conecte-se conosco


Economia

Mais de 80% dos membros do Congresso Nacional apoiam reforma da Previdência

Publicado

em


Reforma da Previdência tem apoio da maioria do Congresso Nacional
Divulgação

Reforma da Previdência tem apoio da maioria do Congresso Nacional


A maioria do Congresso Nacional é a favor da reforma da Previdência, de acordo com dados de uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (11) pelo banco BTG Pactual. O levantamento foi feito pelo Instituto FSB Pesquisa com 235 deputados federais e 27 senadores.

Leia também: Paulo Guedes prevê economia de R$ 1 trilhão em dez anos com nova Previdência

Segundo a pesquisa, 82% da Câmara dos Deputados concordam que é preciso fazer uma reforma da Previdência , número que sobe para 89% no Senado Federal. Quando separado pelo tempo de casa dos congressistas, o apoio a mudança atinge 78% dos reeleitos e 86% dos novos deputados federais e senadores, que iniciaram em suas funções no dia primeiro de fevereiro deste ano.

Se divididos por partidos, 100% dos membros do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira ) e do PP (Partido Progressista) são favoráveis a um novo projeto , assim como 92% do PSL (Partido Social Liberal). Entre os políticos do PT (Partido dos Trabalhadores), no entanto, essa aprovação cai para 37%.

Idade mínima para homens e mulheres


Equipe econômica de Bolsonaro defende idade mínima para aposentadoria na reforma da Previdência, mas ainda não decidiu qual
Valter Campanato/Agência Brasil

Equipe econômica de Bolsonaro defende idade mínima para aposentadoria na reforma da Previdência, mas ainda não decidiu qual


Ainda de acordo com o levantamento, apesar de a maioria dos congressistas serem favoráveis  à criação de uma idade mínima para a aposentadoria (72%), o mesmo número deles não concorda que as idades sejam as mesmas tanto para homens quanto para mulheres.

Leia também: Se aposentar aos 50 anos no século 21 não faz sentido, diz secretário do Tesouro

Até o momento, não se sabe ao certo quais idades mínimas serão propostas pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro. Na semana passado, o jornal O Estado de São Paulo vazou um texto que previa mínimo de 65 anos  para homens e para mulheres. Nesse caso, 65% dos entrevistados foram contra ao projeto enquanto 20% apoiaram, 12% disseram não saber ou não quiseram responder e 7% se dizem nem a favor nem contra.

Leia mais:  Um em cada três usuários de cartões de crédito nem sabe o valor de sua fatura

Há também a possibilidade de 62 anos para homens e 57 para mulheres , como já afirmou anteriormente Bolsonaro .

Outros indicadores da Previdência


Equipe econômica do novo governo espera aprovar reforma da Previdência ainda neste ano
Geraldo Magela/Agência Senado – 8.2.19

Equipe econômica do novo governo espera aprovar reforma da Previdência ainda neste ano


A pesquisa do BTG Pactual também informou números para outros setores da reforma da Previdência. Segundo o levantamento, 84% dos políticos do Congresso Nacional apoiam a inclusão dos militares no projeto, enquanto 9% são contra.

Os congressistas também foram perguntados sobre o regime de  capitalização da Previdência .  Entre eles, 48% concordam com a proposta de se criar uma espécie de poupança em que o trabalhador garanta sua aposentadoria. Outros 27% disseram que não apoiam o projeto. 70% deles acreditam que a reforma será aprovada ainda neste ano.

Fonte: IG Economia
Comentários do Facebook
publicidade

Economia

AGU tenta recuperar mais de R$ 2 bilhões em fraudes no INSS

Publicado

em


Previdência
Agência Brasil

AGU tenta recuperar mais de R$ 2 bilhões em fraudes no INSS

A Advocacia-Geral da União (AGU) está cobrando na Justiça o pagamento de R$ 2,1 bilhões em 659 ações movidas somente nos últimos três anos em defesa de autarquias e fundações prejudicadas por atos de improbidade administrativa. Cerca de 80% das ações dizem respeito a casos de fraudes previdenciárias e utilização indevida de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Leia também: Operação contra fraudes em benefícios do INSS é realizada no Rio de Janeiro

“No INSS , a gente vê uma série de situações, que vão desde a falsificação de documentos para obter benefícios até a utilização de dublês para participar das perícias médicas em nome dos reais requerentes daqueles benefícios”, conta o procurador federal Rafael Nogueira, coordenador da Equipe de Trabalho Remoto de Ações de Improbidade Administrativa da Procuradoria-Geral Federal (ETR-Probidade/PGF).

Desde que a equipe de sete procuradores foi criada, em 2016, ajuíza em média mais de 200 ações por ano. Somente em casos envolvendo o FNDE , a AGU obteve até o momento 67 liminares para bloquear R$ 229,3 milhões em bens dos acusados.

Em uma dessas atuações, a equipe obteve junto à Justiça Federal em Alagoas a condenação de ex-prefeito de Barra de São Miguel (AL) a ressarcir os cofres públicos em R$ 209,6 mil. O gestor não prestou contas de quase 60% da verba recebida do FNDE para investir na compra de merenda escolar.

“Não havia uma demonstração clara de que o volume contratado de insumos para a merenda escolar havia sido o recebido. Também não havia uma correspondência entre as marcas que foram oferecidas na proposta vencedora e aquelas que foram constatadas lá na escola. E eram produtos de primeira necessidade, como macarrão, açúcar, sal, fubá”, explica o procurador federal Alessander Jannucci, que atuou no caso.

Leia mais:  Senadora Rose de Freitas garante vacina para toda população

Leia também: Bolsonaro assina medida provisória para fazer pente-fino em benefícios do INSS

Para o coordenador da ETR-Probidade, Rafael Nogueira, o melhor jeito de combater a corrupção é evitar que ela aconteça. Por isso, o procurador federal destaca que a atuação da AGU não só auxilia a recuperar recursos utilizados indevidamente, mas a melhorar controles internos das entidades públicas e prevenir irregularidades.

“Com os padrões que a gente coloca, a partir dos casos que nos são enviados, nós conseguimos dar para as entidades, principalmente aquelas que têm mais ações, parâmetros para que eles aprimorem a prevenção”, conclui.

Fonte: IG Economia
Comentários do Facebook
Continue lendo
Direto de Brasília2 minutos atrás

Salles nomeia militares para acabar com “arcabouço ideológico” no Ministério

Jorge William/Agência O Globo O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não comentou nomeação de militares Seguindo orientação do presidente...

Direto de Brasília2 minutos atrás

Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu dever

Alexandre Moreira/Brazil Photo Press/Agencia O Globo Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu sua...

Direto de Brasília2 minutos atrás

Explosão em casas deixa dois mortos e três feridos em Pernambuco

Reprodução/TV Globo A explosão atingiu três casas em Camaragibe e duas delas foram completamente destruídas Um vazamento de gás provocou...

Direto de Brasília2 minutos atrás

Acidente com ônibus que ia para enterro de ex-presidente do Peru deixa 8 mortos

Reprodução Acidente com ônibus que ia para enterro do ex-presidente do Peru deixou vários mortos e feridos Pelo menos oito...

Mulher2 horas atrás

‘Tinja o cabelo’: aluna de medicina faz lista com vezes que sofreu com machismo

Se você é mulher, certamente já ouviu frases como “Isso não é coisa de menina” ou “Você precisa se comportar...

Entretenimento2 horas atrás

Túlio Gadelha faz trocadilho e se derrete por Fátima Bernardes

Curtindo uma folga do “Encontro”, Fátima Bernardes está aproveitando s sexta-feira (19) ao lado de seu namorado, Túlio Gadêlha. Em...

Entretenimento2 horas atrás

Mulher que inspirou “Invocação do Mal” morre ao 92 anos

Na noite de quinta (18) para sexta-feira (19) Lorraine Warren, investigadora paranormal que inspirou a franquia de filmes “Invocação do...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana