conecte-se conosco



Entretenimento

Marquezine leva a melhor na torcida do BBB e Neymar reage: “Não assisto mais”

Publicado

em

source

A noite da última terça-feira (31) foi cheia de emoções para os espectadores do “BBB 20” devido ao paredão histórico com record de votos. Bruna Marquezine, fã assumida do reality, não conseguiu se controlar e chorou ao saber que Felipe Prior foi o décimo eliminado do programa , da Globo , já que é muito amiga de Manu Gavassi .

Felipe Prior%2C Neymar vs. Bruna Marquezine e Manu Gavassi arrow-options
Reprodução/Twitter

Felipe Prior, Neymar vs. Bruna Marquezine e Manu Gavassi


Leia também: Sobrinho de William Bonner posta vídeo peladão após eliminação de Prior do BBB

“Venho por meio deste comunicar aos meus amigos que se decidirem no futuro participar de qualquer reality show a amizade será automaticamente cancelada. Não passo por isso de novo nem com cachê”, escreveu  Bruna Marquezine  em seu Twitter. Anteriormente, ela apareceu em um vídeo chorando em seu Instagram agradecendo todos os fãs que se mobilizaram para votar pela eliminação do arquiteto do ” BBB 20 “.


Leia também: Prior declara guerra contra sister: “Meta do próximo paredão, tirar a Gizelly”

Mas, teve quem não gostou da saída de Prior, como é o caso do ex-namorado de  Bruna Marquezine . Logo após o resultado anunciado por Tiago Leifert,  Neymar  disse que não pretende mais assistir o programa. “Eu não assisto mais… pra mim, deu. Acabou a graça”, escreveu. “Às vezes, o melhor jogador não vence, faz parte do jogo. Não levem ao pessoal. Boa sorte aos que restam, pois eu tô fora e não assisto mais”, acrescentou.


Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook

Entretenimento

A luta antirracista narrada em 5 livros de autores negros

Publicado

em


source

As recentes manifestações  contra o racismo, principalmente nos Estados Unidos e Brasil, nos convidam a refletir sobre essa questão e a apoiar o movimento antirracista . E algumas das principais formas de fazer isso é estudando e, sobretudo, prestigiando o trabalho de artistas negros. 

Leia também: 7 intelectuais para seguir e entender o racismo no Brasil

Por isso, o iG Gente reuniu alguns livros que abordam a questão do racismo e, o mais importante: que foram escritos por negros e contam a história de negros.

1. “Úrsula”, de Maria Firmina dos Reis

Livro de Marina Firmina dos Reis
Reprodução/EditoraTaverna

Livro de Marina Firmina dos Reis


O livro é considerado o primeiro romance publicado por uma mulher no Brasil. De 1859, é também o primeiro romance abolicionista da literatura brasileira e o primeiro romance da literatura afro-brasileira. Maranhense, Maria Firmina dos Reis escreveu sobre a história de amor impossível entre Úrsula e Tancredo, denunciando injustiças sociais da época – que ainda são bastante atuais.

Leia também: 8 produções nacionais e internacionais para entender mais sobre o racismo

2. “Pequeno manual antirracista”, de Djamila Ribeiro

Livro de Djamila Ribeiro
Reprodução/Companhia das Letras

Livro de Djamila Ribeiro


Muito mais jovem e didático que “Úrsula”, o livro de Djamila Ribeiro reúne várias dicas para combater o racismo – elas são preciosas, sobretudo, para pessoas brancas. “No Brasil, há a ideia de que a escravidão aqui foi mais branda do que em outros lugares, o que nos impede de entender como o sistema escravocrata ainda impacta a forma como a sociedade se organiza”, diz em um dos capítulos. 

3. “Bucala: A pequena princesa do quilombo do cabula”, de Davi Nunes

Livro de Davi Nunes com ilustrações de Daniel Santana
Reprodução/UNEB

Livro de Davi Nunes com ilustrações de Daniel Santana


Para que a mensagem antirracista chegue também às crianças , várias obras infantis valorizam a cultura negra. Escrita por Davi Nunes, a obra resgata a história de um quilombo de Salvador, o Cabula, através da figura de uma princesa. Com o cabelo crespo em formato de coroa de rainha, ela possui poderes que protegem o quilombo dos escravocratas e capitães do mato.

4. “Na Minha Pele”, de Lázaro Ramos

Reprodução/Instagram/Acervo Literário

“Na Minha Pele” mostra a trajetória de Lázaro Ramos na arte e como lutar contra o preconceito


Já bastante conhecido por atuar em várias novelas e filmes, Lázaro já escreveu alguns livros. Um deles é “Na Minha Pele”, de 2017. Mesmo não sendo propriamente uma autobiografia, o autor narra as memórias de sua vida, propondo muitas reflexões. Ele chega a citar, inclusive, sua esposa, a atriz Taís Araújo , que também é negra e que já passou por cituações parecidas com as suas por causa do racismo.

Leia também: Convidada critica CNN, ao vivo, por ter Waack falando de racismo

5. “Quando me descobri negra”, de Bianca Santana

Bianca Santana
Reprodução/SESI-SP

Bianca Santana


A escritora e professora Bianca Santana reúne uma série de relatos sobre experiências pessoais e ouvidas de outras mulheres e homens negros. “Tenho 30 anos, mas sou negra há dez. Antes, era morena .” começa o livro, que denuncia o racismo velado e narra um processo de descoberta que pode ser doloroso, mas que também é libertador. 

Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política3 horas atrás

Hugo Leal, pré-candidato a prefeito do Rio, é o entrevistado na live do Dia

Divulgação/O Dia Hugo Leal é pré-candidato à prefeitura do Rio pelo PSD Hugo Leal , um dos pré-candidatos à prefeitura...

Nacional5 horas atrás

“Lamento todos os mortos, mas é destino de todo mundo”, diz Bolsonaro

Agência Brasil Bolsonaro voltou a defender cloroquina em fala aos manifestantes: “é o que aparece no momento” Na manhã de...

Estadual6 horas atrás

Emes promove curso ao vivo sobre revisão dos contratos de consumo e dever de renegociar

. A formação acontece no dia 10 de junho por meio de plataforma digital. A Escola da Magistratura do Espírito...

Estadual6 horas atrás

Vítima de golpe por e-mail falso tem pedido de indenização negado em Aracruz

. A juíza entendeu que autor não tomou a devida cautela antes de enviar sua mercadoria ao falsário. Um homem...

Estadual6 horas atrás

3ª Câmara Cível mantém indenização de criança lesionada em desabamento de teto de creche

. O município de Serra foi condenado a indenizar a autora em R$8 mil, a título de danos morais, por...

Estadual6 horas atrás

1º Juizado Especial Cível de Serra adota medidas para dar celeridade aos processos

. Iniciativa leva em consideração os reflexos da pandemia de Covid-19. O 1º Juizado Especial Cível de Serra tem tomado...

Estadual6 horas atrás

Cejuscs utilizam nova tecnologia para realizar sessões de mediação online

. A plataforma MOL, específica para a mediação, permite a assinatura eletrônica e a gestão dos casos, entre outras ferramentas....

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!