conecte-se conosco


Entretenimento

MC Gui e familiares são investigados por lavagem de dinheiro e outros crimes

Publicado

em

O funkeiro MC Gui, de 19 anos, e seus familiares estão sendo investigados pela 3ª Delegacia da Polinter de São Paulo por crimes como lavagem de dinheiro , falsidade ideológica e agressão. De acordo com entrevista do delegado Osvaldo Nico, da DECADE (Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas), para o “Brasil Urgente”, da Band, a investigação começou há três meses, mas eclodiu nesta na última quarta-feira (07).

Leia também: MC Gui vai estrelar filme sobre a banda Mamonas Assassinas


MC Gui e a mãe, Cláudia Baronesa
Reprodução/ Instagram

MC Gui e a mãe, Cláudia Baronesa

O caso começou com um mandado de busca na produtora de MC Gui , a RW, após isso os policias encontraram pinos com cocaína , além de uma luxuosa Mercedes Benz avaliada em R$ 800 mil, cujo o dono no registro se negou ter comprado, o que o delegado apontou como “falsidade ideológica”.

Leia também: MC Gui se envolve em acidente de moto em condomínio de luxo no litoral de SP

“É um crime complexo que envolve agressão, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica”, disse o delegado. Vale ressaltar que a produtora do funkeiro é também dos pais dele, Cláudia Baronesa e Rogério Alves, e da avó. Eles também são acusados de criar golpe de carros de luxo por meio de leilões falsos na internet. 

A agressão em questão teve como um vítima um garoto que, ao perceber que estava levando um golpe por emprestar sua conta bancária aos funcionários da produtora, foi agredido no local da RW e segue protegido pela lei. 

“É evidente a ligação dos familiares dele com a produtora e com este site de leilão. Um leilão falso, no qual a pessoa compra, deposita o dinheiro (que cai na conta de um funcionário da produtora) e depois o site sai do ar, lesando um monte de gente”, disse o delegado. Ainda de acordo com o delegado, MC Gui e os familiares seguem sob investigação.

Leia mais:  “BBB 19”: Diego diz que não gosta de “gays escandalosos”

Leia também: Mc Gui conta de sua primeira vez aos 14 anos: “Quebrei a privada”

Procurada pelo iG Gente a escrivã Itaquaciara Ciqueira de Souza, da 3ª Delegacia da Polinter de São Paulo, informou que até o momento não há envolvimento direto do MC Gui no caso. Ainda de acordo com ela, o principal envolvido, até agora, é MC Gabriel Medeiros, agenciado da produtora, que foi indiciado nesta quinta-feira (08) e terá prisão preventiva, assim como os demais autores dos crimes que também estão sendo investigados.

Comentários do Facebook
publicidade

Entretenimento

“Lembro mais dos Corvos” é filme-relato das dores e desejos de uma mulher trans

Publicado

em

Quem tem dúvidas do vigor do cinema independente brasileiro precisa assistir “Lembro Mais dos Corvos”, um filme testamento de uma atriz maiúscula que sabe se fazer vulnerável, mas também se impor diante do olhar da audiência. A atriz em questão é Julia Katharine, mulher trans que abre o filme de Gustavo Vinagre lembrando da relação abusiva que teve com um tio avô quando tinha menos de dez anos de idade. “Ele foi o primeiro a me ver como menina”, relembra com afeto inconvicto.

Leia também: “Bohemian Rhapsody” se fia na força do Queen para quebrar a banca no Oscar



Divulgação

“Lembro mais dos Corvos”

É um relato difícil, que Julia observa estar “com dificuldades para entrar na história” mais de uma vez e um posicionamento corajoso de um filme que pretende desmistificar a mulher trans, mas que não deixa de objetifica-la para fazê-lo. Julia é uma mulher–objeto, mas não necessariamente por ser uma mulher trans, algo que fica claro para a audiência pelas escolhas de Vinagre e pela própria abertura de “ Lembro Mais dos Corvos ”, que evita que esse relato em particular defina sua personagem.

Leia também: Comédia afetuosa, “As Ineses” reverencia grandes filmes italianos dos anos 60

A flor do meu segredo 

O filme se notabiliza por ser em 1ª pessoa, há intervenções pontuais da realização para recompor o raciocínio da personagem, e pelo espaço dado ao improviso. Essa linha afrouxada favorece uma dinâmica entre a ficção e o documental. A cinefilia de Julia é algo que chama a atenção. A própria admite que a descoberta do cinema a ajudou a lidar com a depressão.

“Quero ser diretora”, observa Julia em um dado momento, “e só vou fazer comédias românticas para compensar toda a minha carência afetiva”. Curiosamente, o curta “Tea for Two”, seu primeiro trabalho como diretora e que acompanha o filme em seu lançamento comercial, não é uma comédia romântica. Em outro momento, a atriz diz que até tentou, “mas que não conseguiria ser puta” pois se apaixona rápido demais”.

Leia mais:  Deborah Secco e Giovanna Antonelli soltam ‘spoilers’ sobre fim de “Segundo Sol”

Julia Katharine  se expõe com coragem e desprendimento e sua capacidade de raciocínio e de se autoanalisar não só encantam o público como contribuem para que a experiência proposta pelo filme, e o debate intrínseco a ela, sejam mais avolumados e perenes.

Leia também: “Minha Fama de Mau” faz retrato bonzinho de Erasmo Carlos

“Lembro mais dos Corvos”  é um filme que recebe a tristeza e as frustrações com ternura, que olha para o sexo com genuíno esforço de compreensão e que encontra em uma mulher que “só quer fazer filmes para ganhar  prêmios ” uma figura apaixonante.      

Fonte: IG Gente
Comentários do Facebook
Continue lendo

Votação

O eleitor mateense tem até 07 de março de 2019, a chance de indicar espontaneamente, o que pode ser no futuro o PREFEITO do Município. Escolha entre esses candidatos apresentados:

Entretenimento1 hora atrás

“Lembro mais dos Corvos” é filme-relato das dores e desejos de uma mulher trans

Quem tem dúvidas do vigor do cinema independente brasileiro precisa assistir “Lembro Mais dos Corvos”, um filme testamento de uma...

Entretenimento1 hora atrás

Sob escrutínio racial, “Green Book” quer ser “A Forma da Água” do Oscar 2019

Pode não parecer, mas “Green Book: O Guia” é o filme que despertou mais polêmica nessa temporada de premiações. O...

Entretenimento1 hora atrás

“Todos Já Sabem” é melodrama poderoso com inspirada trinca de atores

O cinema de Asghar Farhadi (“A Separação”, “O Passado” ) é pautado pelo interesse quase que antropológico de observar o...

Esportes3 horas atrás

Ver o futebol brasileiro virou motivo para castigo e tortura

– Filho, você está de castigo . Quem mandou tacar fogo no lixo. Isso não se faz. E outra coisa:...

Entretenimento4 horas atrás

Realeza negra? Meghan Markle aparece como rainha em vídeo de Beyoncé

Aconteceu nesta quarta-feira (20) o prêmio Brit Awards, em Londres. Beyoncé e Jay-Z não puderam comparecer ao evento, porém, foram...

Esportes6 horas atrás

Corinthians vira sobre o Avenida-RS e se classifica na Copa do Brasil

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians Timão sofreu, mas conseguiu virar nos últimos minutos, contra o Avenida-RS e vencer por...

Esportes6 horas atrás

Em jogo de viradas, City vence o Schalke; Atlético faz 2 a 0 na Juventus

Reprodução Sterling marcou o último gol contra o Schalke 04, sem auxílio do VAR Na rodada das oitavas de final...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana