conecte-se conosco


Internacional

Michelle Bachelet condena uso excessivo da força policial na Bolívia

Publicado

em

A alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, condenou hoje (16) o uso “desnecessário e desproporcional da força” pela polícia e pelo Exército para reprimir os manifestantes na Bolívia. Segundo ela, a conduta das forças de segurança pode conduzir o país a uma situação “degenerativa”.

Presidente do Chile por duas vezes, de 2006 a 2010 e de 2014 a 2018, Bachelet emitiu comunicado em que classificou de “extremamente perigoso” o uso excessivo da força contra os apoiadores do ex-presidente Evo Morales, que renunciou no último domingo (10) em meio ao clima de instabilidade no país.

Atual presidente do Chile, Michelle Bachelet deixa o cargo em 11 de março

Alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Bachelet emitiu comunicado sobre a situação na Bolívia – ONU/Mark Garten (arquivo)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, enviou um representante à Bolívia para apoiar os esforços de negociação para uma solução pacífica para a crise social e política no país. Refugiado no México, Morales defendeu, em recente entrevista, que tanto a ONU como a Igreja Católica, se necessário o Papa Francisco, entrem nas conversas.

Morales diz ter sido deposto do cargo por um golpe de Estado que o forçou a exilar-se no México. Reconhecida por alguns países, a presidente interina da Bolívia, a senadora Jeanine Anez, tenta organizar novas eleições.

A Constituição boliviana estabelece que um presidente interino tem 90 dias para organizar uma eleição. Morales renunciou após protestos em todo o país por suspeita de fraude eleitoral na eleição de 20 de outubro.

O Tribunal Superior Eleitoral boliviano tinha confirmado a vitória de Morales em primeiro turno, que daria o quarto mandato seguido ao governante. Uma auditoria da Organização dos Estados Americanos, no entanto, constatou irregularidades generalizadas na votação e na apuração.

Leia mais:  Mulher dá à luz em cima de árvore durante ciclone em Moçambique

Em 2016, Morales rejeitou o resultado de um referendo que o proibiria de concorrer a um novo mandato.

* Com informações da RTP, televisão pública de Portugal

Edição: Wellton Máximo

Comentários do Facebook
publicidade

Internacional

Mãe atropela barbeiro depois de ficar insatisfeita com o corte de cabelo do filho

Publicado

em

A polícia da cidade americana de Antioch, na Califórnia, está procurando uma mulher que, segundo testemunhas, atropelou intencionalmente um barbeiro nesta quarta-feira, depois que ela ficou insatisfeita com o corte de cabelo que ele fez em seu filho.

O episódio aconteceu por volta das 15h45, quando a mãe da criança estava reclamando da barbearia na porta do estabelecimento. O barbeiro, então, saiu para registrar o número da placa do carro da suspeita, quando ela acelerou o carro.

Segundo a polícia local, o homem foi prensado contra a vitrine da sua própria loja, destruindo a fachada e sofrendo ferimentos graves nas pernas. O barbeiro Brian Martin, de 63 anos, foi levado para um hospital local e passou por uma cirurgia.

— Vi o carro decolando. Primeiro, ela deu ré e depois decolou bem rápido para dentro da loja. O dono da barbearia ficou deitado lá dentro — disse uma das testemunhas.

O proprietário da barbearia Brian Martin, de 63 anos, após sair da cirurgia em um hospital local
O proprietário da barbearia Brian Martin, de 63 anos, após sair da cirurgia em um hospital local

Em uma entrevista a um jornal local, o barbeiro disse que o garoto estava se contorcendo muito na cadeira, mas isso não afetou radicalmente o corte de cabelo. Apesar disso, ele diz ter percebido que a mãe estava chateada com alguma coisa.

Após o serviço, a mulher voltou à loja, mostrou uma pequena cicatriz no pescoço do filho e começou a chutar a porta de vidro do estabelecimento.

— Eu finalmente tive que pedir para ela sair — disse ele.

Segundo Martin, a mulher saiu da loja com os dois filhos e todos entraram no carro. Quando ele saiu para tirar uma foto da placa do veículo, a mulher acelerou o carro e o atropelou, destruindo a loja. A mãe foi identificada pela polícia como Ruby Delgadillo, 28 anos, mas ainda continua foragida.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Pesquisa mostra que plástico acumulado no fundo do mar não se decompõe
Continue lendo
Internacional16 minutos atrás

Mãe atropela barbeiro depois de ficar insatisfeita com o corte de cabelo do filho

A polícia da cidade americana de Antioch, na Califórnia, está procurando uma mulher que, segundo testemunhas, atropelou intencionalmente um barbeiro nesta quarta-feira, depois...

Nacional1 hora atrás

Raio X mostra gato morto com mais de 100 perfurações de bala

Animal não resistiu aos ferimentos e morreu nesta sexta-feira (6). Veterinário acredita que gato tenha sido atingido por disparos de...

Entretenimento1 hora atrás

Geisy Arruda lança livro de contos eróticos com nudes de arquivo pessoal

‘Eu ando me descobrindo uma mulher submissa. Estou descobrindo o prazer na dor’, diz a autora Na noite da última...

Nacional1 hora atrás

Defesa diz que PM evitou “tragédia maior” em ação em Paraisópolis

arrow-options Bruno Rocha/Fotoarena/Agência O Globo População fez protestos em Paraisópolis pela morte de nove pessoas no Baile da 17 A...

Nacional1 hora atrás

Parte do Minhocão será interditado a partir deste sábado

arrow-options Rovena Rosa/Agência Brasil Minhocão terá instalação de gradis de segurança O elevado João Goulart, popularmente conhecido como Minhocão, será...

Estadual1 hora atrás

Apostador do Espírito Santo ganha R$ 1,6 milhão na Lotofácil

Apostador vai levar para casa o valor de R$ R$ 1.691.737,38. Outros três apostadores vão abocanhar a mesma quantia cada um....

Nacional2 horas atrás

Mulher surta, coloca mangueira na boca do cachorro e o mata afogado

O caso foi registrado em Cuiabá como “crueldade contra animais”, visto que até os olhos do cachorro saltaram do corpo...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana