Leia mais:  Saiba quantas horas deve dormir por dia conforme a sua idade
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana