conecte-se conosco


Economia

Mais da metade dos brasileiros não vai gastar o 13º salário em compras de Natal

Publicado

em


50,7% dos brasileiros afirmaram que não vão utilizar o 13º salário nas compras de Natal
Rovena Rosa/Agência Brasil

50,7% dos brasileiros afirmaram que não vão utilizar o 13º salário nas compras de Natal

Mais da metade dos brasileiros afirmou que não vai gastar o 13º salário em compras de Natal neste ano. A pesquisa, realizada pelo Reclame Aqui, foi divulgada nesta quarta-feira (5).

Leia também: Pagamento do 13º salário vai injetar mais de R$ 200 bilhões na economia

De acordo com o levantamento, 50,7% da população revelou que não pretende usar o 13º salário nas compras de fim de ano. Os outros 49,3%, no entanto, vai reservar pelo menos uma parte do pagamento para as comemorações de Natal e Ano Novo.

Entre eles, 27% pretende utilizar uma pequena parte do benefício nas compras. Outros 14% afirmaram que vão gastar uma grande fatia do pagamento, e 6% dos respondentes disseram que vão usar todo o salário nas festividades.

Grande parte dos brasileiros que resolveram poupar o 13° neste fim de ano resolveu adiantar as comprar para tentar economizar. Ainda segundo a pesquisa do Reclame Aqui, 34% dos consumidores anteciparam as compras natalinas durante a Black Friday , que aconteceu em 23 de dezembro neste ano

Dessa parcela que entrou de cabeça no dia de liquidações, 6,9% aproveitou a data e comprou todos os presentes de Natal . Outros 26,8% disseram que compraram na Black Friday, mas ainda devem adquirir mais produtos até o final do ano. 

De acordo com o Reclame Aqui, a maioria dos consumidores deve gastaraté R$ 500 com as compras da época: 34,1% disse que vai desembolsar até R$ 200 e 23,7% afirmou que pretende gastar entre R$ 200 e R$ 500.

Os outros 17% querem gastar entre R$ 500 e R$ 1 mil, enquanto 12,7% devem optar por presentes que custam acima de R$ 2 mil. Os presentes que têm preço entre R$ 1 mil e R$ 2 mil estão na mira de 12,5% das pessoas.

Leia mais:  GM negocia novo investimento de R$ 10 bilhões no Brasil

Confira a lista dos produtos preferidos na hora de presentear:

  1. Roupas e acessórios – 21%
  2. Brinquedos – 12% 
  3. Calçados – 10,1%
  4. Produtos de beleza – 8,7%
  5. Livros –  7%

27% prefere poupar ou investir o 13º salário, diz pesquisa


11% das pessoas prefere não gastar e guardar o 13º salário para despesas de começo de ano
Divulgação

11% das pessoas prefere não gastar e guardar o 13º salário para despesas de começo de ano

Um levantamento Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) feito em novembro revelou que dois (23%) em cada dez trabalhadores que recebem 13º salário devem utilizar ao menos uma parte para comprar presentes de Natal. A maioria (27%), entretanto, prefete poupar ou investir a quantia recebida.

Outros 17% dos trabalhadores dizem que vão utilizar o dinheiro extra para quitar dívidas em atraso, enquanto 16% vão gastar o recurso durante as festividades de Natal e Ano Novo e 13% vão pagar despesas essenciais da casa, como contas de água e luz.

Leia também: Quando deve ser pago o 13º? Veja calendário

A pesqisa ainda afirma que 11%  vai guardar o 13º salário para cobrir tributos e impostos típicos de início de ano, como IPTU e IPVA, por exemplo.

Comentários do Facebook
publicidade

Economia

Brasileiros apoiam reforma da Previdência, mas são contra idade mínima proposta

Publicado

em


Brasileiros apoiam a reforma da Previdência, mas são contra idade mínima proposta pelo governo
Fernando Frazão/Agência Brasil

Brasileiros apoiam a reforma da Previdência, mas são contra idade mínima proposta pelo governo

Os brasileiros apoiam, em sua maioria, a reforma da Previdência, entendendo que há necessidade de se alterar as regras para aposentadoria no Brasil. No entanto, somente 23% apoiam a idade mínima proposta pelo governo, de 62 anos, para mulheres, e 65 anos, para homens. Os dados são extraídos de pesquisa da XP Investimentos , divulgada nesta quarta-feira (20).

Leia também: Bolsonaro entrega proposta de reforma da Previdência ao Congresso

De acordo com a apuração, 64% da população é a favor da reforma da Previdência , 29% é contra e 7% não responderam. Porém, a idade mínima presente no texto enviado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso, de 62 e 65 anos para mulheres e homens, respectivamente, não agrada os brasileiros. Embora 59% defendam que deve haver uma idade mínima para se aposentar, somente 23% apoiam os números apresentados pelo governo. 41% são contrários à idade mínima de forma geral, sendo a aposentadoria garantida somente por tempo de contribuição.

Para 29%, a idade mínima deveria ser menor do que 62 e 65, como proposto, enquanto 23% concordam com o item do texto apresentado pela equipe econômica, chefiada pelo ministro Paulo Guedes. Outros 3% afirmam que o governo deveria ser mais rigoroso, propondo idade mínima ainda maior, e 5% não responderam.

Leia também: Faltam “de 60 a 70 votos” para aprovar reforma da Previdência, afirma Mourão

A maioria dos brasileiros é contra outro item contido no texto da proposta: a diferenciação da idade mínima entre homens e mulheres. Segundo o governo, foi uma exigência de Bolsonaro que as mulheres pudessem se aposentar antes dos homens. Guedes defendia a paridade entre gêneros, com idade mínima de 65 anos para ambos. Segundo a pesquisa, 53% defendem idades mínimas iguais, enquanto 44% afirmaram que as mulheres devem poder se aposentar antes. 3% não responderam.

Leia mais:  Guedes quer independência do Banco Central e defende permanência de Goldfajn

Sobre as novas regras da Previdência, a maior parte dos brasileiros afirmou que as mudanças afetariam ou afetariam muito suas vidas. A maior parte (42%) diz que a reforma vai influenciar a própria realidade, 18% esperam ser muito afetados e 34% disseram que não devem ser afetados pelas alterações. 6% não opinaram.

E os militares na Previdência?


Maioria apoia que militares sejam incluídos na reforma da Previdência
Tomaz Silva/Agência Brasil

Maioria apoia que militares sejam incluídos na reforma da Previdência

Sobre a inclusão dos militares na reforma da Previdência , a pesquisa revela que 52% dos entrevistados apoiam que os militares passem a ter as mesmas regras de aposentaria que os demais trabalhadores. Para 23%, as regras para os militares não devem ser alteradas, e 19% defendem que a categoria deve ser incluída na reforma, mas com regras específicas, o que deve acontecer. 6% preferiram não opinar.

Leia também: Por que militares só devem entrar na segunda parte da reforma da Previdência?

A pesquisa mostra ainda que a maioria acredita que a reforma da Previdência será aprovada: para 45% ela provavelmente ocorrerá, para 28% com certeza ocorrerá, 13% provavelmente não ocorrerá, 8% com certeza não ocorrerá e 6% não responderam. A apuração ouviu 1.000 brasileiros, por telefone, em todas as regiões do País.

Fonte: IG Economia
Comentários do Facebook
Continue lendo

Votação

O eleitor mateense tem até 07 de março de 2019, a chance de indicar espontaneamente, o que pode ser no futuro o PREFEITO do Município. Escolha entre esses candidatos apresentados:

Esportes2 horas atrás

Ver o futebol brasileiro virou motivo para castigo e tortura

– Filho, você está de castigo . Quem mandou tacar fogo no lixo. Isso não se faz. E outra coisa:...

Entretenimento3 horas atrás

Realeza negra? Meghan Markle aparece como rainha em vídeo de Beyoncé

Aconteceu nesta quarta-feira (20) o prêmio Brit Awards, em Londres. Beyoncé e Jay-Z não puderam comparecer ao evento, porém, foram...

Esportes5 horas atrás

Corinthians vira sobre o Avenida-RS e se classifica na Copa do Brasil

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians Timão sofreu, mas conseguiu virar nos últimos minutos, contra o Avenida-RS e vencer por...

Esportes5 horas atrás

Em jogo de viradas, City vence o Schalke; Atlético faz 2 a 0 na Juventus

Reprodução Sterling marcou o último gol contra o Schalke 04, sem auxílio do VAR Na rodada das oitavas de final...

Nacional7 horas atrás

Mega-Sena acumula de novo e prêmio pode chegar a R$ 37 milhões no sábado

Divulgação/ Wilson Dias/ Agência Brasil Aposta mínima da Mega-Sena (seis números) custa R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer...

Nacional7 horas atrás

Em telefonema “acidental”, presidente pede que Onyx faça acordo com Bebianno

Divulgação/Governo de Transição Bolsonaro demonstra preocupação com o pagamento por ações judiciais em que Gustavo Bebianno atuou como advogado O...

Nacional7 horas atrás

STF determina prisão de mandante da morte da missionária Dorothy Stang

Divulgação Dorothy Stang foi assassinada em 2005 A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a prisão do fazendeiro...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana