Connect with us

Política

Majeski defende atuação da imprensa

Published

on

O Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, celebrado nesta terça-feira (3), e o recente ataque sofrido por jornalistas do estado durante o exercício da profissão, nortearam o discurso do deputado Sergio Majeski (PSDB), durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa (Ales). O Dia do Taquígrafo e do Parlamento também foram pauta nos discursos em plenário.

Fotos da sessão ordinária 

Majeski destacou o aumento no mundo, e, sobretudo no Brasil, dos ataques à imprensa e aos profissionais que atuam na área. Ele citou o caso da Venezuela onde, segundo reportou, há perseguição e controle da imprensa.

O deputado citou a expulsão de dois profissionais durante a cobertura de uma manifestação em Vila Velha, no último domingo (1º). Ele homenageou o repórter Alex Pandini e o cinegrafista José Jantorno, ambos da TV Vitória, emissora do Espírito Santo, que sofreram as agressões verbais e foram expulsos por manifestantes que participavam do evento.

“Há agressões verbais, físicas e assassinatos. Em toda sociedade democrática se reconhece a imprensa como um dos pilares da democracia. A imprensa não é santa. Não se trata aqui de endeusar a imprensa, mas de destacar a importância de uma imprensa livre, independente e plural. Se fizermos uma pequena reflexão, por exemplo, nos últimos anos no Brasil, grandes escândalos descobertos, não raro, começaram a ser investigados a partir de uma denúncia feita pela imprensa”, exemplificou.

Dia do Parlamento

O Dia do Parlamento, comemorado também nesta terça, e que celebra a instalação da primeira Assembleia Constituinte e da criação do Poder Legislativo no Brasil, em 1823, foi outro assunto abordado em discurso pelo deputado Majeski. O deputado considerou que o Parlamento passou a ter papel fundamental a partir da Constituição de 1988. Ele ponderou que não existe Poder mais importante que o outro na estrutura e funcionamento do Estado.

Ainda comentou que muitas vezes a população não compreende a relevância de cada um dos entes e se preocupa muito mais com as eleições para o Executivo, em todos os níveis, e muito menos para os vereadores, deputados e senadores. Também avaliou que falta esclarecimento sobre o papel do parlamentar e como se dá seu trabalho e a relação com os outros poderes.

“Pelo Parlamento passam decisões importantes. Não há nada mais importante do que o orçamento do Estado. Como o governo vai gastar o seu dinheiro, onde vai gastar, de que forma vai gastar. E quem aprova o orçamento? É a Assembleia Legislativa, é a Câmara Municipal, o Congresso Nacional. Quando os orçamentos chegam às Assembleias, no Congresso Nacional, os deputados podem mudar tudo, se quiserem. Mas isso normalmente não acontece”.

Majeski concluiu ponderando sobre a própria atividade parlamentar. “O que observamos não é só uma falta de importância que a sociedade dá ao Parlamento. Sinto que os próprios membros do Parlamento não valorizam a importância e o poder que têm, se submetendo muitas vezes a outro Poder, sobretudo ao Executivo”, analisou.

Licenciamento

O atraso nas obras estaduais por conta da demora no licenciamento ambiental foi criticado pelo deputado Marcelo Santos (Podemos). O parlamentar pediu a atenção para a necessidade de mais rapidez no licenciamento ambiental para as obras do Executivo.

Santos afirmou que há uma desconexão entre os órgãos do governo do Estado, os executores e o Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema). O deputado defendeu que a regra ambiental seja cumprida e reforçou que não se trata da suprimir matas. Ele citou a obra do valão de Jardim América, em Cariacica, com ordem de serviço desde o ano passado, e cujo licenciamento ainda não saiu.

“A muitas obras foram dadas ordens de serviço pelo governador Renato Casagrande (PSB), e muitas delas estão paralisadas porque o órgão ambiental não tem a sensibilidade necessária para entender que, quando o governo do Estado elabora um projeto, coloca o edital na rua, tem uma empresa vencedora, contrata ela e dá a ordem de serviço, é porque a população quer. Mas o órgão ambiental está lá curtindo ao bel-prazer as vontades que ele tem”, protestou Marcelo Santos.

Alerta da dengue

A volta intensa da dengue no Brasil foi comentada pelo deputado Doutor Hércules (Patri), que alertou para a letalidade da doença. O deputado fez referência aos números publicados pelo Ministério da Saúde, considerados da mais alta gravidade.

Nos quatro primeiros meses deste ano, segundo citou o deputado, o Brasil empatou em número de casos de dengue com todo ano de 2021, quando 240 pessoas foram vitimadas pela doença e houve 544 mil casos de infecção. Em 2022, entre janeiro e abril, os números já alcançam 542 mil casos de infecção.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, só em São Paulo foram 56, dos 160 casos fatais no país. No Espírito Santo, em 2022, foram registrados, até abril, 3.077 casos (no Sudeste, 168.739), uma incidência de 74,9 casos por 100 mil habitantes.

Doutor Hércules também destacou o Dia do Taquígrafo, celebrado neste 3 de maio. Outros deputados – como o presidente da Casa, Erick Musso (Republicanos), Capitão Assumção (PL) e Sergio Majeski – fizeram coro em homenagem aos profissionais que utilizam sistema de escrita, por meio de símbolos e abreviações, para registrar discursos, votações e debates que acontecem no Legislativo.

Terceira Ponte

O deputado Torino Marques (PTB) comentou a sua participação na passeata do Primeiro de Maio, no último domingo, e sua constatação das condições da Terceira Ponte, durante a passeata e travessia do percurso de quase três quilômetros da via. Ele exibiu um vídeo que registrou as condições da proteção da ponte. Também apresentou informações sobre o faturamento diário da concessionária com o pedágio cobrado.

“A cada metro a gente encontra concreto descascando e ferragens com ferrugens à mostra. Um descaso que não condiz com os valores recebidos diariamente pela Rodosol para fazer a manutenção preventiva da ponte. E essa vistoria foi feita por milhares de pessoas que reclamaram da mesma coisa”, relatou o deputado. 

Comente Abaixo
Polícia Federal16 minutos ago

PF combate crimes ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau em Rondônia

Ji-Paraná/RO – A Polícia Federal, com apoio da Funai, Ibama e Polícia Militar, deflagrou nesta terça-feira (28/06) a segunda fase...

Saúde16 minutos ago

Covid-19 mata duas crianças menores de 5 anos por dia no Brasil

A covid-19 matou duas crianças menores de 5 anos de idade, por dia, no Brasil, desde o início da pandemia....

Internacional16 minutos ago

Trump sabia que apoiadores portavam armas durante invasão do Capitólio

Reprodução/Twitter Donald Trump A ex-assessora de Mark Meadows, último chefe de gabinete do presidente Donald J. Trump, disse que Trump...

Internacional21 minutos ago

Corpos de 50 imigrantes são encontrados em caminhão no Texas

Cinquenta pessoas foram encontradas mortas dentro de um caminhão abandonado em uma rodovia da cidade de San Antonio, no estado do Texas,...

Estadual42 minutos ago

Condenado por morte de jornalista no ES é preso após 33 anos do crime

Maria Nilce foi foi morta com três tiros quando chegava em uma academia. Matérias que escrevia sobre tráfico de drogas...

Internacional46 minutos ago

Vídeo: Cruzeiro norueguês bate em iceberg no Alasca e cancela viagem

Wiki Images – 28.06.2022 Cruzeiro Norwegian Sun O cruzeiro norueguês Norwegian Sun foi obrigado a cancelar uma viagem de nove...

Internacional48 minutos ago

Duas mulheres são presas com 109 animais vivos dentro de malas em aeroporto

Duas mulheres foram presas no Aeroporto de Bangkok, na Tailândia, acusadas de contrabando depois que 109 animais vivos foram encontrados...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana