conecte-se conosco



Estadual

Lei do Programa de Geração de Energias Renováveis do Espírito Santo é sancionada pelo governador

Publicado

em


O governador do Estado, Renato Casagrande, sancionou, nesta quinta-feira (08), a Lei que institui o Programa de Geração de Energias Renováveis do Espírito Santo (Gerar). A iniciativa tem o objetivo de diversificar a matriz energética seguindo uma tendência mundial, além de fomentar o desenvolvimento econômico e potencializar o ambiente de negócios no Estado, tornando-o mais competitivo e seguro. A iniciativa faz parte do Plano Espírito Santo — Convivência Consciente, visando a promoção do desenvolvimento econômico em todas as regiões capixabas.

O programa será coordenado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides) e terá seis eixos de atuação, sendo eles: instrumentos regulatórios, incentivos fiscais e/ou tributários, P&D (pesquisa e desenvolvimento), acesso à rede, desenvolvimento regional e financiamentos.

“O Gerar é um programa importante que inclui incentivos tributários na área de energia renovável, protegendo o meio ambiente e gerando empregos e oportunidades. Essa é mais uma ação do Plano Espírito Santo — Convivência Consciente, que vai permitir que a gente passe esse momento com a adoção de medidas que compensem a crise que estamos vivenciando em decorrência da pandemia”, comentou o governador Renato Casagrande.

O secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Tyago Hoffmann, destacou a importância da sanção do programa, uma vez que o Estado tem potencial para a geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, como a solar fotovoltaica, biomassa e eólica. Ele pontuou ainda que o Gerar pretende atrair novos investidores, a instalação de novos empreendimentos em diversas regiões do Estado mediante a identificação de áreas promissoras na geração de energia renovável, bem como a promoção de uma cultura de inovação, estimulando a pesquisa e o desenvolvimento no setor.

“O segmento de energia desempenha um papel crucial na economia e o uso de fontes renováveis está alinhado à recuperação econômica mundial, principalmente, no pós-pandemia. O Gerar, além de contribuir para a redução da emissão de gases poluentes, tem objetivos socioeconômicos, como atração de investimentos e geração de emprego para os capixabas”, completou Tyago Hoffmann.

A subsecretária de Competitividade da Sectides, Rachel Freixo, afirmou que a sanção do Gerar, neste momento, é um sinal da consolidação da política implementada pelo governador Renato Casagrande, que vem sendo colocada em prática desde 2012, gerando progresso e desenvolvimento econômico, sempre em comunhão com os interesses ambientais e a sustentabilidade.

“Esta é inclusive a diretriz do novo secretário de Inovação e Desenvolvimento. Devemos sim criar políticas públicas, aperfeiçoar as já existentes e criar novas que visem o desenvolvimento econômico, a qualificação profissional, mas muito ligado aos impactos ambientais positivos e a geração de emprego com inovação. Além de todas as características positivas e os impactos favoráveis ao meio ambiente, o Gerar vem em um momento muito propício para o setor produtivo, do qual esperamos e acreditamos imensamente que o programa traga um novo ânimo para o setor”, declarou Rachel Freixo.

Também presente durante o anúncio da sanção, Marcos Kneip Navarro, indicado pelo Governo do Estado para a Diretoria de Negócios do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), avalia que o programa é uma oportunidade de aliar desenvolvimento sustentável à vocação do Estado para a produção de energias. “A importância deste programa, além da transição para uma matriz energética mais limpa em um Estado vocacionado em todo o seu território para gerar energia – fotovoltaica, solar, biomassa, eólica – é que há também um pilar importante, que é o de criar alternativas de fomento para novos investimentos no setor e o Bandes já trabalha em linhas específicas para este fim”, pontuou.

Sobre o Gerar

O Gerar prevê incentivos de ampliação da sustentabilidade ambiental, como a redução das emissões de gases de efeito estufa na geração de energia elétrica, promovendo a diversificação da matriz energética estadual, a descentralização e interiorização do desenvolvimento socioeconômico, estimulando, assim, atividades que utilizem fontes de energias renováveis, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Além disso, o programa tem outros objetivos, tais como conceder incentivos fiscais e tributários às sociedades empresárias que se dedicam à fabricação de equipamentos geradores de energia renovável, em especial, a solar, eólica offshore e/ou onshore e biomassa; fomentar pesquisas voltadas ao desenvolvimento tecnológico de fontes de energias renováveis; estimular o desenvolvimento da cadeia produtiva e do mercado de energia solar fotovoltaica no Estado, bem como fomentar a formação e capacitação de recursos humanos para atuar em todas as etapas da cadeia produtiva de energia solar fotovoltaica, entre outros.

Plano Espírito Santo — Convivência Consciente

É um conjunto de ações envolvendo órgãos do poder público e do setor produtivo para promover o desenvolvimento econômico, priorizando as pessoas, com o objetivo de reduzir os impactos sofridos pela população capixaba em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). São previstos mais de R$ 32 bilhões em investimentos dos Governos Federal e do Estado e do setor privado até o final de 2022. A estimativa é de que sejam criadas mais de 100 mil vagas de emprego.

O plano apresenta sete eixos de atuação: Desburocratização; Medidas Tributárias; Crédito e Financiamento; Monitoramento dos Impactos na Economia; Aceleração dos Investimentos Públicos e Privados; Inovação e Tecnologia e Geração de Emprego e Renda.

O Conselho Gestor do Plano Espírito Santo — Convivência Consciente é formado pelas Secretarias de Economia e Planejamento (SEP); Mobilidade e Infraestrutura (Semobi); Fazenda (Sefaz); Governo (SEG); da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides), que vão acompanhar de perto a implementação das medidas previstas no plano. O Conselho será responsável ainda pelas orientações a serem seguidas conforme as prioridades do Governo, propondo ações de rearranjo da conjuntura econômica e potencializando a recuperação da economia do Estado.

Informação à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Carolina Moreira / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
[email protected] / [email protected] / [email protected] / [email protected]

Gerência de Comunicação Institucional do Bandes
Bárbara Deps Bonato / Wilson Igreja Campos
(27) 99774-4428
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comente Abaixo
Nacional22 minutos atrás

Tempo nublado e frio nesta terça em São Paulo

Reprodução Redes Sociais/Avertigus Previsão do tempo desta terça-feira é de sol entre nuvens na capital paulista Tempo nublado e temperatura amena...

Mulher5 horas atrás

Horóscopo do dia: previsões para 20 de abril de 2021

Marcelo Dalla As mandalas do horóscopo do dia são desenhadas pelo astrólogo Marcelo Dalla ÁRIES  Continue a contar com mais...

Mulher8 horas atrás

Descubra quais frases resumem o jeito de ser de cada signo solar

Reprodução: Alto Astral Descubra quais frases resumem o jeito de ser de cada signo solar O nosso jeito de ser...

Política8 horas atrás

Pacote anticrime: Congresso derruba veto e aumenta pena de crimes contra honra

O Congresso Nacional derrubou nesta segunda-feira (19) vetos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a trechos do pacote anticrime aprovado pelo Congresso...

Nacional8 horas atrás

Bolsonaro citará ações contra o desmatamento em discurso na Cúpula do Clima

O Antagonista Bolsonaro fará discurso de aceno ao presidente dos EUA, Joe Biden Em um aceno ao presidente Joe Biden,...

Estadual9 horas atrás

Está no ar mais um vídeo da campanha de Adoção “Esperando Por Você”

O novo participante é o adolescente Caiky de 13 anos. O adolescente Caiky, de 13 anos, é o mais novo...

Estadual9 horas atrás

Negada indenização a mulher que recebeu exame de gravidez falso positivo

A magistrada observou que o exame de sangue de HCG é apenas sugestivo para gestação e não determinante. Uma mulher...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!