conecte-se conosco


Direto de Brasília

Mais Médicos para o Brasil: publicado nomes e locais de trabalho

Publicado

em

source
Mais Médicos arrow-options
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Edital foi publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da União

A lista com os nomes e registros de médicos intercambistas do Projeto Mais Médicos para o Brasil está publicada na edição desta terça-feira (8) do Diário Oficial da União.

Leia também: ‘Agente duplo’ do Bope, PM fez ‘leilão’ de armas e drogas apreendidas para traficantes

De acordo com a Portaria nº 28, de 7 de outubro de 2019, da Secretaria de Atenção Primária à Saúde, fica concedido registro único para o exercício da medicina, no âmbito do Projeto Mais Médicos para o Brasil, aos médicos intercambistas.

A portaria determina também a expedição das carteiras de identificação de todos que atenderam os requisitos legais para as atividades do projeto previstas no projeto. O documento informa ainda o local onde o médico vai trabalhar.

De acordo com o Ministério da Saúde , o projeto é parte do esforço do governo federal, com apoio de estados e municípios, para “a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais, o programa prevê, ainda, mais investimentos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de novas vagas de graduação, e residência médica para qualificar a formação desses profissionais”.

Leia também: Fraude em benefício: em um dia, cartão de idoso é usado 129 vezes em ônibus no Rio

Segundo a pasta, o Mais Médicos para o Brasil se soma a um conjunto de ações e iniciativas do governo objetivando o fortalecimento da Atenção Básica do país.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Witzel defende cassação de deputada que o denunciou à ONU
publicidade

Direto de Brasília

Dono de mansão de R$ 40 milhões, traficante ‘Sheik’ é preso em Campinas (SP)

Publicado

em

source
Joseph Nour Eddine Nasrallah arrow-options
Polícia Civil
Joseph Nour Eddine Nasrallah, o Sheik

O traficante libanês Joseph Nour Eddine Nasrallah, o único estrangeiro na lista do Ministério da Justiça como um dos mais procurados do Brasil, foi preso nesta sexta-feira (18) em Campinas, no interior de São Paulo. “Sheik”, como ficou conhecido após a construção de uma mansão de R$ 40 mi em Valinhos (SP), estava foragido desde 2017 por lavagem de dinheiro, sequestro, associação criminosa e comércio internacional de drogas.

LEIA MAIS: Bandidos invadem Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro

Durante uma investigação sobre tráfico de drogas e porte de armas na comunidade de Paraisópolis (SP), a polícia obteve a informação de que havia uma negociação para abastecimento de cocaína na região. O setor de inteligência, então, identificou Sheik como provável líder da negociação.

O traficante foi preso em um hotel de luxo, à beira da Rodovia Anhanguera – na região de Campinas – onde vinha se escondendo da polícia. Ao descobrirem a localização do traficante, policiais civis da delegacia do Morumbi (SP) se hospedaram na mesma instalação. De acordo com os investigadores, Sheik foi abordado no lobby e não resistiu à prisão. A polícia ainda informa que, por conta do ataque em Viracopos e o reforço da presença de autoridades federais na região, o traficante já se preparava para deixar o hotel.

LEIA MAIS: Última vítima do desabamento em Fortaleza é encontrada; foram 9 mortes

Sheik já esteve atrás das grades entre 2007 e 2013, por exportação de cocaína em navios cargueiros para Portugal, Espanha, Reino Unido, Alemanha, Suíça e países do Oriente Médio. Ainda em 2013, conseguiu um habeas corpus do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, e foi liberado. Três anos depois, retornou à cadeia por sentença confirmada em segunda instância.

Leia mais:  Temer transformou Estado em “máquina de arrecadação de propinas”, diz Lava Jato

LEIA MAIS: PM abre investigação sobre disparo após assalto em Viracopos

Marco Aurélio interveio, ordenando que Sheik fosse solto novamente pois “a decisão não havia sido julgada”. Mesmo após a anulação da liminar do ministro, Sheik fugiu dos radares das autoridades até 2019

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Saúde51 minutos atrás

11 sintomas do HIV que você precisa conhecer

E se eu lhe disser que os primeiros sintomas do HIV se parecem mais com um resfriado comum do que qualquer outra...

Entretenimento2 horas atrás

Sem Graciele, Zezé Di Camargo reencontra Zilu Godoy

Zezé Di Camargo e Zilu Godoy colocaram, mais uma vez, as diferenças de lado pela família. Em pé de guerra...

Entretenimento2 horas atrás

Faltando 126 dias para o Carnaval as musas mostram que já estão com samba no pé

O Carnaval é a festa que o povo brasileiro mais espera e ama curtir! E agora que faltam apenas 126...

Entretenimento2 horas atrás

Filha do ator Paulo Silvino, Isabela vira cantora e lança seu primeiro single

Jornalista de formação, Isabela Silvino chegou a trabalhar com produtora de novelas, mas há dois anos ela resolveu seguir a...

Tecnologia3 horas atrás

Conheça Gita, o robô que segue o dono carregando suas coisas

arrow-options Olhar Digital O robô Gita segue seu “dono” onde quer que ele vá Uma empresa chamada Piaggio Group lançou...

Nacional3 horas atrás

Trinta toneladas de óleo são recolhidas em praias de Pernambuco

Foto: Felipe Brasil/Instituto do Meio Ambiente de Alagoas Vazamentos atingiram praias de outras localidades do nordeste, como a de Alagoas....

Economia4 horas atrás

É estudante? Saiba como conseguir até 15% de desconto na passagem aérea

shutterstock O estudante que decidir fazer um curso fora do País deve usar o comprovante de matrícula para conseguir o...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana