conecte-se conosco


Saúde

Mais Médicos: 1707 profissionais devem se apresentar nas prefeituras até hoje

Publicado

em


Inscritos no Mais Médicos têm até esta quinta-feira (10) para comparecer nos municípios escolhidos
Divulgação/ Ministério da Saúde
Inscritos no Mais Médicos têm até esta quinta-feira (10) para comparecer nos municípios escolhidos

Termina nesta quinta-feira (10) o prazo para que os profissionais com registro no Brasil que se inscreveram na segunda chamada do programa Mais Médicos se apresentem nos municípios escolhidos. Segundo o Ministério da Saúde, os médicos registrados no Conselho Regional de Medicina (CRM) terão até esta quinta-feira (10) para preencher as vagas remanescentes.

Leia também: Com 200 desistências, Ministério da Saúde abre novo edital do Mais Médicos

Para os médicos que desistirem de comparecer nos locais indicados e iniciar as atividades junto aos gestores, o indicado é que seja informado ao município escolhido, que ficará encarregado de comunicar a desistência ao governo federal. Essas vagas não preenchidas serão colocadas novamente no edital do programa  Mais Médicos
.

A previsão do Ministério da Saúde
é de que até a próxima segunda-feira (14) seja divulgada a lista de médicos que preencheram as vagas remanescentes nesta segunda chamada.

O que é o Mais Médicos?


Luiz Henrique Mandetta avalia soluções para o Mais Médicos com médicos militares
Rafael Carvalho/Governo de Transição
Luiz Henrique Mandetta avalia soluções para o Mais Médicos com médicos militares

O programa foi criado em 2013, durante o governo de Dilma Rousseff, com o objetivo de ampliar a assistência em regiões com carência de profissionais. Desde novembro, novos editais vêm sendo lançados com o objetivo de substituir os 8.517 cubanos que atuavam em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas (DSEI).

Leia também: Cubanos que deixaram Brasil após saída do Mais Médicos podem ir ao México

De início as vagas foram abertas somente aos médicos brasileiros com registro no país, porém, nos últimos dias 3 e 4, os médicos formados no exterior puderem selecionar as vagas que ainda não haviam sido preenchidas.

Leia mais:  Pela primeira vez, metas para eliminação da Aids estão ameaçadas, diz Unaids

O médico Luiz Henrique Mandetta
assumiu o Ministério da Saúde e alegou que pretende reformar o programa, devido à escassez de profissionais para preencher o total de vagas. Segundo o novo ministro, O Brasil tem aproximadamente 320 faculdades de medicina e 26 mil médicos graduados em 2018, com previsão de aumento deste número em 10% ao ano até chegar a 35 mil profissionais formados.

Leia também: Bolsonaro descarta criação de exame para médicos formados no Brasil

“Quem forma essa quantidade toda de profissionais? Muitos deles endividados pelo Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e muitos formados em escola pública. Não temos uma proposta ou política de indução para que eles venham para o sistema público de saúde”, afirmou Mandetta sobre o programa  Mais Médicos
 .

Comentários do Facebook
publicidade

Saúde

Composto da maconha pode servir como antibiótico

Publicado

em

Planeta

maconha
Maj. Will Cox/ Georgia Army National Guard
Composto da maconha pode servir como antibiótico


Mais um uso médico pode estar sendo comprovado para o canabidiol (CBD) – composto da  maconha (Cannabis sativa) que não é o responsável por “dar barato”. Segundo resultados de estudo do químico Mark Blaskovich, pesquisador sênior da Universidade de Queensland, Austrália, o CBD é “notavelmente eficaz” em matar uma variedade de bactérias, incluindo várias cepas resistentes a antibióticos, como o Staphylococcus aureus resistente à meticilina (conhecido como MRSA).

Leia também: Maconha já era usada em ritual há 2.500 anos na China, mostra estudo

Blaskovich e sua equipe descobriram que uma forma sintética de CBD foi capaz de matar vários tipos de bactérias Gram-positivas no laboratório, incluindo aquelas que podem levar à pneumonia. Também foi eficaz no tratamento de uma infecção de pele em ratos. No entanto, o CBD não funcionou contra bactérias Gram-negativas, que geralmente são mais resistentes aos antibióticos por terem uma membrana externa.

O trabalho de Blaskovich foi parcialmente financiado por uma empresa farmacêutica australiana chamada Botanix Pharmaceuticals, que teve uma valorização das suas ações em bolsa após o mercado receber tais notícias.

Leia também: Família é presa por forçar bebê de um ano a fumar maconha em SP; assista vídeo

A próxima rodada de testes em laboratório, antes de passar para testes em animais – e, eventualmente, em humanos, se tudo correr bem – ainda deverão ser concluídos na Austrália, onde as leis sobre pesquisas sobre cannabis são mais frouxas.

Apesar dos primeiros testes promissores, Blaskovich aconselha consumidores curiosos a tomarem cuidado e não se automedicarem. Se os resultados permitirem, o químico quer obter a aprovação do FDA para comercializar o medicamento como um antibiótico tópico.

Leia mais:  Após críticas de Bolsonaro, Cuba cancela convênio com o programa Mais Médicos

Fonte: IG Saúde
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Entretenimento25 minutos atrás

Pisão de Ferrugem em fã vira meme na internet

Reprodução/Internet meme ferrugem A polêmica do Ferrugem dando um pisão no braço de fã, durante um show na Bahia, ainda...

Entretenimento25 minutos atrás

Príncipe William diz que não teria problema caso seus filhos fossem homossexuais

Nesta quarta-feira (26), o Príncipe William visitou a sede de uma organização LGBT, a “Albert Kennedy Trust (AKT)”, que se...

Entretenimento25 minutos atrás

Conheça o maquiador que conquistou a confiança da ex-Spice Girl Melanie C

Com mais de 15 anos na área da beleza, Vinícius Santarelli Rossetti é um case. Seus “cílios alongados e bem...

Nacional25 minutos atrás

Carlos Bolsonaro discute com vereadores sobre prisão de sargento com cocaína

Renan Olaz/CMRJ Carlos Bolsonaro (PSC) discutiu com Tarcísio Motta (PSOL) no plenário Os vereadores Carlos Bolsonaro (PSC) e Tarcísio Motta...

Nacional25 minutos atrás

ONU cita Bolsonaro como exemplo de “fracasso de liderança governamental”

Marcos Corrêa/PR – 21.6.19 Presidente Jair Bolsonaro tem enfrentado dificuldades na articulação política com o Congresso O relator especial da...

Economia26 minutos atrás

Relator diz que não vai suavizar regras para policiais federais e professores

Marcelo Camargo/Agência Brasil – 13.6.19 “Acho muito difícil [fazer] mais esforços do que já foram feitos”, disse o relator da...

Nacional1 hora atrás

Bolsonaro pede “punição severa” a militar preso com cocaína em voo

Alan Santos/PR Militar que foi preso com 39 kg de cocaína em bagagem estava na comitiva oficial de Bolsonaro ao...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana