conecte-se conosco



Política

Mantido veto a PL sobre cadastro de inadimplentes

Publicado

em


A Assembleia Legislativa (Ales) ratificou na sessão ordinária híbrida desta terça-feira (10) por 17 votos a 4 o veto do Executivo estadual ao Projeto de Lei (PL) 608/2019, do deputado Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos), que obrigava os órgãos de proteção ao crédito e afins a retirarem em cinco dias úteis do cadastro negativo o nome de quem realizou o pagamento do débito.

Na Comissão de Justiça o deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL) relatou pela manutenção do veto. O parlamentar destacou que a Procuradoria da Casa já havia se manifestado pela inconstitucionalidade da matéria, entre outros motivos, porque o texto invadia a competência da União em legislar na área do Direito Civil.

Vandinho Leite (PSDB) questionou o parecer, lembrando que os deputados estaduais podem legislar de forma concorrente em temas como Direito do Consumidor, mas Quintino manteve o argumento anterior. Em seguida o veto foi colocado em votação no colegiado, que optou por mantê-lo. O líder do governo na Ales, Dary Pagung (PSB), pediu aos colegas que mantivessem o veto também na votação em Plenário e foi atendido. Apenas os deputados Pazolini, Vandinho, Sergio Majeski (PSB) e Theodorico Ferraço (DEM) votaram contra.

Pauta trancada

O segundo item da pauta da Ordem do Dia era o veto ao Projeto de Lei (PL) 66/2019, de Doutor Hércules (MDB), que declara de utilidade pública o Instituto Neymara Carvalho. Na Comissão de Justiça o deputado Quintino foi designado relator e solicitou prazo regimental, o que “trancou” a pauta de votações. Assim, os demais itens permanecem aguardando análise na sessão desta quarta-feira (11).

Expediente

No Expediente para simples despacho deu entrada emenda substitutiva ao Projeto de Lei (PL) 548/2020, do Pr. Marcos Mansur (PSDB), que dispõe sobre a vedação, sem a prévia informação ao consumidor final, da comercialização e da prestação de serviços de produtos análogos ou substitutos de produtos lácteos que visem imitar sua aparência e sabor na forma que especifica.

Já no Expediente sujeito à deliberação foram aprovadas duas indicações do deputado Sergio Majeski ao governador do Estado. A primeira solicita que a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) ouça as comunidades escolares nas localidades onde se deseja implantar o modelo de educação em tempo integral.

“Tem que saber a clientela que a escola atende, os objetivos do local e como afeta negativamente parte dos alunos. Temos também projeto de lei para que o governo nunca instale sem a consulta e anuência da comunidade da localidade. Temos problema em Dores do Rio Preto e em outras regiões que o governo instalou sem ouvir a comunidade”, explicou.

A outra indicação pede a continuidade da oferta de Educação de Jovens e Adultos (EJA) nas modalidades de Ensino Fundamental e Médio na Escola Antônio Carneiro Ribeiro, de Guaçuí. “É fundamental ofertar o EJA noturno e o ensino regular. EJA não pode ser substitutivo de ensino regular, tem que haver ensino regular. A educação tem que ser ofertada de acordo com as necessidades do aluno. É fundamental reabrir muitas vagas de EJA e ensino regular noturno, hoje é raras a oferta de ensino regular noturno”, lamentou.
 

Comente Abaixo
Saúde4 horas atrás

Manaus afirma que está corrigindo falhas em lista de vacinação

A prefeitura de Manaus informou, em nota, que está corrigindo as falhas na lista de pessoas que devem receber as...

Nacional5 horas atrás

Líderes religiosos protocolam na Câmara pedido de impeachment de Bolsonaro

O Antagonista Bolsonaro BRASÍLIA — Líderes religiosos protocolaram nesta terça-feira na Câmara dos Deputados o 62º pedido de impeachment do...

Nacional5 horas atrás

Caixão com ‘risco biológico’ para Covid-19 é encontrado em estrada na Bahia

Reprodução Caixão com ‘risco biológico’ para Covid-19 foi encontrado em estrada na Bahia Um caixão com o corpo de Misael...

Nacional6 horas atrás

Governo impede entrada de estrangeiros no país por terra e água

Marcos porto/Prefeitura de Itajaí Para adoção da medida, o governo brasileiro considerou o surgimento de variantes do novo coronavírus no...

Estadual6 horas atrás

Plano deve custear cirurgia para implante de dreno em criança que nasceu com hidrocefalia

A mãe da menina precisou fazer o tratamento com uma médica não credenciada já que o plano não tinha especialistas...

Economia6 horas atrás

Mega-Sena sorteia R$ 1,69 milhões; veja os números de hoje

O Dia Na Mega Semana de Verão, a Caixa Econômica Federal dá uma chance a mais para o apostador com...

Estadual6 horas atrás

Marceneiro deve indenizar cliente em R$ 7 mil por não concluir serviço parcialmente pago

Segundo a sentença, ficou comprovado, por meio de fotos, que alguns móveis foram instalados sem estarem finalizados e outros nem...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!