conecte-se conosco



Agricultura

LEITE/CEPEA: Preço ao produtor chega a R$ 2,13/litro e renova recorde histórico

Publicado

em


Clique aqui e baixe o release completo em word.

 

Cepea, 29/09/2020 – O preço do leite captado em agosto e pago ao produtor em setembro aumentou 9,7% frente ao mês anterior (ou 18 centavos) e chegou a R$ 2,1319/litro na “Média Brasil” líquida, renovando, portanto, o recorde real da série histórica do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada). Assim, o preço médio deste mês está 51,4% superior ao registrado em setembro do ano passado, em termos reais (dados deflacionados pelo IPCA de agosto/20).

 

De acordo com pesquisas do Cepea, o preço do leite no campo registra alta acumulada de 56,4% desde o início deste ano. Essa expressiva valorização é explicada pela maior concorrência das indústrias de laticínios pela compra de matéria-prima, já que a produção de leite segue limitada.  Mesmo com os preços do leite elevados, a produção tem crescido pouco em relação à demanda e o Índice de Captação de Leite do Cepea (ICAP-L) registrou avanço de 3,9% de julho para agosto.

 

O aumento das cotações ao produtor entre março e agosto é um fator sazonal, já que a captação de leite é prejudicada pela baixa disponibilidade de pastagens, em decorrência da diminuição das chuvas no Sudeste e no Centro-Oeste. Mas, neste ano, a situação foi agravada.

 

Do lado da produção, deve-se destacar que as condições climáticas estiveram mais severas em 2020, com destaque para a estiagem no Sul do País, que impactou negativamente sobre a atividade leiteira. Também é preciso dizer que o aumento nos custos de produção em relação ao ano anterior tem dificultado os investimentos na produção. Somado a isso, a atípica queda de preços ao produtor em maio (diante das incertezas no mercado início da pandemia) deixou os pecuaristas mais cautelosos – muitos secaram as vacas ou diminuíram os investimentos. Essas ações no passado dificultaram a retomada do crescimento da produção, já que a atividade leiteira é diária e seu planejamento tem efeitos tanto imediatos quanto nos meses posteriores.

 

Outro motivo é a redução considerável dos estoques de derivados lácteos. Isso está atrelado à recuperação do consumo, ancorado nos programas de auxílio emergencial. Há, também, que se destacar que, no primeiro semestre, o volume de importações de lácteos foi enxuto, devido à desvalorização do Real frente a moedas estrangerias – o que contribuiu para a demanda superar a oferta e para a concorrência acirrada das indústrias de laticínios na compra de matéria-prima.

 

EXPECTATIVA – De acordo com agentes de mercado, o movimento de alta no campo deve perder força nos próximos meses. Isso porque o final da entressafra se aproxima com o início da primavera e com condições climáticas mais favoráveis para a produção leiteira. Além disso, a indústria tem aumentado as importações de lácteos, visando diminuir a disputa pela compra de matéria-prima. Como consequência dessa expectativa de maior disponibilidade de leite e derivados, pesquisas do Cepea mostram que o preço médio do leite spot em Minas Gerais se elevou apenas 0,2% na primeira quinzena de setembro e recuou 5,5% na segunda quinzena do mês, chegando a R$ 2,61/litro.

 

O acompanhamento diário das negociações de derivados durante a primeira quinzena de setembro também indicou desaceleração dos preços, devido à pressão dos canais de distribuição e ao endurecimento das negociações. Na parcial de setembro (considerando-se preços até o dia 29), as quedas nos valores médios da muçarela e do leite UHT negociados no estado de São Paulo foram de respectivos 1,5% e de 3,3%. Assim, existe uma tendência de estabilidade-queda para o preço do leite captado em setembro e a ser pago em outubro.

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre o mercado lácteo aqui, por meio da Comunicação do Cepea e com a pesquisadora Natália Grigol: [email protected]

Fonte: CEPEA

Comentários do Facebook

Agricultura

O Boletim do Suínos de setembro está disponível em nosso site!

Publicado

em


Cepea, 09/10/2020 – Nesta edição, confira: 

 

Mercado em setembro
As cotações do suíno vivo, da carcaça e dos cortes tiveram novas altas ao longo de setembro. Com isso, em algumas regiões levantadas pelo Cepea, as médias mensais atingiram recordes, em termos reais (as séries históricas do Cepea foram deflacionadas pelo IGP-DI no caso do suíno vivo e pelo IPCA no caso da carne e cortes, ambos de setembro/20). Leia mais.

 

Preços e exportações
Com forte recuo de agosto para setembro, os embarques de carne suína atingiram no último mês o menor volume exportado desde abril. Apesar disso, as vendas externas ainda estão em ritmo elevado na comparação com anos anteriores. No acumulado dos nove primeiros meses de 2020, a quantidade embarcada já está acima da exportada em todo o ano passado. Leia mais. 

 

Relação de troca e insumos
Mesmo com a forte elevação nos preços dos principais insumos de alimentação da suinocultura, milho e farelo de soja, o poder de compra do produtor esteve em alta em setembro. Esse movimento de avanço no poder de compra, inclusive, vem sendo observado há cinco meses e está atrelado à escalada de preços do suíno vivo no mercado brasileiro. Leia mais.

 

Carnes concorrentes
Tanto a carne suína quanto as principais concorrentes, bovina e de frango, se valorizaram entre agosto e setembro. A proteína suína, no entanto, teve a maior alta em valor absoluto, perdendo competitividade frente às duas substitutas no último mês, situação que vem ocorrendo desde abril. Leia mais.

Fonte: CEPEA

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento16 horas atrás

Gracyanne Barbosa posa com look ousado: “Faz tempo que não apareço assim!”

A musa fitness chocou a internet com o clique sensual Na noite deste domingo (11), Gracyanne Barbosa parou a internet...

Nacional16 horas atrás

Sai a urna eletrônica, entra o celular: TSE estuda mudança para votação online

José Cruz/Agência Brasil Uso das urnas eletrônicas nas eleições brasileiras pode estar com os dias contados Apesar de ter um...

Entretenimento16 horas atrás

Raissa Barbosa exibe bumbum enorme em clique sensual

  Raissa Barbosa está deixando o clima na web mais quente desde que entrou no reality A Fazenda 12. Durante este...

Estadual16 horas atrás

Caminhoneiro fica preso às ferragens após bater em ônibus

Acidente aconteceu na noite deste domingo (11) na altura de Itaparica, em Vila Velha. Um caminhoneiro ficou ferido em um...

Entretenimento17 horas atrás

Whindersson defende Vitão após vídeo em que o cantor é constrangido viralizar

Whindersson Nunes resolveu se posicionar após um  vídeo em que Vitão é zoado por alguns homens viralizar nas redes sociais....

Sem categoria17 horas atrás

Homem mata a esposa e entra na delegacia segurando a cabeça decepada

Um homem matou sua esposa, decapitou o corpo e entrou na delegacia segurança a cabeça da vítima pelos cabelos porque acreditava que ela estivesse tendo...

Variedades17 horas atrás

Os signos que podem formar casais que freiam um ao outro

Alguns signos do zodíaco podem formar casais que precisam tomar cuidado para não podar comportamentos ou pensamentos um do outro....

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!